Jump to content
Arquitectura.pt


BSD

Saídas Profissionais...

Recommended Posts

Eu na minha opinião todos os estagios deveriam ser remunerados, porque não deixam de ser trabalho efectivo. Relativemente à duração do estagio, isso é relativo, porque começas a estagiar/trabalhar no atelier, metes os papeis na Ordem, e se tudo correr bem ao fim de mês e meio o teu estagio é aceite, ou seja andaste ali mês e meio a trabalhar/estagiar no faz de conta. Em relaçao a estagios subsidiados pelo Estado, se tiveres um emprego terás que te despedir para te candidatar (genero concurso), a uma dessas miticas bolsas, que apenas se destinam a quem está no desemprego. Isto enquanto houver fundos..senão chapéu....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Que confusão anda nestas cabeças, a assustar o jovem!?;)

Mas se queres o meu conselho vai para medicina, ai sim ganhas o que queres a receitar aspirinas a torto e a direito!

P.S. segue os teus sonhos! não ligues à malta, o curso de arquitectura só queima metade dos neurónios!:margarida_beer:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tambem estou como muitas gente cá, ando na duvida no que seguir, ainda me faltam dois anos para poder tomar deçidir, mas se caso siga arquitectura estou a pensar mesmo em ir para o estrangeiro estudar, nao consigo ver futuro em portugal!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Antes, ou seguias um curso por paixão ou por dinheiro...Agora, ou vais para aquilo que gostas ou não! Já nada te oferece facilidades de emprego, até os enfermeiros estão desempregados! Segue aquilo que te dá pica, pois não vale a pena andares 5 anos em algo que não gostas, para enfrentar na mesma, uma taxa alta de desemprego.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu nao é o caso de se ganhar mais ao menos, simplesmente acho que no instrangeiro conseguirei ter melhor futuro isto é aquilo que sempre quis desenhar grandes progectos onde poderiam ser aprovados e onde haveria dinheiro para os finançiar nao sei se o que estou aqui a disser se está correcto!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas...

Estava a pensar em tirar o curso de arquitectura na FAUP, só que estão-me sempre a falar das más condiçoes da arquitectura protuguesa, no que toca ao emprego... ;)

Quais sao as possibilidades de arranjar emprego em Portugal?

Agradeço desde já toda a ajuda :margarida_beer:


sim está complicado. está difícil em todo o lado, mas provavelmente ouves isso em qualquer sitio, para qualquer profissão.. não te estou a dar novidade nenhuma.
a meu ver o problema do "está difícil" é que as pessoas ao saírem da faculdade limitam-se unicamente aos ateliers.... e isso sim, é burrice!
existe emprego para arquitectos, para fazerem arquitectura em muitos mais sítios e com a possibilidade (rara) de evoluir, crescer, aprender...
se ainda assim quiseres ir para um atelier, então prepara-te para trabalho precário em 80% dos casos, salários miseráveis em 90% dos casos e qualidade de vida 0 em 99% dos casos.
amor à profissão sim, mas sem escravidão sff

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se te estás a referir ao estado, bem digo-te já que tirando o LNEC (onde te tornas investigador); em tudo o resto não evoluis praticamente nada em termos de experiencia profissional de projecto, apenas ganhas um bom conhecimento da legislação urbanistica. Nas camaras municipais tirando 1 caso ou outro, tudo o que seja projecto publico é adjudicado a privados ....relativamente aos "etc´s" continuo sem saber o que são. Por isso, pelo menos aqui no nosso panorama nacional, se queres vingar na arquitectura, começa pelos ateliers, sejam grandes ou pequenos. Porque no Estado nunca irás ter o mérito ou reconhecimento....

Share this post


Link to post
Share on other sites
lol...da mesma forma como me respondeste. simplesmente nem me deu vontade para tal. fiquei sem saber se o que dizes é por experiência própria ou se "por que sim". se é porque sabes o que dizes ou puro preconceito.. mas quem sou eu para mudar a mentalidade de seja de quem for? ;) quem opta por trabalhar num gabinete publico tem uma vida optima, um trabalho ainda melhor e ainda tem tempo para beber a bela da jola ao fim do dia e ter tempo de qualidade com a familia. sinceramente? continuem a amontuar-se nos ateliers e a ter salários maus e uma qualidade de vida intragável! LOL quero lá saber :) mas por favor.. não se queixem. a malta agradece :margarida_beer:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Querem uma resposta funamentada? aqui vai. Falando do poder central. Existe uma série de entidades de ministérios onde se faz projecto. Quando acabei o curso fui a procura delas e não me fiquei pelo preconceito, e não andei atrás dos gabinetes da "moda" para fingir que fazia projectos Fui parar a um serviço de estudos e projectos onde se aprende e trabalha a sério. Projectos de execução de edifícios públicos. Adjudicações fora? Apenas algumas expecialidades. Desde os primeiros riscos ao acompanhamento de obras, era tudo feito lá. Ao fim de 3 meses já tinha projectos à minha responsabilidade. Conseguem esta aprendizagem e responsabilidade em gabinetes privados e em estágio? Não brinquem comigo. Este gabinete, já não existe com as fusões que tem havido, mas continuam a existir locais com essas características. Eles não fazem publicidade, é preciso procurar. Quanto às câmaras, Narayan, Tenho colegas que lá só fazem projectos. Não há apenas arquitectos nos serviços de apreciação, contrariamente ao que se pensa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não ark..o meu objectivo é crescer e aprender enquanto arquitecta e não ser escravizada.. neste momento tenho mais responsabilidades e mais trabalho do que se estivesse num atelier xpto onde provavelmente passaria 70% do meu tempo a ser "macacao de autocad".

Conheço pessoas, organismos, empresas. Não estou 14horas fechada com o nariz enfiado no ecran do pc, conheço as várias dinâmicas de um projecto, desde o 1º risco no papel até à sua habitabilidade e tenho responsabilidades onde o meu trabalho é reconhecido. tenho o previlégio de ter um verdadeiro estágio para a OA, com qualidade, com remuneração, com aprendizagem que muito poucos poderão orgulhar-se.

Mas se é assim tao importante falar de arquitectos de nome na praça, deixa-me dizer-te que neste momento estou a colaborar (desde a concepção até à materialização) com 2 deles em circunstâncias que seriam impossiveis se tivesse num atelier.

Gostei bastante da resposta do gibag. resume tudo aquilo que é importante e essencial.:margarida_beer::palmas:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também podia estar para aqui numa de puro marketing e blá, blá, blá, mas como já conheço os dois lados, uma coisa posso asseverar, trabalho a sério, esforçado, prazos para cumprir, nervos à flor da pele, fazer um pouco de tudo, só a trabalhar para gabinetes privados, de onde INVARIAVELMENTE o grosso da qualidade dos melhores projectos radicam... a ganhar mal, algumas vezes.

É preciso dar exemplos?

P.S.

O projectos do poder central, não se sujeitam ao normal licenciamento, é caso para dizer, assim TAMBÉM EU!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.