Jump to content
Arquitectura.pt


JVS

Porto | Dragão Caixa - Pavilhão do Dragão | Manuel Salgado

Recommended Posts

Porto | Pavilhão do Dragão | Manuel Salgado

Pavilhão do Dragão quase pronto

"Caixa Mágica" evolui sem derrapagens e terá piso igual ao do Palau Blaugrana (Barcelona)

01h27m

MIGUEL AMORIIM

Há dias foi a vez do Vitalis Park. No próximo ano, o brilho vai para o Dragão Caixa. O esqueleto do pavilhão já existe, a obra é entregue em Abril de 2009 e o piso será igual ao existente no Palau Blaugrana, do Barcelona.

Compatível com o Estádio do Dragão, funcional e poupado nos gastos. Três ideias chave passadas ao papel pelo arquitecto Manuel Salgado (o mesmo autor do estádio) para o pavilhão, cuja obra cresce a olhos vistos, de dia para dia, a cargo da Somague (também responsável pelo Vitalis Park) e sob o financiamento da Caixa Geral de Depósitos, que, desde logo e em contrapartida, dá o nome à nova casa dos dragões para o hóquei em patins, o basquetebol e o andebol.

O lançamento da primeira pedra foi feito, de forma simbólica, por Pinto da Costa, mas, em força, a empreitada teve início a 30 de Novembro de 2007. Desde essa data muito foi feito. A fase das estruturas está consolidada. No passado dia 19 de Agosto, os trabalhadores celebraram a conclusão do esqueleto da nave. Na gíria é a chamada "festa de pau de fileira". Movimentos de terras, trabalhos de fundação e colocação de estacas (três quilómetros de estacaria), ocuparam, diariamente, entre 100 a 110 operários, que superaram, com êxito, a exiguidade do local da construção.

A falta de espaço obrigou a cortes no trânsito e ao recurso às autoridades, assim como à requisição de licenças, mas estas despesas extra entram na contabilidade geral e não conduzem a desvios no orçamento, cifrado, desde o começo, em 12 milhões de euros. Até Abril de 2009, a coincidir com mais um aniversário de Pinto da Costa na presidência do F. C. Porto, o empreendimento estará finalizado.

De ora em diante, os trabalhos incidem na cobertura, no revestimento exterior (em betão branco, a combinar com o estádio), assim como nos acabamentos em geral. A instalação do pavimento é uma das etapas. O piso também é revelador da exigência de qualidade do projecto. Foi inspirado no Palau Blaugrana. Dadas as boas relações entre o F. C. Porto e o Barcelona, da ideia se passou facilmente à prática. A clareza do pavimento foi um caso de amor à primeira vista. A madeira vem do Canadá e a opção tomada não deixa dúvidas ao F. C. Porto. Basta ver os títulos somados pelas modalidades do Barcelona. O "bunker" portista terá quatro pisos, obedecendo a padrões ambientais. Exemplo disso é a utilização de painéis solares para o aquecimento das águas. O Dragão Caixa vai ser um apêndice do estádio na troca de sinergias. A vídeo-vigilância e a alimentação energética estão na lista. É só esperar até Abril de 2009.

in http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=1010340

Share this post


Link to post
Share on other sites

22:33 - Futebol - FC Porto

Pinto da Costa revela os pormenores do Dragão Caixa

O presidente do FC Porto vai adiantar este sábado, os detalhes da inauguração do pavilhão que vai servir as modalidades do clube – Dragão Caixa.

A inauguração do pavilhão está marcada para dia 23, mas Pinto da Costa e José Araújo e Silva, administrador da Caixa Geral de Depósitos, vão este sábado levantar um pouco o véu do pavilhão, obra do arquitecto Manuel Salgado.

in http://www.ojogo.pt/Directo/NoticiaHora_futfcppintodacosta_170409_127826.asp

Ver http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=162768

Revista Dragoes - Receba um exemplar gratis!


17-04-2009 GERAL

Presidente apresenta primeiro vislumbre sobre o Dragão Caixa

Jorge Nuno Pinto da Costa, acompanhado por José Araújo e Silva, administrador da Caixa Geral de Depósitos, vai desvendar os primeiros detalhes em torno da inauguração do Dragão Caixa, o novo espaço de excelência do emblema portista. A conferência de imprensa que vai levantar o véu sobre a nova casa das modalidades do F.C. Porto está marcada para este sábado, às 11h30, no Estádio do Dragão.

Aproxima-se a passos largos a abertura do Dragão Caixa, inovadora valência de vanguarda que vai servir as modalidades de alta competição do F.C. Porto, com inauguração agendada para 23 de Abril.

