Jump to content
Arquitectura.pt


Orpheusmyth

Membros
  • Content Count

    43
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Orpheusmyth last won the day on September 12 2008

Orpheusmyth had the most liked content!

1 Follower

About Orpheusmyth

  • Rank
    Frequentador
  1. Boas. Em breve irei mudar para mac, visto estar mais do que farto do windows. Aproveito a possível chegada dos novos Macbook Pro agora em Outubro para tal. No entanto reparei que não existe autocad para mac. Alguém me pode indicar algum software dentro do género, que funcione bem em mac, e preferencialmente com ficheiros dwg, já que na minha universidade só fornecem plantas etc, nesse formato.
  2. Gostava de te dizer que os alunos que trabalham conseguem sempre algo. Infelizmente não é bem assim. Posso dizer que conheço quem se mate a trabalhar, até é bom no que faz e é rara a vez que é compensado. Não quero levantar aqui um debate, mas existem muitas vezes em que se sente que os bons alunos são impedidos de trabalhar ou de prosseguir. Talvez exista um medo de que no futuro esses alunos venham a "tirar" trabalho aos que já lá estão. Bem mas isto é uma opinião. O que sinto é que no curso, vais ver que muitos dos projectos avaliados com grandes notas, e digo muitos, e não todos, são projectos que nunca poderiam ser construídos. Sejam torres de 72 metros num pequeno bairro, ou edifícios baseados em "cidades-jardim" ou coisas assim do género em que realmente sabemos que nunca poderiam ser construídos. O meu conselho é, faz o que eles te pedem. Concordes ou não, seja o teu método de trabalhar ou não. O que acreditas nunca muda, e quando acabares o curso podes explorar novamente o que tanto persegues. Até lá são só 5 anitos lol.
  3. O grande problema é quando te impedem de fazer aquilo que podes fazer de bom. Infelizmente ouço de todos os arquitectos que acabam o curso na fctuc, que a melhor coisa que lhes aconteceu foi terem saído de lá, pois não aguentavam tanta incompetência e humilhação constante. Há professores bons e outros maus. Penso que o problema é o status da Universidade. Ainda há muitas coisas que lá acontecem que se tornam uma paródia a um curso que deveria ser respeitável.
  4. Infelizmente, por enquanto será apenas em Coimbra. Este ciclo de conferências pretende ser a título experimental, visto que será uma palestra diferente de todas as outras. Não digo que sejamos melhores, mas pretendo apenas que quem assista possa ter uma maior proximidade de quem fala. Hoje ainda vou pedir aos administradores do Arquitectura.pt para actualizar a informação sobre o evento.
  5. Desde já peço desculpa a todos pela ausência de informação nos últimos tempos, mas penso que no final desta semana terei tudo ultimado. Até lá gostaria que os interessados em mostrar algumas das suas fotos no final da palestra, que me contactem. A ideia seria abrir um pequeno debate com fotos de "não profissionais". Eu próprio irei levar algumas fotos para que possa ser criticado à vontade por amadores e profissionais.
  6. Aqui vai o poster publicitário do encontro. Até terça irei incluir o programa. Desde já peço desculpa por ir uma coisa de cada vez, mas há coisas a serem aprovadas primeiro que não dependem de mim. Desde já são livres de usarem esta imagem para publicitar o encontro. Mais informações contactem-me.
  7. Bem, sendo ainda este tipo de evento a título experimental, apenas iremos realizar uma palestra no dia referido. De qualquer forma penso que no final desta semana ou início da próxima poderei colocar mais informações pois ainda estou a contactar algumas das pessoas. Até lá apenas posso confirmar a ausência de Fernando Guerra, tendo sido escolhido por sua vez o Fotógrafo de Arquitectura e membro deste fórum, João Morgado. Espero assim inovar e trazer novas mentes a um tema que tem estado fechado para muitos dos interessados.
  8. A Arquitectura e Fotografia No próximo dia 2 de Outubro às 21.30 na Fnac, irá-se dar inicio a uma série de conferências relacionadas com Arquitectura. Contamos com a presença do Arquitecto João Mendes Ribeiro, Arquitecto José António Bandeirinha e João Morgado. Pedimos a todos os interessados a enviar fotografias ou a contactarem-nos para instantesfotograficos@gmail.com. Como se pode perceber esta iniciativa é graças a uma parceria entre FNAC-Coimbra e Instantes Fotográficos. 'Corbusier’s buildings simply succeed to appear timeless - whatever car parks in front' Lado a lado, as fotografias de Roger Fenton, Francis Frith, Albert Levy, ou até mesmo de Cartier-Bresson, retrataram a arquitectura através das suas objectivas, dando movimento às formas e plasticidade à luz que as transpunha. Ver o que o arquitecto viu, seja num espaço ínfimo entre grandes colossos de betão ou num espaço verde imensurável, torna-se num dos maiores desafios para estes fotógrafos que decidiram retratar gestos nascidos da mente de mestres de outrora. Na palestra “Fotografia + Arquitectura: uma relação esquecida” irá abordar-se, de forma informal, este caminho sinuoso que, pela sua envergadura, merece ser relembrado, posto em causa e debatido. Afinal, todos habitamos espaços, percorremos ruas de cidades, observando, perscrutando e fotografando esses trilhos que tanto têm para contar. “Instantes Fotográficos” A estrutura desta palestra será muito simples. A dinâmica será diferente de tudo o que tenham visto até agora, ou assim espero eu. Gostaria que no final todos os interessados tivessem fotos presentes para que pudéssemos conversar sobre elas, e discutir um pouco a problemática de fotografar arquitectura, percebendo também as diferentes formas de ver algumas das obras representadas nas fotos. Os interessados deverão então contactar para instantesfotograficos@gmail.com, ou PM aqui no site. Data: 2 de Outubro às 21.30 Local: Fnac Coimbra Contactos: instantesfotograficos@gmail.com Evento colocado por: Orpheusmyth
