Jump to content
Arquitectura.pt


patriciapaulo

Membros
  • Content Count

    14
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

patriciapaulo last won the day on July 23 2006

patriciapaulo had the most liked content!

1 Follower

About patriciapaulo

  • Rank
    Frequentador
  • Birthday 09/13/1983

Meio Académico

  • College (International Users)
    ISCTE
  1. Oi, percebo-te muito bem tambem tenho o mesmo drama. Não sei qual o teu destino de eleição mas na minha opinião axo que deverias fazer um curso na língua que "te dá mais jeito" Aqui no ISCTE existem aulas de várias línguas o que é bom porque permite nas horas de almoço ter algumas aulitas sem se perder muito tempo (quando o horário permite, claro)
  2. Oi Fábio, Vou ser-t sincera.... o ISCTE foi a mnh 3ª opção de entrada na faculdade, de inicio pensei em me candidatar na 2ª fase para a FAL (porque a FAL era a FAL), não o fiz e não me arrependo nada. O curso do ISCTE é recente e tá naquela fase de "reconhecimento", então temos professores que puxam muito por nós, o que se torna dezafiante para quem gosta claro. Tem uma vertente bastante interessante, urbanismo, que considero importante, tenho consciência que nunca vou projectar uma cidade, ou mesmo reestruturar uma, no entanto está presente em projectos de menor dimensão em proj arquitectura. Claro k tb existem as cadeiras pa enxer, tipo antropologias e filosofia (na minha opinião), mas como o curso tá a sofrer remodelação...:happy:
  3. Bom Sucesso - Design Resort, Leisure, Golf e SPA será a principal referência na Europa entre os conjuntos turísticos de luxo e de excepção. Utiliza a Arquitectura Comtemporânea como vertente central da estratégia da sua concepção, com grande pluralidade de autores importantes, cuidadosamente articulados e organizados. Sobre o "master plan" executado pelo maior gabinete de projecto de "resorts" do mundo (a inglesa WATG - Wimberly Allison Tong and Go), um grupo que inclui os mais conceituados arquitectos portugueses está a projectar os equipamentos e os conjuntos de moradias em lotes individuais ou em banda, das primeiras fases do empreendimento. Assim, é possível beneficiar de uma enorme diversidade de "capacidades e criatividades", harmonizadas por um conjunto de regras que assegura a unidade formal do "BOM SUCESSO", nomeadamente todas as coberturas das edificações bem como os muros de separação entre lotes serem vegetais. As outras duas vertentes decisivas da estratégia da concepção do empreendimento são as seguintes: - Um índice de ocupação do solo inferior a 6,5% (cerca de 90% das construções terão um só piso e as demais no máximo rés do chão e um), o que assegura uma não saturação visual e simultaneamente uma privacidade surpreendente num Resort desta extensão (o terreno tem mais de 2 milhões de metros quadrados). - Uma diversidade de "lazeres" e serviços inigualável, reforçando a fruição dos equipamentos próprios com um conjunto de direitos de utilização preferencial pelos residentes de equipamentos próximos, embora exteriores ao Resort. Implantação Os arquitectos: - Álvaro Siza Vieira "Nos 14 lotes, cada habitação terá um ângulo diferente apresentando por isso diferentes perspectivas. Em cada habitação, a cozinha localizar-se-à no centro, rodeada pelos 4 quartos, casa-de-banho e pátio. A sala-de-estar, a norte, permitirá uma magnífica paisagem, dispondo de abertura igualmente a sul. A piscina, a noroeste, destacada da casa, terá uma visão directa sobre a sala-de-estar. A cobertura ajardinada economizará energia dando maior conforto interior." - Alcino Soutinho "(...) pretende-se estabelecer uma expressiva relação interior/exterior, sem pôr em causa a privacidade dos espaços habitáveis. Enquanto na fachada para o lado do arruamento a fenestração é visualmente protegida, para o interior do terreno foram consideradas amplas aberturas de ligação directa com os espaços exteriores adjacentes." - Eduardo Souto Moura "As casas são todas pintadas com verde seco, e com o verde