Jump to content
Arquitectura.pt


Libertad

Membros
  • Content Count

    31
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Everything posted by Libertad

  1. O Falecido leccionava na U.Lusiada de V.N.Famalicão e eu tive o prazer de ser seu aluno o ano passado. Paz à sua alma.
  2. ...digámos que é mais do mesmo - xulice sem escrúpulos!!! Esses senhores pelo que já entendi não se importam se os pagantes têm trabalho e como se sustentam e ainda por cima com quotas de valores que não lembra ao diabo.. enfim... a tristeza continua...
  3. Olho, eu não te conheço - e nem faço questão- mas vou-te dar um conselho porque sou mais velho que tu; Mais vale caír em graça que ser engraçado. Se queres seguir arquitectura, a regra nº 1 começa assim!!!
  4. B) ehehehe Granda-Malucos!!! É interessante porque também já me tinha surgido essa ideia..! Vou ver se encontro o livro na FNAC ou na Bertrand...
  5. Mas afinal o projecto e a ideia vai pra frente ou ficou na gaveta do dinheiro do sr. presidente da cámara??? Que outras soluções foram propostas para a praça triangular??? Quais os estudos feitos e conclusivos para chegar a uma concordata urbanística?? :margarida_beer:
  6. Grande ponto de vista!!! Felicito-o por isso Sr. Kwhil!!! Concordo plenamente com o último parágrafo porque se trata de um conceito que eu já defendo desde que comecei a aprender arquitectura, -Humanizar a Arquitectura. Por isto é que eu falei num post atrás que devrão ser pensadas outras soluções para varandas...
  7. Eu também não concordo nada com marquises e gaiolinhas que compoêm algumas fachadas urbanas mas a lei ainda o permite e só mesmo mudando essa lei é que se poderá pensar quais as soluções para varandas. De outro ponto de vista nota-se que na arquitectura contemporãnea existem ideias e soluções de um outro tipo de marquises- que não passam disso- onde se pode observar um volume saliente na facahada do edificio onde um vidro e a côr sejam vistos como um "in" de arquitectura virada para o futuro... Digo eu...
  8. Epah, Acreditem que tive um professor no ano passado que disse o seguinte acerca de professores de arquitectura italianos e alunos que vieram a portugal por uns tempos, para um género de colóquio ou coisa parecida: "Os italianos não sabiam ler projecto nem projectar com traços como nós portugueses..." A minha turma ficou boquiaberta e ele lá foi dando exemplos de coisas banais em arquitectura, as quais, os italianos emperravam e não faziam coisa de geito... Se calhar, até tem razão no disse!?! Acabaste de me dar uma prova disso... Quanto ao que fizeste (despedi-la).... já foi tarde!!!
  9. Muito bem, Sr. Arquitecto!!! Com coisas destas é que me dá gosto passar cá no forum, quero com isto dizer, que aprendemos e esclaressemos dúvidas e técnicas que são importantes para a nossa profissão (embora eu seja estudante). Bom, vai dando depois noticias do andamento da obra e explica também as virtudes desse novo material isolante... Bons e muitos trabalhos!!!
  10. Parabéns pela exposição do teu trabalho e do teu blog!!! Em vez de tijolo termo/acústico não quererias dizer "bloco de cimento termo/acústico" ??? Força e empenho nessa construção e bom estudo nos materiais a utilizar!!! Abraço!
  11. Explica bem esta parte que sublinhei a vermelho se faz favor porque eu não entendi bem..?
  12. ...ora bem, Se o tijolo é para ser revestido com materiais termo/acústico, tanto faz ser 7 como de 11, é mesmo uma questão espacial... Aconselho-te a pesquisares sobre tijolo e blocos acústicos, assim até pode ser que te resolva de uma vez as dúvidas mas não te esqueças que a questão da acústica é delicada. É sempre melhor nos nossos projectos académicos metermos um bocadinho a mais do que um bocadinho a menos... Força nisso!
  13. Ora bem, eu vou tentar ajudar com o que sei: As divisórias poderão ser construídas em placas de gesso cartonado, isto é, estrutura metálica revestida com placas,isolamento acústico e uma segunda placa aparafusada por cima da primeira sendo esta num material chamado STO da Knauf... Poderá também ser construida em tijolo e depois revestida essa mesma parede com isolamento acústico e em seguida para o acabamento dessas paredes em diversos materiais e de diferentes texturas. Não te podes é esquecer que tanto no pavimento onde arranca essa divisória e onde acaba (tecto) terá de levar uma tela (anti-vibratória) (banda Vitolene)... O barramento das placas poderá ser feito á cor desejada da parede sendo este tipo de massa de juntas com características acústicas... Espero ter ajudado alguma coisa...:D
  14. Libertad

    porque será...

    Pois, tens razão! ..mas tinha que desabafar de uma forma directa ou frontal... Certamente era melhor continuar na minha porque nem eu tiro nada a ninguêm e ninguém me tira nada a mim... Desculpem-me a sensatez e siga para bingo!!!
  15. Libertad

    porque será...

    Eucostumo visitar (quase) diariamente este forum e o que pude constatar foi que muitos dos tópicos são de ataques a uns e outros... mais isto do que uma discussão construtiva para ajudarem os estudantes a melhorar a sua forma de trabalhar e de apresentação. Agora quanto a dúvidas; posso dizer que existem 3 ou 4 pessoas neste forum sempre prontas a ajudar e ajudam equanto outros preferem destabilizar... enfim.. Depois aparecem por cá uns paraquedistas, que vendo o estado da coisa, aproveitam para colocarem as perguntas mais estúpidas e descabidas porque deve ser uma granda galhofa lendo depois as respostas... Eu também gostaria de ver este forum mais activo e mais instrutivo, digo isto na qualidade de estudante do 3º ano de arquitectura. Cumprimentos.
  16. 1º, um curso de Lingua Portuguesa... depois falámos!? Os pistões e as bielas sincronizadas...:engenheiro:
  17. Olá bkorg. Compreendo que tenha interesse por arquitectura e como tal gosta de ver algo de novo e na vanguarda e porque não, um seguimento do que mais contemporãneo se consome mas, pelo que já vi neste forum, não é fácil apresentar um projecto banal porque imediatamente leva com críticas um bocado desmotivadoras mas também muitas críticas construtivas que são de interesse para quem ainda está a aprender. Não é fácil discutir o trabalho e empenho de outros, por isso...:\ Abraço!
  18. Talvez em países com cidades grandes e em que a população é imensa essa tipologia seja como uma necessidade para uma pessoa, um casal, um estudante... Sazonais... Em Portugal não deve nunca ser assim!!! - Penso eu... O Arquitecto não se deve aliar ao economista mas sim ao sociologo, antropologo e principalmente pensar um pouco por quem irá e deverá utilizar o espaço de habitar. A parte de economia pode ser pensada nos custos da obra e acessessibilidade que terá quem necessitar de um espaço para habitar... Temos de pensar na humanidade e pensar na NOSSA Sociedade...Portugal!!! Se debatermos a diminuição populacional e as suas causas já obteremos respostas (?) Nós Arquitectos ou, como no meu caso, futuro arquitecto, somos os responsáveis por muitos problemas sociais e não vamos ficar de braços cruzados a acusar os capitalistas e senhores dos investimentos mas sim actuar, pensar em soluções crediveis e estender-lhas na mesa mesmo que o sistema podre deste país nos aponte o contrário... Fiquem bem! :D
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.