Jump to content
Arquitectura.pt


kwhyl

se fazes sites como quem vê um filme

Recommended Posts

precisa-se jovem designer ou arquitecto com conhecimentos de webdesign para fazer um site à borla para fotógrafa|artista plástica em começo de carreira.


(contactem-me a mim, que depois será endereçado ás entidades responsáveis, ou seja, a minha namorada)

Share this post


Link to post
Share on other sites

deve ser uma boa sugestão, vamos ver mas o que agente quer é mesmo um gajo que saiba e tenha vontade de fazer um site, o que não deve faltar é gajos aí que até nem se importem de trabalhar a borla para ficarem com mais um exemplo para o portfólio. mas de qualquer forma, vamos mesmo ver a tua sugestão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

kwhyl, Não quero parecer censório, mas realmente, e vejo que não és só tu, a linguagem usada neste forum por algumas pessoas, penso que pode contribuir para uma menor qualidade do mesmo. Acho que o termo de gajos e ainda por cima na perspectiva de solicitatar uma colaboração a alguêm, não é propriamente a mais adequada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Num forum onde se queixam de trabalhar de graça... É irónico. Obviamente, se queres um trabalho com qualidade, terás que pagar... até porque os "gajos" do webdesign até nem têm pouco trabalho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa é boa.... Se o webdesigner quer fazer portfolio mais vale ele inventar uns sites para ele "à borla" do que estar a trabalhar para os outros à borla! é com cada uma... Se calhar essa tua amiga fotógrafa também trabalha à borla não?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente, para quem está a solicitar uma colaboração não remunerada, de facto não é propriamente a abordagem mais simpatica e mais adequada. Mesmo a consultar as pessoas correctamente será dificil arranjares alguem para satisfazer o teu capricho, a faze-lo desta forma duvido que consiga. Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora vamos começar


Marco1 : o que quer dizer censório?
“gajos”? como te tratam os teus amigos? Sr. Arquitecto? Tratam-te por você? Sua excelência? Alteza?
Eu trato os meus amigo por gajo e a maior parte das vezes por meu ******* (não vai aparecer mas percebeste), trato pessoas novas que acabei de conhecer por gajo, trato o meu pai por gajo (ah, e ele não me bate)
Irrita-me, para não ser ofensivo, como é que um gajo que estuda arquitectura, ou afins, pode no sec XXI achar que o termo gajo é depreciativo, fico realmente chateado
Em que mundo vives? No do Salazar? Na corte do sec XII? Eu vivo no sec XXI, não sei se conheces?

Domínio:
Trabalhar a borlasignifica 2 coisas. Ou fazer um favor a um amigo, ou a um desconhecido que até pareça porreiro, obviamente, depois de um conhecimento prévio, que obviamente, desculpa não ter escrito, pensei que no mundo em que vivemos fosse obvio que o facto de se fazer este favor se perceba que a isto sucede uma normal troca de favores, ai desculpa, não escrevi, acho que os webdesigners do sec XXI percebiam? Os futuros arquitectos não?

Asimplemind:
Outro dia vi-te no café au lait, tens boa pinta, o rui disse-me quem eras, pareces um gajo urbano, moderado, pelos vistos pareces só.
A minha namorada fotografa, como qualquer profissional recém formado, talvez o continue a fazer, já trabalhou muitas vezes a borla, em empregos, estágios, para amigos, amigos de amigos, solicitações deste tipo,
E eu também, farto-me de ajudar, quando posso e gosto..
Tu? Não ajudas ninguém? Da próxima vez no café au lait dirijo-me a ti e discutimos isto. não, se calhar já não me apetece.

Legrias:
Capricho? Define por favor que eu não percebi



Connecty e jvs, vocês continuam a ser as únicas duas pessoas que respeito neste fórum, mas têm aqui uma porcaria de um forum. Pouca gente tem cabeça para pensar e omitir opiniões construtivas e críticas, usam uma linguagem contraditória com aquela que é usada na época onde vivemos, falam de uma maneira “cara” e não admitem um termo corrente para se conversar. Acham-se os maiores, por saberem falar bem, sem atropelos linguísticos e pensam que com as criticas do gosto não gosto porque é plástico e materialístico chegam para se discutir arquitectura.