da cobertura, o verde do golfe e o verde envolvente às construções; `verde mais verde não há´." "Numa encosta virada a sul, que se debruça sobre o lago, as casas vencem o acentuado desnível do terreno por meio de dois pisos, e acercam-se do lago acompanhando as suas margens." - Gonçalo Byrne "Cada moradia desenvolve-se longitudinalmente através do terreno, de modo a formar um conjunto único e indissociável entre o espaço interior e exterior da casa, seja este construído ou natural." "A casa desenvolve-se pela oposição de dois pisos pátios: um privado, completamente fechado ao exterior com excepção do céu, e outro público, que começa por ser parte da casa e acaba por se abrir sobre o campo de golfe." - João Luís Carrilho da Graça "Propõe-se uma ocupação ao longo da periferia dos lotes conformando um grande pátio/jardim central. Desta forma, salvaguardam-se as relações de interioridade e intimidade de cada casa. Garante-se existência de um grande espaço exterior de fruição, em torno do qual se articularão os distintos espaços da habitação." - Manuel Aires Mateus "O projecto propõe enfatizar as especialidades naturais do lugar como forma de potenciar o programa. Dispõe as casas a nascente do lote e as piscinas no lado poente, libertando ao máximo os jardins entre as duas ocupações. (...) Esta disposição transporta uma leitura da luz e percepção do espaço que reconhecemos, na nossa memória, de muros sólidos e pesados de casas de outro ou de todos os tempos." - Rogério Cavaca "O estudo proposto destina-se exclusivamente a habitações unifamiliares e desenvolve-se em dois pisos cave e r/c acompenhando a topografia do terreno que aumenta de cota cerca de três metros entre a frente, rua, traseiras e percurso pedonal que delimita o golfe. A implantação das habitações permite usufruir de jardins de boas dimensões (250 m2) e de orientações a sul das salas e dos quartos." - Gonçalo Cardoso de Menezes "A zona social caracteriza-se pela sua abertura ao exterior através de grandes vãos envidraçados e pela ligação espacial entre o pátio semi-coberto de entrada, o hall de entrada, a sala de estar e a varanda. Estes espaços sucedem-se proporcionando a continuidade entre o jardim frontal e o interior da habitação, prolongando-se pela varanda e para a paisagem natural do local." - Inês Lobo "Propomo-nos construir sobre este lugar, (...), com as seguintes premissas: uma relação privilegiada com o vale, debruçando as casas sobre o mesmo e soltando-as do terreno; encaixar as casas em relação à via, garantindo a sua privacidade e alguma «invisibilidade»; oferecer aos espaços interiores da casa possibilidades de extensão para o exterior; construir espaços exteriores com uma forte relação com a paisagem, mas com um grande grau de privacidade." - Luís Pessanha Moreira "As casas serão abertas ao sol de sul, através de grandes panos de vidro nas áreas sociais. Os quartos e áreas de serviço ficarão orientados para norte e serão iluminados por vâos mais contidos, rasgados nas paredes ondulantes, que serão objecto de um tratamento diferenciado na cor a aplicar." - Madalena Cardoso de Menezes Francisco Teixeira Bastos "O volume único organiza-se, a partir da entrada, em torno de um espaço central de distribuição que é tomado como o tema da definição do interior de toda a habitação. Assim, desde esse espaço em ligação estreita com as salas acedemos aos vários compartimentos da habitação que procuram relações diferenciadas com o exterior." "Três atitudes determinaram a concepção deste projecto; a primeira, trazer o poente até à zona social da casa; a segunda, procurar que a construção em encosta aparentasse uma impossível levitação do terreno em que se encontra implantada; a terceira, não quebrar a continuidade do terreno até à cota da rua." http://img125.imageshack.us/img125/9864/imagem1ge7.th.jpg http://img125.imageshack.us/img125/1069/imagem2wl4.th.jpg - Nuno Graça Moura "Propomos quatro tipologias diferentes em função das especialidades de cada programa