Jump to content
Arquitectura.pt


obranco

Membros
  • Content Count

    16
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by obranco


  1. JAG falas do portinho da arrábida e de n ter condições para turismo em massa... a partir do momento em que se criem essas condições, deixa de ser o portinho que conheces e no qual, suponho eu, gostas de estar. dou-t um exemplo bastante próximo, eu passava férias quase todos os anos em tróia ali a dois passos, a partir do momento em que surge o projecto de MEGA HOTEIS, CASINOS, MARINAS + LUXO + TURISMO EM MASSA duvido que alguma vez lá torne a por os pés... nunca mais volta a existir aquela calma e tranquilidade que me faziam lá ir


  2. "pinturas"... eu percebo o que queres dizer mas até que ponto isso valoriza um projecto? sentir-te-ias (corrijam-me a ortografia se necessário) bem num espaço organizado mediante gestos ordenados (ou não) num quadro, que acabam por resultar de um extrudir desse resultado bidimensional? O senhor Yehuda Safran disse nas conferências da trienal: quando se constrói um vaso, o importante é o espaço existente dentro do vaso e não o vaso em si, este princípio é válido na arquitectura tbm. de facto os "vasos" da Sra Hadid são bastante interessantes, mas, será o espaço dentro deles equiparado?


  3. Estive nas conferências, gostei de ouvir Thom Mayne, Kengo Kuma, Mark Wigley, Bjark Ingels, Yehuda Safran e Saskia Sassen. Estes foram os nomes que me transmitiram alguma coisa, dos restantes oradores fiquei sem dúvida a conhcer melhor a obra mas penso que resumiram demasiado as suas prestações a meras exposições e memórias descritivas das suas obras, evitando abordar questões conceptuais e metodológicas o que a meu ver empobreceu as conferências


  4. esta questão da localização tem bastante interesse, ainda mais se repararmos em pequenas questões que eu acho pertinentes como o porquê de agora a mioria dos voos para fora do país ter que sair de lisboa? ligações tão "familiares como para os Açores ou Madeira que saíam do Porto estão agora a ser desviadads para Lisboa... porquê? Será para inflacionar os numeros da portela? n sei... quem sabe? Na minha opinião o aeroporto já não foge à Ota, já houve muito "boa gente" a comprar lá a sua parcelazita de terreno por uns milhares para a vender por uns Milhões... e esta "boa gente" sabe onde exercer a suas influências


  5. Cada vez mais noto que, não só a nível da universidade como tambem nos anos k a antecedem, a profundidade dos "bolsos" do aluno tem geralmente um peso substancial na sua avaliação... já não são avliadas a criatividade ou o processo criativo, o que interessa é o resultado final e todo e qualquer estratagema que "turve" a visão do avalidor de forma a inflacionar a nota...

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.