Mas o burro sou eu, por ler e querer dar a minha opinião, e querer ensinar o pouco que sei, creio que a estupidez dos comentários de hoje ao meu pedido foi a gota de água, creio que este fórum não é para mim, e para todos aqueles que compreendem o mundo como eu o compreendo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vamos lá a ver se nos entendemos... ser moderno não significa usar calão ou palavrões. e muito menos isso não é sinonimo de futurismo ou outra coisa que valha, como quiseste dar a entender...

ao contrario do que julgas, nem todos tratamos por "gajo" os amigos e os pais e como tal seria compreensível que tu entendesses isso.
alem do mais um fórum não é "porcaria" lá porque não dizemos gajo, bacano, sócio, ou outra linguagem do género, só porque sim, só porque é fixe, só porque assim sou moderno......

devias ter a mente tão aberta como tens a tua linguagem. e já agora, para mandar recadinhos pessoais bem podes usar as MP. sê crescido e respeita as opiniões contrárias às tuas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deixando de parte todas as bocas e picardias, aproveito para sugerir alguns suportes bem interessantes a quem anda neste mundo da fotografia digital:

http://www.carbonmade.com/
http://www.eyefetch.com/
http://www.onexposure.net/
http://www.behance.net/

Se quiser optar por algo mais personalizado, pode sempre optar por algumas soluções em software que concerteza ela já usa (fica uma sugestão para templates do Lightroom):
http://www.lightroomgalleries.com/category/template-downloads/

Sem dúvida alguma que será a forma mais rápida e eficaz de ela colocar os seus trabalhos online e actualizar periodicamente.

:)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peço desculpa pelo incómodo causado. Pensava que no mundo em que vivo não era insultuoso fazer este tipo de propostas ou troca de favores, se lhe quiserem chamar assim…claro que já trabalhei muito “à borla”, para amigos ao não…como fazer fotos de uma primeira obra de um jovem arquitecto, como fazer umas fotos de uma festa/cerimónia sem cobrar nada…para portfólio ou não…ou só por gostar de fotografar.

Asimplemind quando tiveres obra construída vais convidar e pagar ao Fernando Guerra para fazer o registo fotográfico da obra?
Ou vais faze-lo tu mesmo? Claro que deves ter bom equipamento para o fazer…e podemos pensar…não estarás a negar uma oportunidade a um fotografo? Porque não pedir a um amigo ou a um amigo de um amigo que seja fotografo? A verdade é que não existe uma ordem de fotógrafos…por isso qualquer um pode faze-lo…com isto não estou a fazer qualquer tipo de crítica.

Tudo isto só porque o meu namorado me ouve dizer todos os dias que me dava mesmo muito jeito ter um site…sempre que procuro trabalho e preciso de enviar fotos e fotos por mail…e como devem imaginar é complicado pagar quando não nos pagam nos…mas não sabia que a troca entre pessoas da mesma idade e mesma amplitude de trabalho fosse uma ofensa para quem leu o tópico do meu namorado.

Obrigado

A fotografa

Share this post


Link to post
Share on other sites

olha kwhyl Acho que fui bastante educado no meu reparo, mas acho que é melhor cresceres um bocadinho. Eu cá até não sou nada nove horas mas se me dirigires a mim numa relação profissional nesses termos, podes crer que te excluia de imediato. Tira as tuas conclusões.

Share this post


Link to post
Share on other sites



Asimplemind:
Outro dia vi-te no café au lait, tens boa pinta, o rui disse-me quem eras, pareces um gajo urbano, moderado, pelos vistos pareces só.
A minha namorada fotografa, como qualquer profissional recém formado, talvez o continue a fazer, já trabalhou muitas vezes a borla, em empregos, estágios, para amigos, amigos de amigos, solicitações deste tipo,
E eu também, farto-me de ajudar, quando posso e gosto..
Tu? Não ajudas ninguém? Da próxima vez no café au lait dirijo-me a ti e discutimos isto. não, se calhar já não me apetece.


