Jump to content
Arquitectura.pt


tiagobarbosa

"Arquitectura Cega"

Recommended Posts

Gostava que me ajudassem a encontrar um arquitecto cego porque queria desenvolver um trabalho dentro do tema.

Encontrei o arquitecto Calos Mourão Pereira que ficou cego em 2006 e já desenvolveu alguns trabalhos depois de cego e para pessoas com necessidades especiais. www.carlosmouraopereira.com

Encontrei também uns artigos do arquitecto brasileiro Alexander Pilis que desenvolve a teoria do paralaxe mas não é bem isso que pretendo.

http://www.theblindarchitect.com/

Arquitectos estrangeiros cegos e artigos sobre arquitectura para cegos é o que mais me interessa.

obrigado

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não te posso ajudar, pois não conheço nenhum. Acho que um músico surdo pode escrever música, mas um arquitecto cego... Mas recentemente veio parar-me às mãos um pequeno livro de Diderot (o autor da famosa enciclopédia) intitulado "Carta sobre Cegos", onde ele relata vários casos de cegos prodigiosos: matemáticos, geómetras, músicos, filósofos, etc. Nas suas entrevistas aprendi várias coisas sobre os seus hábitos: a obsessão pela arrumação; o gosto pela simetria; o facto de gostarem de viver à noite - altura em que não estorvam nem são estrovados; a forma como concebem o mundo em função do tacto, e como consideram a vista uma extensão do tacto. É uma atêntica lição de filosofia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tiago
Posso ajuda-lo caso ainda tenha interesse.
Minha dissertação de Mestrado tratou desse tema, discutindo principalmente, o que sobra da arquitetura qdo se priva da visão.
Abaixo insiro meu resumo, caso tenha interesse, meu email: kclpaula@gmail.com

042 - Paula, Kátia Cristina Lopes de
Número 042 / 283
Defesa/aprovação 01/03
Autor: Paula, Kátia Cristina Lopes de
Orientador: Duarte, Cristiane Rose de Siqueira
Título
A Arquitetura Além da Visão: uma reflexão sobre a experiência no ambiente construído a partir da percepção de pessoas cegas congênitas
Resumo
Desenvolvido com base no conceito da experiência espacial, este trabalho procura demonstrar como os cegos congênitos vivenciam e constroem mentalmente o ambiente arquitetônico. Analisa, através dos conceitos e teorias desenvolvidas por TUAN, RAPOPORT, SCRUTON, MACHADO e VILLEY, as percepções compartilhadas pelos cegos do ambiente construído. O trabalho comenta, ainda, todo a capacidade imaginativa dos cegos na construção do espaço arquitetônico. Os elementos embasadores do estudo foram obtidos por meio da pesquisa de campo que compreendeu entrevistas semi-estruturadas realizadas com cegos congênitos; experimentos efetuados no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), na Cidade do Rio de Janeiro, e os mapeamentos cognitivos que se transformaram em fundamentos e complementaram as informações necessárias. Em síntese, este estudo objetivou, ao abstrair a visão da percepção arquitetônica, fazer emergir outras propriedades espaciais que proporcionam bem-estar ao homem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.