Jump to content
Arquitectura.pt


RosalinaSilva

Desesperada à procura de um atelier em Setúbal

Recommended Posts

Boa tarde!!!!! Ando a procura de trabalho num atelier em Setúbal ou nos arrendores....:) Alguém me pode ajudar???? Sou uma jovem arquitecta que está prestes a terminar o curso profissional de medições e orçamentos na construção civil...neste momento estou a fazer um estágio profissional em Lisboa (para ganhar mais uns trocos), mas termina em Novembro!!!!;):cry2: Já comecei a enviar curriculos mas até agora não tenho obtido resposta....(só para essa zona já lá vão mais de 60 cv's)... Alguém me pode ajudar?????????? Obrigada....:s

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enviar currículos é para eles, na melhor das hipóteses, acabarem numa capa cheia de pó, porque na pior... nem é preciso dizer... O melhor a fazer é marcar uma entrevista e entregar o currículo em mãos. Dá uma imegem diferente das pessoas e tu própria já ficas a conhecer o local para onde podes ir trabalhar...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assim já não sei... Se não for mais nada sempre podes ir para fora... há mais oportunidades e o salário é uns números mais alto... mas é uma decisão sempre difícil de tomar, porque implica muita coisa... ...de qualquer forma boa sorte...

Share this post


Link to post
Share on other sites

;) ...é um decisão bastante complicada... principalmente quando já se vive junta com alguém...e esse alguém tem um trabalho fixo (tipo contrato efectivo)!!! Mas pronto...vou tentando...nem q seja p uma caixa de supermercado :) não podemos é ficar de braços cruzados...nem depender dos pais e do namorado ou marido para sempre...:s

Share this post


Link to post
Share on other sites

As vezes faz-me confusão como é que uns arranjam tão "facilmente" e outros demoram imenso a encontrar... É dificil entender que em 300 gabinetes, nenhum tenha disponibilidade para te receber...ou então é o CV que não os está a convencer... Gostava de compreender... :nervos:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá people!!! Sinceramente tb ñ sei o q se passa...pois das cinco entrevistas que fui...todos gostaram do portfolio...e o cv é normal, digo simplesmente o fiz e quais os meus interesses...(para quê inventar???)... Enfim...mas não desisto...agora vou rondar a zona do seixal, almada etc...sempre fica mais perto de setúbal...:)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Antes de pedir à empresa um estágio profissional (para ganhar + uns trocos) estava a ganhar 500 euros por mês, achas q sinceramente é muito????? Pelo menos o q uma empregada doméstica ganha....(sem licenciatura, sem curso nenhum:( )... Tenho uma amiga minha que já se sujeitou ao ordenado mínimo nacional...isto está mesmo mal...e eu tenho consciência disso...por isso só peço...900 por mês..(nem peço à hora...nem as horas extras que faço...) dá por volta de 5 euros à hora em 22 dias...enfim...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rosalina, depois de ler aqui no fórum todo o esforço que já fizestes para arranjar um emprego, aconselho-te a esquecer os CV e tentares arranjar um construtor, não precisa de ser grande construtor e tenta convence-lo a entregar te um trabalho, mas desde já te aviso nesse trabalho não cometas loucuras em termos de projecto, ou seja faz um trabalho agradável mas sem grandes "confusões" de linguagem estética, infelizmente esse construtor pode não estar habituado a esse tipo de trabalho e certamente não te vais entregar mais nada para fazer, por isso põe no projecto o que ele te pedir e depois com o tempo e em outros trabalhos já estas mais à vontade para propor outro tipo de trabalho, não te falo como Arquitecto porque na verdade não sou, sou desenhador à mais de vinte anos trabalho para vários arquitectos, engenheiros e construtores e sei do que estou a falar. E depois atraz desse construtor vem outro e outro e vais ver que vais tirar mais proveito que ires ganhar 900 euros para um gabinete onde podes evoluir em termos de desenho arquitectónico mas em termos comerciais vais ficar muito limitada, pois isso aconselho-te a ir a luta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Numa fase inicial é preciso ter atenção a vários aspectos.
1º por muito importante que seja o dinheiro nesta fase é mais importante se no sitio onde se está, mesmo a ganhar muito pouco, se esse sitio nos dá informação útil, tal como se constroi na região como se move o mercado como se lida na instrução dos processos em termos camarários etc, etc,
isto implica que o esforço de penetração seja mesmo á custa de baixa remuneração pois de certeza que se conseguirmos mostrar eficiência e retirar experiência, começam a aparecer outras oportunidades.

enfim primeiro é preciso semear.