O que tu não entendes é o que estás a defender. A partir do momento em que estás a recrutar alguém para fazer um trabalho por favor não me parece que seja o mesmo do que fazer algo para um amigo e por aí... ou terá? Se aparecer algum cristo que não se importe de o fazer, quem sou eu para o censurar... Há malucos para tudo.

E que interesse tem esse teu primeiro contacto visual comigo, quando já nos cruzamos dezenas de vezes... Não entendo onde queres chegar

Se te sentes tão frustrado com o fórum bem podes pôr os pés ao caminho e partir para outra... Ninguém aqui anda obrigado a cá estar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

kwhyl foste agressivo da forma que pediste o site. Podias ser mais inteligente e propor uma troca de serviços, ninguém trabalha gratuitamente: "Oferece-se portfolio fotográfico realizado por fotografa profissional em troca de website para a mesma" ... algo do género

E como ja deves ter reparado, afinal falta gaijos por ai até nem se importem de trabalhar a borla para ficarem com mais um exemplo para o portfólio.

Eu faço websites, dentro daquilo que eu consigo fazer, e acredita que dá muito trabalho para ser de borla, pelo menos se for para ficar alguma coisa de qualidade. São dias de trabalho, não se faz num fim de semana nem no final de uma tarde....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peço desculpa pelo incómodo causado. Pensava que no mundo em que vivo não era insultuoso fazer este tipo de propostas ou troca de favores, se lhe quiserem chamar assim…claro que já trabalhei muito “à borla”, para amigos ao não…como fazer fotos de uma primeira obra de um jovem arquitecto, como fazer umas fotos de uma festa/cerimónia sem cobrar nada…para portfólio ou não…ou só por gostar de fotografar.

Asimplemind quando tiveres obra construída vais convidar e pagar ao Fernando Guerra para fazer o registo fotográfico da obra?
Ou vais faze-lo tu mesmo? Claro que deves ter bom equipamento para o fazer…e podemos pensar…não estarás a negar uma oportunidade a um fotografo? Porque não pedir a um amigo ou a um amigo de um amigo que seja fotografo? A verdade é que não existe uma ordem de fotógrafos…por isso qualquer um pode faze-lo…com isto não estou a fazer qualquer tipo de crítica.

Tudo isto só porque o meu namorado me ouve dizer todos os dias que me dava mesmo muito jeito ter um site…sempre que procuro trabalho e preciso de enviar fotos e fotos por mail…e como devem imaginar é complicado pagar quando não nos pagam nos…mas não sabia que a troca entre pessoas da mesma idade e mesma amplitude de trabalho fosse uma ofensa para quem leu o tópico do meu namorado.

Obrigado

A fotografa


A fotógrafa: Neste mundo para se andar para a frente é preciso ter pernas. Quem não as tem ou faz por isso ou fica a ver as nuvens a passar no céu. Se eu não sei fazer um site tenho várias hipóteses. Ou peço a um AMIGO que não se importe de o fazer. Ou vou a um desses sites que o João Morgado colocou aqui e que são excelentes para o efeito. Ou ainda e tão simplesmente compro um domínio web para ter uma morada com www.afotografa.com e já que não entendo nada de html uso o meu programa favorito de retocar fotos, o Lightroom e crio as minhas próprias galerias personalizadas que depois é só colocar no meu domínio para a partir daí começar a enviar mails apenas com a morada www.afotografa.com. Nenhuma destas opções te satisfaz? Se calhar pode ser que o teu namorado não se importe de dar uns toques para andar com isso para a frente. Enquanto perdes tempo a pensar nisso já muita gente te passou à frente.

