Jump to content
Arquitectura.pt


Lichado

Allplan já tem representante em Portugal

Recommended Posts

Finalmente, novo representante do Allplan em Portugal. É a MestreClique. Se estiverem inscritos na Ordem há menos de 5 anos têm 25% de desconto (se não disserem que vão da minha parte, também). Ainda não sei vou fazer o upgrade para o 2008. É como trocar de carro logo que sai um modelo novo. Mas a melhor interoperabilidade com o Cinema 4D talvez o justifique. E os PDF a 3D para encher o olho ao cliente também devem ser interessantes. A ver vamos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora aí está uma boa notícia para os adeptos desta plataforma ou pelo menos para os curiosos do BIM. É uma pena que só agora um dos melhores, se não mesmo o melhor BIM do mercado, tenha suporte e representação em Portugal. Mas mais vale tarde que nunca e pode ser que agora este produto possa vir a ter maior penetração no mercado. Qualidades não lhe faltam (pelo menos pelo que tenho visto e testado)...

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Allplan chegou cá via Fernandes Técnica, há coisa de 10 anos. Depois passou para a Techlimits e agora, em virtude da alteração da política da Nemetschek, com essas compras todas de software, está a ser criada uma nova rede de distribuidores, na dependência da Nemetschek España. Penso eu de que... Ainda não lhes perguntei foi o preço dos novos, o meu upgrade vai ficar pelos 1000 €

Share this post


Link to post
Share on other sites

O preço andará à volta dos 6000€ (não chega mas anda lá próximo). Isto o preço de uma nova licença Allplan BIM 2008. De resto á como dizes... As compras da Nemetschek e a mudança de politicas comerciais levou a estas mudanças ao longo do tempo. Fiquei surpreso na altura em que saiu a versão 2008, quando pedi um trial de ser contactado pelo novo representante a fim de avaliar o meu grau de satisfação com a versão trial e de perceber qual a minha opinião acerca do produto. Pelo menos interessam-se pelas opiniões do consumidor ou potencial consumidor, o que é bom... Sem estar a criar novas discussões, ao que me parece (e acho que é opinião mais ou menos generalizada) é que é um software muito bom e muito completo no que à modelação diz respeito (com muitas opções e sem limitações em termos de superfícies mais empenadas e/ou mais complexas) mas muito pouco flexivel e um pouco "desarrumado" na organização da informação e na gestão do projecto, sendo que o interface acaba por ser o elo mais fraco do produto. Esta é pelo menos a minha opinião, e opinião partilhada por outros utilizadores que vêem noutros produtos maior simplicidade e fluidez no processo de organização de um projecto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na parte do interface não me posso pronunciar, trabalho com ele há tanto tempo que já me parece natural. Além de que uso quase sempre em FullScreen, pelo que já nem o vejo. Só conheço o interface do Revit, e não me parece melhor, apenas diferente. Quanto à gestão de projecto, acho-a excelente, e os meus colegas apreenderam-na rapidamente. Está tudo bem arrumado, cada projecto tem os seus ficheiros que se podem ainda organizar por filesets. É fácil várias pessoas trabalharem no mesmo projecto ao mesmo tempo sem confusões sobre qual a última versão. Penso que na modelação a 3D tem coisas em que o prefiro ao Autocad, mas há coisas do Autocad (sobretudo ao nível das superfícies) que gostaria de ter no Allplan. Os preços começam nos 750€ do Allplan 100 e vão até aos 6000€ para o 700 (salvo erro) e ainda há descontos para jovens arquitectos. A versão 300 penso que fica pelos 3500€. Não me perguntem o que inclui cada versão, que a minha cabeça não dá para tanto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É sempre bom ter o testemunho de quem usa o produto e se pronuncia desta forma. Curioso teres "necessidades" em termos de modelação do Autocad, pois segundo tenho lido o Allplan é o mais completo software de modelação de superfícies e sólidos no mercado AEC/BIM. Claro que não estou a comparar com o 3ds MAX ou com o formZ ou o Cinema 4d ou o MODO, que são específicos para o efeito. Sinceramente e referente ao gestor de projecto continuo a achar que o Revit ou o Archciad têm uma forma mais simples e mais intuitiva de organizar o projecto e os seus ficheiros. Mas é natural que quem já usa os produtos há muito tempo já acha natural a forma como as coisas se articulam e se apresentam. Não é por acaso que toda a gente usa Autocad... Porque é o mais usado, o mais conhecido, o mais "pirateado", e o mais divulgado. Assim como não é por acaso que o windows é mais utilizado que o MAC OS (pelos mesmos motivos). E depois quando se fala em mudança toda a gente fica reticente e de pé atrás... Põe aqui mais informação referente à tua experiência e alguns exemplos para que as pessoas possam avaliar e quem sabe desfazer as dúvidas e quem sabe mesmo migrar.... Também não deixa de ser curioso sermos os únicos dois "interessados" neste assunto... Um que usa, o outro que simplesmente gosta de saber mais sobre estes assuntos (nomeadamente das tecnologias BIM)....