2º Tenho a sensação que quando vejo as bolsas de emprego, que a maioria dos recem formados tem aquela filosofia que tirei o curso e agora quero um gabinete que me dê um salário razoável assim como trabalho agradável.

3º Parece que o resto do pais não existe "... área de Lisboa..."....há que vir para o terreno de qualquer maneira, isto numa fase inicial é muito importante.

4º há que entender que esta profissão não é só o desenho, é saber construir, é fazer as casas reais, as alterações da casa do vizinho etc...como se inicia uma obra...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ola Rosalina, em relação ao pedido de emprego não concordo com algumas coisas que foram ditas anteriormente, pois quem quer trabalhar arranja sempre trabalho, além disso se nos condicionar-mos aos grandes centros que já se encontram saturados, aí sim é mais difícil encontrar trabalho.
Faz bem pouco tempo que no site de algumas câmaras pediam arquitectos para o interior do país, norte e algarve e depois as vagas nem sempre são preenchidas, mas nem sempre as pessoas estão predispostas a deixar o local onde habitam.
Além disso se pensarmos bem existem inúmeras formas às quais um arquitecto está ligado e que por consequencia poderá ter trabalho, há que saber procurar também e ser presistente e ter ideias a não ser que se pretenda estar confinado a um gabinete e trabalhar por conta de um patrão sem muitas dores de cabeça e ordenado contadinho no fim do mês. Nem sempre se consegue algo perto de casa.
De qualquer forma neste momento estou a fazer entrevistas para abertura de atelier na zona de azeitão se estiveres interessada, envia cv para atel_rc@hotmail.com.

Em relação ao comentário de Marco1, estou plenamente de acordo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi rosalina, não quero desaminar-te, mas quando terminei o curso enviei mais de 150 CVs.... Foi muito complicado e isto só para o estágio, tudo pq eu não aceitei estágio não remunerado. Neste momento vou trabalhando aqui e ali, conforme os projectos que aparecem, mas não tá fácil. Podes ter mais sorte se procurares mais para o interior.... é mais fácil. Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Podes ter mais sorte se procurares mais para o interior.... é mais fácil.



É mais facil porquê? Não há crise no interior? Aliás, aliado à crise, aqui impera o 73/73!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

É mais facil porquê? Não há crise no interior? Aliás, aliado à crise, aqui impera o 73/73!!!


Infelizmente a crise existe em todo o lado... quando digo que é mais fácil no interior, falo por conhecimento de causa.

Tenho vários colegas que por se deslocarem dos grandes centros... tanto para norte como para sul, mas essêncialmente para o interior do país, conseguiram, sem dificuldades bons empregos.

Claro que em período de crise tudo é relativo, mas que é mais fácil, é.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu estou no interior e facilidades não vejo nenhuma! Aliás gabinetes a fechar é o que não falta por ai! Consequentemente, tenho colegas meus que sairam daqui porque nas grandes cidades é que se safam... Isto é tudo uma questão de sorte, e factor C...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta situação acontece devido a muitos "ricos" que estagiam de graça, o que, como é óbvio, estraga qualquer hipótese de no futuro haver condições. Para não falar nas carradas de pessoal que entra todos os anos para as universidades... a Roseta em vez de andar por aí a oferecer casas de borla aos ciganos, podia olhar para esta situação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que raiva!!! Lá voltamos nós ao tema da cunha... :) Hoje em dia até para um mísero estágio é necessário isso....... Bom eu nao posso me queixar... Coloquei um anuncio na Ordem ( nao tinha ( nem tenho) cunhas). Passado uma semana estava a estagiar e espantem-se pagavam me!!!!!!!! :clap: Por isso pessoal lembrem-se nem tudo é mau... Não desesperem!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.