Jump to content
Arquitectura.pt


Wolfgangvondi

Membros
  • Content Count

    9
  • Joined

  • Last visited

About Wolfgangvondi

  • Rank
    Turista

Meio Profissional

  • Instituição/empresa onde trabalha
    Micro Arte
  1. Concordo... em que não se pode dissociar arquitectura do habitar ... mas se calhar por não ser presentemente habitada n perde automaticamente o estatuto de arquitectura... Caso tenha sido realizada originalmente com o intuito de habitar... Acho que essência da arquitectura esta na intenção com que é planeado, embora depois os resultados possam deixar ou não a desejar embora o uso ( ou desuso) possa a vir a ser adulterado / alterado... Sinceramente, vejo o edificado com que o sub produto da arquitectura e o processo de intenção como a arquitectura em sí. E muitas vezes parece-me que se pensa ao contrario...
  2. A não ser que já não sejam habitadas... ai é escultura! ; ) Desculpem-me o comentário. Não resisti.
  3. e aferir a esse espaço características que reflectem essa intencionalidade, certo? E sobre a questão: "Mas então como distinguir o que é construído pelo homem, com intencionalidade e é habitado como sendo ou não, arquitectura?" Que veio no seguimento do comentário de arqrosadasilva: "(...)estamos a esquecer algo é que: - nem tudo o que é construção mesmo que habitada é arquitectura... esta é a minha opnião. Existem coisas que não merecem o titulo."
  4. Isto está a ficar realmente interessante... Compreendo o que diz..... ( e concordo). Mas então como distinguir o que é construído pelo homem, com intencionalidade e é habitado como sendo ou não, arquitectura?
  5. Parece-me fazer tudo o sentido : ) E o contrario? também se pode aplicar?
  6. Parece-me bem. E sempre nos transporta de volta para o "campo seguro". ( e se.. deixa de ser habitado pelo ser humano? Ou nunca teve sequer esse propósito?) Se bem que o comentário que mais gostei até agora foi: Parece-me que a parte mais importante na arquitectura é a intencionalidade e o reconhecer / experiênciar Humano.
  7. Espaço criado? por quem? pelo Homem? Pela Natureza? Por um outro animal ( daqueles-não- sapiens-sapiens)? E a intencionalidade? é necessária existir para ser arquitectura? E se existir intencionalidade da minha parte mas te sentires mal no espaço criado por mim? E já agora.. e se a intenção for de fazer sentir mal? "Todo o espaço" ... o que é esse espaço?... o universo... ? : ) Em vez de criar espaço será que o arquitecto não o qualifica? Munido de intencionalidade. Edit. desculpem estas postas assim, atiradas ao ar ; )
  8. Viva Lorran, Deves utilizar um corte (de preferência) ou alçado para obteres o comprimento de um dos segmentos que compõem uma das 4 faces do telhado. De seguida tens de obter nesse corte o ângulo ou, provavelmente ainda mais fácil de ser dps transposto para a maqueta, a altura entre a base e o ponto mais alto do telhado. Munido com estes dois dados, o cumprimento do segmento + a altura da base ao topo do telhado, não vejo que venhas a ter grandes dificuldades. Já agora, não sei se é o que estas a fazer ou não... Mas monta sempre a maqueta sob a impressão de uma planta. E não te esqueças da dica da Martazita em realizar um corte na K-line oblíquo de forma a que consigas encaixar sem problemas a K-line.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.