Jump to content
Arquitectura.pt


Recommended Posts

Boas, Pessoal, ouvi falar de um material chamado ciclo-cimento (acho que é assim que se escreve). Sei que é um material preparado para ter a aparencia de terra batida, e que é à base de argila, areias e pegamentos. Mas nao tenho mais informação. Alguem sabe o que leva ao certo? Espessura? textura? etc... tou farto de pesquisar na net e nao encontro nada em concreto. Obrigado, :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não estarás a confundir com solo-cimento? Em Portugal usava-se (inclusivamente está normalizado) para a pavimentação de caminhos secundários e consistia na mistura de cimento a terras argilosas o qual, depois de levar água de modo a conferir um teor de humidade pre-determinado, apresentava um grau de consistência que permitia suportar o tráfego leve durante bastante tempo. Creio que na América latina utilizam também essa técnica para fazer blocos de construção em terra, semelhantes aos nossos adobes (substituíndo a cal pelo cimento).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este tipo de sistema revestimento utiliza-se na pavimentação e é utilizado nos paises pobres como pavimento das casas, nos paises ricos utiliza-se nos caminhos pedonias (e de veiculos com pouca tonelagem) dos parques urbanos para durar mais tempo e suportar as águas pluviais. Qualquer empreiteiro que está habituado a fazer passeios e caminhos tem a sua fórmula (traço), por isso o m2 não é caro!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os calceteiros usam o mesmo princípio, quando misturam pó de pedra (outras vezes cimento) na areia com que fecham as juntas das pedras que depois são regadas. Este tipo de junta aguenta-se muito mais tempo. No fundo aquilo que se faz é um betão de fraca qualidade, misturado quase a seco e regado no final. Atenção ás terras utilizadas e a aparência final pode não convencer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

PCArq, Estás enganado. Isso a que tu te referes chama-se "argamassa seca" e consiste em juntar uma pequena porção de cimento ao leito de areia (ou de saibro) das calçadas. Não tem nada a ver com o solo-cimento. Este último é complicado de fazer e exige conhecimento e tecnologia que ultrapassa o mero calceteiro, e apenas algumas empresas de estradas o saberão fazer como deve ser. A tecnologia do Solo-cimento encontra-se regulado pela especificação E 304-1974 do LNEC. Para além do que disse na minha mensagem anterior, muito embora ele, antigamente, servisse de faixa de rodagem aos caminhos rodoviários com pouco tráfego, ainda hoje tem interesse para corrigir a natureza dum mau solo de fundação (na contrução de estradas, fundamentalmente) de modo dotá-lo de características que o tornem apto na formação de sub-bases de pavimentos rodoviários de betão betuminoso, com potenciais e significativas reduções de custos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agradeço a precisão. Não sou especialista. No entanto a alusão tinha a ver com princípio técnico utilizado - inerte, ligante, água, compactação > base estável, que tem semelhanças com o processo de execução do solo-cimento, sendo que nesse caso o inerte é o solo local, seleccionado ou melhorado, de preferência com elevado teor de areia ±70%. Efectivamente o conceito de solo-cimento é muito mais abrangente do que as aplicações rodoviárias recentes. Genericamente abrange todas as misturas de cura húmida e compactação com recurso à adição de solos, como por exemplo na construção de adobes, ou paredes monolíticas (taipa). Esta mistura é por vezes enriquecida por cal ou cimento em percentagens muito reduzidas ≤3-4%. Dependendo da finalidade, o solo-cimento pode ser executado sem grandes meios técnicos, já que o processo de fabrico é semelhante ao de um betão pobre. Daí este material ter imensas aplicações populares sobretudo em pavimentos, pela economia e facilidade de execução. Os pisos térreos de habitações, celeiros, armazéns ou pátios de casas rurais, são disso exemplo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.