Antes, já este sábado, o presidente azul e branco, acompanhado pelo representante da CGD, parceira do F.C. Porto na transformação do sonho Dragão Caixa em realidade, apresenta o primeiro vislumbre em torno da obra do arquitecto Manuel Salgado, igualmente autor do Palco de Emoções portista.

in http://www.fcporto.pt/Info/NoticiasGerais/infogeral_geralpintocostaconfanuncio_170409_43154.asp

Share this post


Link to post
Share on other sites

sou sportinguista, mas como desportista devo endereçar os meus parabéns ao FCP e ao seu Presidente. Pelo excelente projecto/obra que é o complexo desportivo das antas. Gostava de ver imagens e desenhos deste último projecto, alguém disponibiliza aqui.!?

Share this post


Link to post
Share on other sites








Portuguese architects Risco shared with us their project Arena Dragão Caixa, a pavilion for Porto Football Club. The project was completed in 2009 and has an area of 13,900 m2. You can see more images and architect’s description after the break.

The site, which is irregular in shape, is actually the left-over of a network of road infrastructures. The construction of the pavilion is particularly important in urban terms, because it closes the eastern edge of the Antas Detailed Development Plan.

Its location next to the Dragon Stadium, the Metro Station, and the superb views from the square around the stadium are all essential elements of the design.With seating for 2,000 people, the pavilion is intended to house the rest of the Club’s sports.

Fonte: Arch Dayli

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom :s Não conhecia o projecto ainda, mas sempre que passava na VCI perto do estádio, pensava: bolas, estou para ver como é que isto funciona por dentro, afinal é um edifíco em curva para albergar um programa obrigatoriamente ortogonal

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pavilhão do Dragão poderá receber eventos a partir de Maio


Obra supreendente, pela qualidade e pelo aproveitamento do espaço, o pavilhão do Dragão está quase pronto. Se forem cumpridos os prazos previstos, já poderá receber eventos desportivos a partir de Maio.

O dia 23 de Abril mantém-se como a data da conclusão da construção do pavilhão do Dragão, uma estrutura concebida para receber as principais modalidades do F. C. Porto - basquetebol, andebol e hóquei em patins -, mas também para proporcionar outro tipo de actividades, como, por exemplo, concertos de música e outros eventos de âmbito cutural.

"Esta é uma estrutura voltada para o futuro, para ser usada, pelo menos, nos próximos 50 anos", explica Eduardo Valente, director da PortoEstádio.

Esta ideia pressupõe um crescimento das modalidades do F. C. Porto. Com uma casa nova e tão versátil, será normal a criação de novas actividades. Embora sejam assuntos ainda do segredo dos deuses, espera-se que os dragões regressem ao voleibol e venham a estrear-se no futsal. Na visita guiada que o JN fez ao novíssimo pavilhão, Eduardo Valente e Luís Silva, responsáveis da PortoEstádio, deram conta de variadíssimos pormenores de uma estrutura suigeneris, primeiro erguida em altura - sobre pilares de dez metros -, depois "alinhada" pelo Estádio do Dragão e finalmente autonomizada num espaço próprio.

Quem julga tratar-se de um pavilhão pequeno, surpreende-se mal transpõe a zona de entrada do público, situada mesmo à saída da estação do Metro.

O aspecto mais curioso da primeira abordagem dentro do pavilhão é o visitante sentir-se como se estivesse no próprio Estádio do Dragão. Aliás, o arquitecto Manuel Salgado, autor do projecto do estádio, concebeu o pavilhão como uma continuidade do recinto principal dos portistas. As duas estruturas vão estar permanentemente ligadas, através de um corredor de serviço. O pavilhão recebe o sistema de aquecimento, de água e de electricidade do estádio. "Em termos de gestão técnica, o pavilhão será um apêndice do estádio", revela Luís Silva.

A gestão do espaço em torno da plataforma que serve de base do pavilhão permitiu a construção de três bancadas. Nelas estão a ser colocadas exactamente 2007 cadeiras, a capacidade do recinto em termos de espectadores. "Julgamos ser um número suficiente, se olharmos ao que hoje em dia se passa em termos de modalidades de pavilhão", considera Eduardo Valente.

Ao nível do espaço onde se desenrolarão os jogos, o pavilhão apresenta o que de mais moderno há. O piso é flutuante, aplicado em três camadas de madeiras canadianas.

A grande novidade técnica é o sistema de elevação das tabelas de hóquei em patins, inspirado no modelo do Palau Blaugrana - Pavilhão do Barcelona - e desenvolvido pela equipa técnica da PortoEstádio.

in http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=821456&page=6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.