Jump to content
Arquitectura.pt


JoanaSC

Membros
  • Content Count

    3
  • Joined

  • Last visited

About JoanaSC

  • Rank
    Turista
  • Birthday 11/08/1980
  1. Boa noite, de facto há marquises que são um horror, mas penso que não deveria haver proibição de as realizar desde que cada predio estipulasse um ou dois tipos de design que não afectasse a fachada do prédio. O que se passa para além da fealdade destas ditas obras é muito mais complexo. Uma cultura de Marquise enraizada, muitas vezes por necessidade de espaço ou protecção contra a intempérie, uma vez que só em Portugal é que se passa frio em casa no inverno, não existe rigor na contrução e isolamento térmico. Outra coisa horrenda são os estendais, mas fica aqui uma dúvida que me assola há já algum tempo: Se na década de 70 e 80 ATÉ nos prédios de habitação social havia espaços próprios e camuflados para estendais, porque é que no Século XXI se constroem centenas ou milhares de prédios novos com estendais a descoberto ou simplesmente se esquecem de colocar estendais? Estaremos condenados a ter todos máquina de secar poupa de categoria C! Face a isto, não havendo estendais e sendo a sua necessidade premente, fica ao critério do morador (muitas vezes com deficiencia de sentido estético) colocar o dito estendal onde quier, como quiser, estragando o que lhe apetecer, sem pensar nos outros! Somos um pais bonito, com cidadãos feios, prédios feios, estendais feios, e com muuito frio dentro de casa! Cabe-nos tentar mudar estas condições e sobretudo aprender a poupar energia! A legislação deve ser rigorosa para evitar desastres estéticos! Cumprimentos
  2. Argos, Gibag, Pedro Barradas e Arq_Castro, muito obrigada pelas respostas e pela sua celeridade. Decerto darei importância às opiniões apresentadas e irei ver no forum sobre o tema "LSF". Cumprimentos,
  3. Olá a todos, venho perguntar ao fórum o que se sabe sobre construção em estrutura de aço (light steel framing)! Sei que existem já algumas empresas em portugal na zona norte mas gostava de ter uma ideia se os custos inerentes à construção de uma moradia unifamiliar nestes moldes diferem muito da construção tradicional. Pergunto também se poderei recorrer a qualquer arquitecto ou se será necessário que o prejecto seja realizado apenas por pessoas ligadas a este tipo de contrução. As vantagens de rapidez, liberdade estrutural, protecção anti-sismica e construção seca serão mesmo reais face a uma construção em alvenaria ou similares?? Cumprimentos, Joana PS. Não sou arquitecta nem pretenço a qualquer actividade do género, sou apenas uma cidadã em pesquisa, pelo que peço desculpa de antemão se utilizei termos incorrectos.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.