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu também gostava de ver mais acerca deste allplan amigos. sou muito curioso em relação a estes softs. gosto de ve a maneira como se trabablha,as peças automaticas produzidas, etc... abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu adaptei-me muito rapidamente ao Allplan porque já tinha trabalhado em Arris, e o sistema de gestão de ficheiros é muito semelhante, além de que o apoio e resposta às minha dúvidas iniciais foi excelente. A filosofia dos planos dá-lhe muita versatilidade no 3D, sobretudo em elementos arquitectónicos. Na modelação pura (operações boleanas e manipulação de sólidos) acho-o mais robusto que o Autocad. Em termos de superfícies, penso que só agora com a versão 2008 é que a coisa melhorou. Mesmo a 2D, gosto mais do que do Autocad, sobretudo na parte hatches, são muito mais fáceis de manipular e personalizar, bem como tipos de linhas (as horas que passei à volta da trigonomtria só para gerar hatches tipo telha), nas cópias múltiplas (sem precisar de array) e áreas. As polilinhas não são tão boas. A nova versão, até agora só vi um "must have", os corrimãos, e dois "nice to have", fachadas cortina e PDF a 3D. De resto, é como tudo, não é perfeito mas despacha muito trabalho

Share this post


Link to post
Share on other sites

boas, em relaçao ao post anterior acho que as condçoes ainda sao melhores que as anunciadas. nemetschek tb tem soluções de organização deatelier para certificaçao ISO 9000, alguem conhece outras aplicações ???' de qql forma Allplan segundo cambridge no ano 2007 é a solução mais utilizada a nivel europeu e 3ª a nivl mundial.

Share this post


Link to post
Share on other sites

(...) sendo que o interface acaba por ser o elo mais fraco do produto. Esta é pelo menos a minha opinião, e opinião partilhada por outros utilizadores que vêem noutros produtos maior simplicidade e fluidez no processo de organização de um projecto...


Foi precisamente neste ponto, o interface, que a minha curiosidade foi travada quando experimentei, pela 1ª vez, o AllPlan. Aqui penso que o defeito é meu. Ambientes muito rígidos e repletos de informação assustam-me.
Continuo curioso, mas não o suficiente para perder mais tempo a experimentar outro software.

Fico muito contente por haver alguém a falar do AllPlan na 1ª pessoa. Este mercado caduco precisa é de renovação.... E alguém que vá à frente de catana em punho a desbravar caminho.
Fico mais contente ainda por ver esse alguém a partilhar com os restantes a sua experiência.

Só se domina um software a um nível satisfatório, quando se partilha a experiência com outros e acima de tudo os erros.

Creio que ainda vá ser um longo e penoso caminho a percorrer para o AllPlan, não basta ser o melhor, tem que convencer os velhos do Restelo, onde de certa forma me incluo, das suas vantagens.

Força Lichado, vai desabafando os bons e maus momentos. Cá te aguardamos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O facto de ainda não ter respondido a este tópico, não significa que não esteja interessado no mesmo. Fiquei curioso sobre as diferenças entre as várias versões do Allplan... do 100 ao 700, acredito que muita coisa seja diferente... Pena que a página da MestreClique não tenha mais informação - apenas dizem que são distribuidores da Nemetschek e pouco mais...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei porque dizes que o ambiente é rígido. O interface é totalmente personalizável. Podes mesmo não ter lá informação nenhuma, só área de trabalho, e usar apenas o rato e atalhos de teclado (eu costumo usar assim). De qualquer forma, penso que a opção não é mudar entre BIM's. Se eu estivesse habituado a trabalhar no Vectorworks, Archicad, Arris ou Revit, só mudaria para Allplan se estivesse mesmo muito insatisfeito com o representante, ou o preço das licenças novas fosse muito inferior ao de uma actualização do que quer que fosse que eu tivesse. A questão da mudança põe-se, quanto a mim, de CAD para BIM, aí é que a escolha do novo software é mais importante, uma vez que não se muda apenas de programa, muda-se também todo o processo de projecto do atelier

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei porque dizes que o ambiente é rígido. O interface é totalmente personalizável. Podes mesmo não ter lá informação nenhuma, só área de trabalho, e usar apenas o rato e atalhos de teclado (eu costumo usar assim).