Se houver algum cristo que responda ao anúncio e não se importe de trabalhar nestes moldes, não tenho nada com isso, caso contrário tens de sair tu a sair do buraco sozinha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marco1: Aprendi, na minha experiencia de globalidade, que o trato, não precisa de ser uma coisa formal, alias, a informalidade desprende as pessoas e cria relações mais fortes, mais pessoais que muito ajudam na vida profissional. Temos das poucas línguas do mundo em que existe o “você”, somos demasiado formais, queremos ser tratados todos por doutores e arquitectos, se eu tenho nome, ou nick ou uma alcunha que gosto mais de ser tratado, é com essa que me apresento. A formalidade parece-me um objecto deste fórum que não se coaduna com os dias que queremos construir para o futuro, pelo menos eu não quero, e em todos os meus posts utilizo uma linguagem corrente, porque acredito na igualdade, porque acredito que somos todos um proto ou recém arquitectos que pensamos todos da mesma maneira e temos ambições de construir um mundo porreiro e não simplesmente, vivermos no mundo que herdámos, no Portugal atrasado em relação à evolução do mundo, e do trato. Bruno rosa “Eu faço websites, dentro daquilo que eu consigo fazer, e acredita que dá muito trabalho para ser de borla, pelo menos se for para ficar alguma coisa de qualidade. São dias de trabalho, não se faz num fim de semana nem no final de uma tarde....” Pois olha, eu não percebo nada de sites, nem de internet, fico contente por saber que os webdesigers estão bem na vida e não precisam de dar borlas para meter no portfolio. Acredito, infelizmente ou não, como arquitecto que vou dar muitas borlas a jovens casais que acreditem nesta coisa da arquitectura mas que não têm dinheiro para me pagar os honorários que a ordem obriga, pelo simples prazer de poder construir e pelo ainda maior prazer de alguém gostar do meu trabalho e um dia, não precisa de ser no imediato, me recompensar com qualquer coisa que eu precise dele.. Asimplemind “Neste mundo para se andar para a frente é preciso ter pernas” As pernas passam por isto mesmo que nós falamos desde a página 1, quando não se sabe/não se tem dinheiro pede-se, e para bom entendedor, quando se dá recebe-se, tal como nas prendas de natal, nem que seja porque a consciência é quilhada. E pede-se, porque parece-me, ao contrário de muitos de vós, nós acreditamos que um site feito por um webdesigner, personalizado, com a sua cunha pessoal, é muito melhor do que feito por um artista ou um arquitecto com ajuda de umas ferramentas Web, acreditamos na especialização, acho isso positivo. Por isso, as pernas, não servem para fazermos nós próprios mas para mandar fazer a quem de direito, a quem se especializou em tal coisa. Se, e ainda bem, não há Cristos no mundo do webdesign, ao contrário de qualquer outra área em Portugal..fantástico para eles, mau para nós que, eu pelos menos, como já expus acima, não me importo de ser Cristo, por prazer, por prazer do prazer de alguém. “Enquanto perdes tempo a pensar nisso já muita gente te passou à frente.” Pa, eu inda tou a estudar, a fotografa está a trabalhar e como tal, não tem tempo para brincar aos sites não profissionais, um webdesigner era a melhor escolha, se houver algum que um dia mais tarde precise de umas fotos de uma ***** qualquer, ou dum biscate num móvel lá em casa, ou dum tecto falso, disponha. sair do buraco? Qual buraco? Já tou cumó outro, é um capricho, quem vai a entrevistas leva-se a sí próprio e ao seu portfólio impresso, normalmente os patrões destas áreas teêm uma mente aberta, tratam-nos por tu, dizem asneiras, poêm-nos a vontade e vai-se tomar um café para continuar a conversa…parece que vivemos num mundo diferente… kwhyl

