Jump to content
Arquitectura.pt


JoãoDias

Membros
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

1 Follower

About JoãoDias

  • Rank
    Frequentador
  • Birthday 04/15/1984
  1. obrigado pelas dicas... vou ver isto com calma... tentar arranjar o programa par experimentar... mt obrigado mais uma vez..
  2. sim é verdade estao mt bons...podes me dar alguma informação onde posso saber mais desse programa.. obrigado
  3. oi..uma pergunta onde posso saber mais sobre esses programas??? sao mesmo assim tao simples??? brigado
  4. Não sei onde leste isso, mas eu uso Cinema4D, acho-o mais do que suficiente para o que preciso (se me oferecessem um Max, garanto-te que não o deitava para o lixo) mas não me parece que valha a pena estar agora a aprender Max
  5. Pois axo o contrario...pontos de vista diferentes respeito...lol.. quero sempre, até poder aprender mais e melhor de preferencia do melhor.. outra coisa queres que numere quantos uzam max para isto ou para aquilo.. com grandes resultados...
  6. e com isto nao quero dizer que os outros são maus ... nao são... muitas das vezes sao mais que suficientes.. só nao entendo para que dizer.. que nao vale a pena saber de max se já se sabe de cinema 4d..
  7. conheço outros e nao estavam a falar de preços a pergunta colocada tem a ver com o max e com o seu funcionamento.. existe é diferença de limitaçoes de programas e no que a isso diz respeito são todos mais limitados que o max.. no max se sei fazer real faço, se sei mas nao quero nao faço... enquanto nos programas até aqui referidos nao se consegue ter um produto final tao real como no max.. isso é obvio.. e quando disse que o max era o melhor estou m a referir ao cinema 4d e outros tantos que aqui foram falados.. como é sabido existem tantos outros melhores mas que nem se ajustam ao tema arquitectura..
  8. nao quero desanimar nem mt menos entrar em guerra com ninguem... nao comparem o max com cinema 4d... o que ai está no max é fazer o 3d em cad exportar para max aplicar os materiais luzes e render sem mexer em definições... pois é facil falar mal do max se nao se conhecer as potencialidades do melhor programa do mercado... quando souberem mexer a fundo naquilo ai sim podem opinar...
  9. boas... tenho alguma experiencia académica nesse tipo de trab.. na minha opinioao o gesso com metal no interior para dar resistencia é sem duvida a melhor opçao..
  10. pois a velha historia quem faz o trab de quem!!! cada um no seu lugar...o que axam de este concurso ser aberto tb a engenheiros parece m bem já que tb fazem arquitectura...
  11. A única semelhança que vejo entre os dois projectos é apenas a parede de fole. Não sei se sabe, mas o conceito de parede de fole tal, como a parede ou porta de correr, terá surgido, na concepção espacial dos interiores da Arquitectura tradicional Japonesa. Este ideal de arquitectura adaptável foi visivelmente um conceito que se radicalizou com a arquitectura transformável "Metabolism Architecture" nos anos 60. Experimentado e utilizado nas suas múltiplas aplicações e variantes o painel deslizante ou a porta de correr ou fole, encontra o seu ideal moderno da machine á habiter, na Casa Schroder de Gerrit Rietveld. Certamente não foi o refs que inventou este conceito...Deveria informar-se acerca dos conceitos que diz serem seus antes de publicar o que quer que seja. Lamento que a equipa que apresenta aqui o projecto vencedor tenha que se submeter a este tipo de comentários! P.S.É assim que os vencedores são tratados em Portugal!
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.