Jump to content
Arquitectura.pt


Metscha

Membros
  • Content Count

    9
  • Joined

  • Last visited

About Metscha

  • Rank
    Turista

Meio Académico

  • Ano académico
    Nenhum já sou Arquitecto
  • Universidade
    Faculdade Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa
  1. Muito obrigado!! Um óptimo ano de 2015 para todo vós, também!! Perfeitamente. Adoro Portugal mas há muitas coisas muito erradas neste país para além das consequentes à crise. Na verdade, só quero fazer o estágio para que, mais tarde, possa assinar projectos (eventualmente) - é uma ferramenta no caso de surjir algum trabalhinho. Mas tenho a noção de que, provavelmente, nunca irei trabalhar em Arquitectura, muito menos em Urbanismo. É só porque, caso contrário, todos estes anos de faculdade seriam um desperdício; que já começo a considerar serem. 7 anos de curso para trabalhar num call center.. Enfim. Uma vez mais, muito obrigado por toda a vossa atenção. Foi muito útil tudo o que escreveram. Cumprimentos!!
  2. Obrigado XXXXX e TiCo pelas sugestões. Vou, de facto, experimentar enviar portfólio+CV para mais ateliers, antes de comparecer presencialmente, visto que teria, de qualquer modo, de imprimir o portfólio - neste momento, a coisa não está mesmo para grandes gastos. Caso continue sem obter resposta, lá terei de imprimi-lo e bater a umas portas. Muito obrigado por todas as opiniões, conselhos e sugestões!!!! Vemo-nos por aí!!
  3. Muito obrigado, também, TiCo!! Já enviei, via email, portfólio + CV + projecto final de mestrado para um atelier relativamente pequeno perto da minha residência mas, infelizmente, ainda não obtive resposta, passado quase um mês. Tenho medo de enviar para vários ateliers ao mesmo tempo - não sei o que será melhor: enviar para um de cada vez (esperando uma resposta negativa antes de enviar para o próximo) ou para vários ao mesmo tempo, visto que, no segundo caso, corro o risco de entrar num deles e depois me ver forçado a recusar outras respostas que, mais tarde, me podem fechar portas. Também pensei em imprimir o portfólio + CV (+ projecto final) e aparecer nos ateliers (solicitando uma reunião com o sócio/director) mas a verdade é que neste momento não tenho muito dinheiro para imprimir os elementos anteriores, seja com muita ou pouca qualidade. Algum concelho em relação a isto? Uma vez mais, muitíssimo obrigado pelos vossos tempo e simpatia.
  4. Muito obrigado por mais uma opinião! Parece-me que, de facto, um atelier de média dimensão será o melhor caminho; afinal, no meio está a virtude. Obrigado!
  5. Bruno, muito obrigado pelos teus testemunho e opinião. Sem dúvida, dissipou um pouco mais a minha indecisão. Cumprimentos!
  6. Antes de mais, boa tarde a todos. Estou, neste momento, à procura de um atelier ou gabinete de arquitectura onde estagiar, com efeitos de acesso à Ordem. Tenho preferência pela área do Planeamento Urbano e do projecto de espaço público, para além da da Arquitectura. Em relação a quem tem conhecimentos ou experiência nesta matéria, peço que opinem/me auxiliem em relação ao seguinte - o que seria melhor/preferível: - um estágio IEFP num gabinete de grande dimensão, com projectos internacionais e, também, muita concorrência interna; - ou um estágio IEFP num gabinete de média dimensão, que começa a ganhar relevo no âmbito nacional mas ainda não se internacionalizou, e onde a concorrência/competitividade interna é menor, de acordo com a escala do gabinete? No primeiro caso, o mais provável (digo eu) seria passar todo o estágio a fazer desenho técnico, e a tirar fotocópias e cafés. Também, visto que há mais concorrência, o mais provável seria que o estágio não fosse sinónimo de continuidade no gabinete (pois seria mais fácil e barato substituir-me por outro estagiário comparticipado pelo Estado). Por outro lado, a escala do atelier e os carácter e tipologia dos projectos que desenvolve significam que continuaria a ter trabalho, pelo que não veria o estágio interrompido e talvez existisse a possibilidade de permanência. No segundo caso, tendo em conta que se trata de um meio mais pequeno, poderá existir a possibilidade de um maior envolvimento nos projectos a nível conceptual, para além dos aspectos de representação/apresentação, etc. Também, pela menor concorrência (e, talvez, menor atractividade), talvez fosse mais provável a continuidade pós-estágio. Para além do mais, é mais aliciante fazermos parte de uma empresa 'embrionária', acompanhando o seu processo de crescimento desde o 'início'. Por outro lado, tendo em conta o contexto actual, este atelier encontra-se mais susceptível de fechar e o estágio, para não falar do que viria a seguir, podem ficar comprometidos. Em ambos os casos, não está em causa a qualidade do portfolio ou da gestão; têm ambos trabalhos muito interessantes e a gestão encontra-se adequada à respectiva escala. A distância casa-trabalho também não seria problema. Sei que tudo isto é muito relativo, depende da qualidade do meu trabalho, das circunstâncias que envolvem o funcionamento do atelier, do contexto nacional/internacional, etc. mas queria apenas algumas pistas que me ajudassem a escolher melhor. Muito obrigado.
  7. Há leis pa tudo. Até para postar uma mentira antes da meia-noite para dia 1.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.