Share this post


Link to post
Share on other sites

Asimplemind

“Neste mundo para se andar para a frente é preciso ter pernas”
As pernas passam por isto mesmo que nós falamos desde a página 1, quando não se sabe/não se tem dinheiro pede-se, e para bom entendedor, quando se dá recebe-se, tal como nas prendas de natal, nem que seja porque a consciência é quilhada.
E pede-se, porque parece-me, ao contrário de muitos de vós, nós acreditamos que um site feito por um webdesigner, personalizado, com a sua cunha pessoal, é muito melhor do que feito por um artista ou um arquitecto com ajuda de umas ferramentas Web, acreditamos na especialização, acho isso positivo. Por isso, as pernas, não servem para fazermos nós próprios mas para mandar fazer a quem de direito, a quem se especializou em tal coisa. Se, e ainda bem, não há Cristos no mundo do webdesign, ao contrário de qualquer outra área em Portugal..fantástico para eles, mau para nós que, eu pelos menos, como já expus acima, não me importo de ser Cristo, por prazer, por prazer do prazer de alguém.

“Enquanto perdes tempo a pensar nisso já muita gente te passou à frente.”
Pa, eu inda tou a estudar, a fotografa está a trabalhar e como tal, não tem tempo para brincar aos sites não profissionais, um webdesigner era a melhor escolha, se houver algum que um dia mais tarde precise de umas fotos de uma ***** qualquer, ou dum biscate num móvel lá em casa, ou dum tecto falso, disponha.

sair do buraco?
Qual buraco? Já tou cumó outro, é um capricho, quem vai a entrevistas leva-se a sí próprio e ao seu portfólio impresso, normalmente os patrões destas áreas teêm uma mente aberta, tratam-nos por tu, dizem asneiras, poêm-nos a vontade e vai-se tomar um café para continuar a conversa…parece que vivemos num mundo diferente…



kwhyl


Pois "pede-se", mas não é com a arrogância nem com o gozo que ficou registado neste tópico. Porque traduzindo o que está escrito para uma linguagem mais simples (como tu aparentas gostar) o que está escrito é: Eu preciso de um site e quero que alguém que o saiba fazer, que o faça. Eu não tenho dinheiro para pagar mas também quem corre por gosto não cansa! Por isso se tu não tens mais nada que fazer na vida faz-me um site. Se não há cristos no webdesign é porque ainda ninguém te respondeu, felizmente... Porque antes de tudo mais, quando nos dirigimos a alguém que não conhecemos devemos ter respeito por essa pessoa. Não se trata de superioridade ou de boa ou má educação. Um lavrador perante uma pessoa que não conhece tem respeito. Fez parte da sua educação. É o que falta a muita gente que por aqui anda. Fazer um anúncio porque se precisa de algo e escrever como se a pessoa que irá responder é que nos vai ter de fazer esse favor é no mínimo arrogância. Já para não falar como tão bem entendes que te deves dirgir às pessoas que não conheces. Estás na tua liberdade. Até ao dia em que apanhares alguém mal encarado. Para tudo é preciso Respeito.

E sobre esse teu último parágrafo... não sei em que mundo vives, mas o que escrevi foi sobre o que estava escrito acima, por isso vê lá se relês.

enfim

P.S. Já reparaste que quando alguém te responde com a mesma arrogância que tu respondes, também tu te revoltas... É como olhar ao espelho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bruno rosa
“Eu faço websites, dentro daquilo que eu consigo fazer, e acredita que dá muito trabalho para ser de borla, pelo menos se for para ficar alguma coisa de qualidade. São dias de trabalho, não se faz num fim de semana nem no final de uma tarde....”

Pois olha, eu não percebo nada de sites, nem de internet, fico contente por saber que os webdesigers estão bem na vida e não precisam de dar borlas para meter no portfolio.
Acredito, infelizmente ou não, como arquitecto que vou dar muitas borlas a jovens casais que acreditem nesta coisa da arquitectura mas que não têm dinheiro para me pagar os honorários que a ordem obriga, pelo simples prazer de poder construir e pelo ainda maior prazer de alguém gostar do meu trabalho e um dia, não precisa de ser no imediato, me recompensar com qualquer coisa que eu precise dele..


Quando começares a ser independente avisa!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.