Jump to content
Arquitectura.pt


els7

Membros
  • Content Count

    9
  • Joined

  • Last visited

  1. Quem nos dera a nós, arquitectos em Portugal, ter as condições que um estagiário saído da faculdade tem na China! Ok, não ganha realmente muito (mas nem vou falar do custo de vida em Shanghai, comparando com Portugal). em média um arquitecto estagiário ganha 300, 350€ por mês, com contrato, fundo para habitação (todos os chineses têm direito a este subsídio) e no final do ano chinês, têm direito a um bónus que podem ser de 1 a 3 salários (depende do trabalho ao longo do ano - eles não trabalham 12h por dia porque são "obrigados", ma sim porque estão a lutar por uma posição melhor e mais dinheiro)... e estou a falar de um estagiário... escravatura?... Nem vou falar no nível de respeito que senti pelos arquitectos e pela nossa profissão, algo que aqui em Portugal raramente senti... Falo do que sei, estive lá a trabalhar uns tempos e aproveitei para fazer uma "prospecção" dos salários dos chineses na arquitectura... lol... realmente senti-me envergonhada do nosso país... mas que fazer? de graça não trabalho, portanto acho que vou mudar de profissão!
  2. por favor.. acho que para dia das mentiras, podiam ter sido mais originais. isto é demasiado óbvio!!
  3. Margarida, Sim tem toda a razão, pelo que me apercebi na altura que pesquisei sobre o assunto, as coisas sobre esta matéria vão tomar os mesmos moldes que a Certificação Energética... Eu neste momento, não estou ao corrente da situação em termos de SCI, mas encontrei este mail de esclarecimentos, que recebi em Março de uma entidade, relativamente a este assunto. Mas eu não sou concerteza a pessoa mais indicada para lhe dar estas informações, visto haver aqui no fórum pessoas com conhecimentos específicos na matéria. No entanto, aqui vai a resposta que me deram relativamente às categorias: "O artigo 16º do DL 220/2008 estabelece que para 3ª e 4ª categoria de risco é preciso que o projectista seja membro da OA, OE ou ANET e que seja reconhecido pelas respectivas associações como tendo habilitação especial para projectos da 3ª e 4ª categoria de risco. As associações podem fazer esse reconhecimento através da experiência curricular (mínimo 5 anos de projecto na área de SCI) ou através de formação específica reconhecida pelas associações em protocolo com a ANPC. Em relação à 1ª e 2ª categorias de risco o decreto é omisso, sendo possível a interpretação (por omissão) que qualquer pessoa pode assinar os projectos. No entanto, a "Ficha de Segurança" que substitui os projectos nos edifícios de 1ª categoria de risco (excepto UTs IV e V) tem um campo de preenchimento onde se exige que o signatário seja membro da OA, OE ou ANET.".
  4. Só dei uma das várias informações que me foram dadas, quando me interessei em abordar o assunto. Não pretendo, nem nunca pretendi tirar o que quer que fosse chamado de "cursinhos que não sejam o bastante", que não tivessem qualquer reconhecimento junto das entidades competentes. Aliás, as entidades que dão esses "cursinhos" não pretendem esconder que estes só servem para pessoas com conhecimentos e experiência na matéria, funcionando apenas como upgrade relativamente à legislação agora em vigor. Assim, e como não pretendo exercer qualquer função para a qual não tenho "habilitações" e conhecimentos suficientes, fico à espera que existam Cursos de Formação nesta área. E este é o meu critério, porque felizmente tenho que fazer...
  5. quanto ao mesmo tipo de questões, obtive várias respostas, mas ninguém com certezas. esta foi um exemplo: "Infelizmente as Ordens (OA e OE) e a ANET ainda não tem cursos reconhecidos pela ANPC e nem se sabe quando esses cursos aparecerão. No dia 27 de Maio de 2008 na Ordem dos Engenheiros foi dado conhecimento que estaria em curso uma tentativa para se avançar para propostas de cursos da OE a submeter à ANPC. Neste seminário também foi dito que “a vida continua” e portanto e até prova em contrário os Engenheiros da OE e da ANET e os Arquitectos da OA podem elaborar projectos até sair algo de concreto sobre esta matéria, devendo no entanto compreender bem o Regime Jurídico e o Regulamento Técnico de SCIE" Autodidatismo??
  6. obrigada. sim, já me dei conta disso. até não me importava de ir de propósito ao algarve para fazer a formação, mas parece-me que é apenas uma reciclagem para quem já faz estes projectos há algum tempo... não consigo encontrar um curso a sério relativamente a este assunto! mas andei aqui no fórum a pesquisar e alguém disse que isto ia ser tipo os cursos para peritos de RCCTE... não me admira nada!!!
  7. muito obrigada! fica um bocadinho fora de mão, mas posso sempre tentar! não há muita informação sobre estes "novos cursos"... mais uma vez, obrigada!
  8. olá! alguém sabe onde se pode tirar essa formação? aquilo que fiz até hoje foi muito pouco na área, ou seja pela lei, se não tenho 5 anos de experiência comprovada, tenho que fazer formação. por mim tudo bem! mas onde?... tenho andado a tentar perceber onde se podem tirar essa formação e nada! alguém me pode ajudar nesta questão? obrigada!
  9. "Uma vez que a CML não remunera os seus estagiários e por uma questão de justiça e igualdade..." Que vergonha...
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.