  9. Sim aliás eu percebo o que todos dizem. Até porque basta ver que no meu curso poucos são os que dominam mesmo autocad ou archicad. Aliás vê-se bem que a maioria das pessoas nem plantas, nem isometrias nem nada. Basta que em vez de terem tanto medo de tecnologia, passem a perder algum tempo a estuda-la. Até porque ultimamente pelo que sei, meia de aulas ranhosas onde a malta passa o tempo a brincar no msn etc, deveriam estar a fazer exercícios e a trabalhar o que os professores das cadeiras de CAD, vão ensinando. Existe a mania de que em Portugal, um arquitecto trabalha com tinta da china à luz das velas. Bem é possível sim aprender a visualizar o espaço, ou a ter essas noções trabalhando com computadores. Basta é ter professores que o saibam fazer. Porque hoje em dia a maioria deles sabe ler o mail e pouco mais. Quantos são os casos em que vejo professores mesmo de CAD a saberem pouco ou nada do que estão a ensinar. A tecnologia existe, não é comodismo, é evolução, e quem não a aceita sim é comodista e preguiçoso porque tem medo de aprender. Percam tempo e deixem lá a tinta da china e a luz das velas. A roda já foi inventada há muito tempo. E desculpem por falar assim, mas irrita-me ver tanto medo e pseudo-intelectualismo conservador à volta das novas tecnologias.
  10. "Parece k a de Cottbus (Alemanha) ficou em 1o lugar no ranking de faculdades de arquitectura, o ano passado, nao sei se é verdade, mas foi o que ouvi falar... daqui a um mesito aqui a menina vai para Bruxelas ;)" Rivers Já agora podes citar as tuas fontes? Ando há imenso tempo à procura de um site com rankings de universidades ou faculdades de arquitectura mas não encontro nada.
  11. Então pensemos lá no porquê da geometria descritiva. Quando tudo era feito "à mão", a GD desempenhava um papel importante, pois garantia as ferramentas para trabalhar isometrias, etc no papel, e fazer estudos apropriados sobre determinados elementos. Ultimamente, tudo isso é feito num computador, e para os que possam dizer que a GD irá ajudar a compreender melhor esses processos, eu digo desde já que possivelmente o melhor será mesmo começar a ensinar os alunos a trabalhar logo com os programas disponiveis. Não falo de renders todos bonitos, falo do mais basico do basico do 3D. Não seria melhor termos aulas de algo relacionado com matemática? Afinal de contas vejo 90% dos meus professores sem saber fazer uma conta simples de multiplicar ou dividir. E falo de coisas muito muito simples. Coisas que o Sr. Zé da mercearia faria sem dificuldade. Não peço para começarem a ensinar espaços vectoriais a alunos de Arquitectura, mas existem aspectos em Análise Infinitésimal, bastante importantes. A geometria que temos infelizmente é dada ainda por manuais (falo da dada no Darq), de 1947, ou o mais recente de 1990. Para muitos dos alunos, nesse ano nem sequer eram nascidos. Revisões do programa, talvez fossem aceitáveis, de qualquer forma não consigo compreender a utilidade de saber fazer rebatimentos ou demorar horas a fazer algo que fazes em dois minutos num computador. Existe muita coisa assim eu sei, e por vezes o computador tira a componente humana e criativa, mas neste caso pensem lá bem se tem lógica. Afinal de contas sei de muitos alunos que fizeram geometria recorrendo ao computador para fazer as tais isometrias bonitas que os professores pediam. Espero que tenha sido claro.
  12. Bem importância da GD? No meu entender 0. Mas venham lá os puristas que ainda pensam que sabem mais do que os outros. No entanto eu apenas estou a dizer o que penso. Que venha então alguém que saiba realmente algo sobre o assunto e dê a sua opinião fundamentada.
  13. Arquitectura na FCTUC é má e por este andar continuará a ser. Ando mortinho para sair de lá.
  14. AIIIIIIII. Foge disso. Estou lá já faz alguns anos e sinceramente posso dizer que nada funciona. Se quiseres um sitio para trabalhar honestamente e tirar o teu curso com calma evita a 100% essa universidade. Recursos de exames, reclamações, revisões de notas, bem isso não existe lá. Os professores assumem ter sempre razão aconteça o que acontecer. Diz-se que o ambiente por lá é bom, e que a malta se diverte. Pois bem eu por mais de 900 euros em propinas quero é estudar. Para me divertir pago uns 10 euros ou mais quando sair à noite. Muito sinceramente evita esta Universidade. Já estive noutro curso e sinceramente arrependo-me de ter mudado. Não pelo curso em si, mas pelo funcionamento, balda dos professores e falta de responsabilidade de todos. Cheguei a estar 3 meses sem aulas a uma cadeira. E isto não foi a única vez que aconteceu.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.