e lote. As casas dispõem-se perpendiculares às vias de acesso. São cunhas cravadas na encosta, massas monolíticas com aberturas para o jardim a poente e com vista de golfe e mar. Pátios interiores completam a necessidade de luz e intimidade em diversos espaços." "Todas as divisões terão luz natural, seja com recurso a lanternins (nos espaços internos) ou a grandes panos de vidro abertos para pátios privativos a norte e a sul. Estes pátios serão «cobertos» com vegetação." http://img254.imageshack.us/img254/1696/imagem1kv1.th.jpg http://img112.imageshack.us/img112/2520/imagem2gz3.th.jpg - Rui Passos "A fruição do espaço exterior é no nosso entender a condicionante mais importante desta forma de habitar. A composição baseou-se no módulo tradicional Japonês de organização (KEN) do espaço de habitar, cujas racionalidade e proporcionalidade, aliadas à abertura da casa para o exterior, permite esses locais de estar e contemplação lúdica, preservando a intimidade do fogo." http://img254.imageshack.us/img254/1307/imagem1nc7.th.jpg ( peço desculpa pela má digitalização de algumas imagens)
  4. 150 € não me parece assim tao caro para 3 dias de conferencia ( 50€ por dia) tá mt longe dos iniciais 6€ falados mas isso já toda a gente sabia que era impossivel temos de ver o lado positivo - ser estudante - menos 100€
  5. segundo o k percebi das imgens a "casa esférica" é de divisão unica, onde se desenvolve todo o espaço da casa, mas tenho uma questão...e a instalação sanitária
  6. Concordo perfeitamente. Inda à dias tava na loja dos meus pais e entrou lá um cliente que sabia que eu estava a tirar uma licenciatura em arquitectura em Lisboa e aproveitou logo para mandar a bokinha que a arquitectura de em Lisboa estava decadente. Eu pensei, coitado ele nem sabe o que é arquitectura quanto mais distingui-la de uma construção de engenheiro ou até mesmo das empresas de construção civil... enfim.
  7. Oi, vai ser mesmo dificil conseguir um bilhete porque, se forem realmente 6€, é bastante barato...
  8. ND-3D, Nanodatel, Lda, sediado em Lisboa, admite 1 Desenhador(es). Admissão Imediata. Observações: É exigida uma forte experiência em ArchiCAD. Enviar Curriculum Vitae para: Telefone: 21 087 8900 E-mail: geral@nanodatel.com Anúncio colocado a 20/6/2006 | Exposto até 20/07/2006 Fonte: OASRS
  9. AP-Arquitectos, S.A., sediado em Açores, admite 1 . Admissão Imediata. Formados em: Arquitectura PELA Faculdade de Arquitectura da UTL. Tipo de Projecto: Habitação, Comércio e Serviços, Equipamentos, Urbanismo. Fase de Projecto: Estudo Prévio, Licenciamento, Execução, Acompanhamento de Obra. Domínio da Informática: Conhecimentos Gerais, Office (Processador de Texto/ Folha de Cálculo), AutoCAD, 3D Studio Max/Viz, Photoshop, CorelDRAW! Se oferece Emprego: Tempo Integral. Preferência por candidatos da Zona de: Açores. Enviar Curriculum Vitae para: Morada: Rua de São Gonçalo n.º 203 3º Frt.|9500-351 Ponta Delgada Telefone: 296 650 300 Fax: 296 650 309 E-mail: geral@ap-arquitectos.pt Anúncio colocado a 20/6/2006 | Exposto até 20/07/2006 Fonte: OASRS
  10. 4+Arquitectos Lda., sediado em Lisboa, Admite 1 Licenciado . Admissão Imediata. Anos de Experiência: 1 ano Tipo de Projecto: Habitação, Comércio e Serviços, Equipamentos, Urbanismo, Fase de Projecto: Licenciamento, Execução. Domínio da Informática: AutoCAD, 3D Studio Max/Viz, Photoshop. Se oferece Emprego: Tempo Integral. Vínculo: Prestação de Serviços. Preferência por candidatos da Zona de: Lisboa. Observações: Com um minimo de experiencia profissional de 1 ano. Enviar curriculo vitae com incidência no curriculo académico e profissional para a morada mencionada. Enviar Curriculum Vitae para: Morada Rua Vitor Cordon 45B, sala 15 1200-483 Lisboa E-mail: nunodias@4arq.net Anúncio colocado a 22/6/2006 | Exposto até 22/07/2006 Fonte: OASRS
  11. Para vocês qual é o "melhor" software de desenho de arquitectura? (É que eu e o AutoCAD não nos damos muito bem...) *
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.