Jump to content
Arquitectura.pt


Carolinebilker

Dicas de como se portar em uma entrevista

Recommended Posts

Primeiramente bom dia a todos meu nome é Caroline Bilker sou do Brasil e gosto bastante de Arquitectura porem hoje venho dar outra informação a vocês tão valiosa quanto uma vaga de emprego. São dicas que encontrei em um site Brasileiro na sessão de empregos de como se portar em uma entrevista.

Eu como estou no mercado sei como isto é importante, cada detalhe na hora de contratar um funcionário faz a diferença. Segue as dicas, beijos! ;)

Postura, linguagem corporal, apresentação e fluência verbal influenciam na contratação

Durante uma entrevista de emprego não é só a competência profissional dos candidatos que está sendo avaliada. O entrevistador tenta “ler” praticamente todos os sinais do entrevistado. Por isso, falar bem e jamais mentir durante um processo de seleção são pontos muito importantes. Mas várias informações não-verbais também são observadas e podem definir uma contratação.


Segundo a psicóloga especialista em recrutamento do RHGroup Assessoria em Recursos Humanos, Raquel Dora, é durante a entrevista que o recrutador tem a oportunidade de avaliar o conteúdo do discurso e um conjunto de informações não-verbais utilizadas como critérios de avaliação, como postura, linguagem corporal, apresentação pessoal, fluência verbal, motivação e interesse pela vaga.


Outro item de peso nos processos seletivos é a língua portuguesa. O idioma bem falado e bem escrito é considerado positivo pelos recrutadores. “Infelizmente vejo pessoas graduadas e bem qualificadas que comentem deslizes que podem comprometer todo o processo seletivo por conta dos erros de português e vícios de linguagem”, diz a psicóloga.


Para Ricardo Nogueira, headhunter da Case Consultores, a primeira coisa que prejudica o sucesso em uma entrevista é a pessoa mal vestida. O profissional afirma que o gerundismo também desperta a antipatia do entrevistador. “As empresas pedem português impecável", diz.


Na hora de fazer seu marketing pessoal, ou seja, resgatar os bons momentos da carreira, falar das qualidades, aptidões, demonstrar o grau de interesse pela vaga, segundo Raquel, é muito importante ter humildade. “Quem acha que já sabe tudo não se desenvolve. E pensar dessa forma pode colocar a oportunidade em risco”, diz a psicóloga. O headhunter da Nishimura Associated, Renato Nishimura, lembra que há momentos adequados para acrescentar uma informação positiva, pois fazê-lo constantemente é mal visto.
“A entrevista se torna confusa, desorganizada, e perde o foco”, afirma.
Manter a calma e ser espontâneo durante a entrevista é o ideal. As informações devem ser ditas naturalmente e não decoradas. Raquel ressalta que o grande erro dos candidatos é tentar dizer o que o entrevistador quer ouvir. “Agir dessa forma invalida todo o processo. Uma resposta decorada é perceptível aos ouvidos do bom entrevistador.”


Uma das exigências do mercado de trabalho é o conhecimento de uma segunda língua. É comum o candidato, mesmo sem possuir o domínio do idioma, ressaltar no currículo que possui fluência ou nível avançado. De acordo com a psicóloga, durante um processo de recrutamento, a verdade deve sempre ser dita. “O entrevistador considera muito mais a pessoa que admite que não sabe, mas gostaria muito de aprender, àquela que tenta enganar, ressaltar qualidades que não possui. Não há problema em dizer que desconhece determinado assunto se é algo que não entende. Caso não saiba, não deve inventar.”

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu já fui a uma entrevista no RH group, achei aquilo tão ridículo que fiz tudo para não ser selecionado... e consegui. Numa época em que impera o vale tudo, ainda falam de recursos humanos, que palhaçada que isto tudo é! Marketing Pessoal? Mas, quando é que se dá um passo em frente neste País?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá ARK cuidado com essa expressão "Angola é o Paraíso", pois eu estou em Angola e sou tb Angolano e não é bem assim...para a nossa "classe" (Arquitectos) isto aqui não é la mto bom..pois há falta de cultura....O arquitecto no verdadeiro sentido da palavra aqui em Angola ainda não é bem visto....pois os gostos aqui são mto duvidosos....mas para quem é pato bravo esses sim vêm isto com grandes oportunidades...mas tb digo-te aqui para os clientes pagarem é um caso sério....Podes ter 10 projectos para fazer e com muita sorte desses 10 projectos 1 é que vai para frente....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Reparou que coloquei o "?" Eu não percebo porque é que as pessoas que propalam esta ideia de Angola, não fazem as malas e vão para lá!!! Sinceramente não percebo, eu sempre fui um pouco lento a perceber as coisas... idiota mesmo, ignorante crasso. (*******!)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.