Com rígido quero dizer muitas letras, demasiadas letras... Poucos bonecos!!!
Por exemplo se compararmos o Vectorworks com o AllPlan. O primeiro é macio o segundo rígido, tem um look demasiado técnico e sério.
Não é uma crítica destrutiva é uma opinião, como todas, pessoal, até porque como disse, apenas olhei quase nem experimentei!!


De qualquer forma, penso que a opção não é mudar entre BIM's. Se eu estivesse habituado a trabalhar no Vectorworks, Archicad, Arris ou Revit, só mudaria para Allplan se estivesse mesmo muito insatisfeito com o representante, ou o preço das licenças novas fosse muito inferior ao de uma actualização do que quer que fosse que eu tivesse.

A questão da mudança põe-se, quanto a mim, de CAD para BIM, aí é que a escolha do novo software é mais importante, uma vez que não se muda apenas de programa, muda-se também todo o processo de projecto do atelier


Plenamente de acordo.... :)
Falas bem, mas isso não te dá o direito de tentares cercear a nossa curiosidade!!!XDXDXDXDXD
Eu quero trabalhar com todos....Bem... Com quase todos!!!:s

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com rígido quero dizer muitas letras, demasiadas letras... Poucos bonecos!!!
Por exemplo se compararmos o Vectorworks com o AllPlan. O primeiro é macio o segundo rígido, tem um look demasiado técnico e sério.
Não é uma crítica destrutiva é uma opinião, como todas, pessoal, até porque como disse, apenas olhei quase nem experimentei!!




Plenamente de acordo.... :)
Falas bem, mas isso não te dá o direito de tentares cercear a nossa curiosidade!!!XDXDXDXDXD
Eu quero trabalhar com todos....Bem... Com quase todos!!!:s


Eu também concordo com estas posições... A mudança entre BIM's é tão natural como a mudança entre CAD's.... Todos os softwares têm prós e contras (sejam as limitações, o preço ou a representação da marca), e como tal cada um procura aquele que melhor se adapta às suas necessidades. Um exemplo poderia ser dado com recurso a outros softwares: o 3ds MAX é de longe software 3d mais utilizado, no entanto existem outros que têm imergindo da clandestinidade com um potencial incrivel, e com algumas vantagens assinaláveis que podem, para alguns, superar o seu software de eleição. Refiro-me por exemplo ao Blender (gratuito), o MODO, o FormZ e o Cinema 4D (muito mais baratos que os concorrentes mais pesados (MAX, MAYA, XSI)...

Apesar de dominar com algum à vontade o 3ds MAX não significa que me mantenha preso a ele, primeiro pelas politicas Autodesk, depois pelo preço, e depois porque, para o uso que faço do programa, outros fazem o mesmo ou parecido e por vezes melhor ou mais simples, e por último porque "abandonei" o windows e sou agora utilizador MAC.

Por isso a mudança de software é como mudar de estilo ao longo da vida. Muda-se de sistema operativo, muda-se de software, muda-se de formas de pensar, muda-se a forma de viver, mudam-se os objectivos e as necessidades.... Daí a minha procura/curiosidade no conhecimento das várias soluções e as várias propostas, para que possa ter opiniões fundamentadas e possa ter uma escolha consciente e responsável...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu só me interesso por outros softwares se aquele que tenho não fizer, de uma forma expedita, o que preciso que faça. Tenho alguma curiosidade pelos outros (e ainda bem que existem outros, para contrariar a política de eucalipto da Micrograf), e se estiverem presentes nalguma feira até vou lá pedir uma demonstração, mas nem me dou ao trabalho de instalar a demo. Mas pronto, também há quem goste de automóveis e continue a comprar as revistas da especialidade, mesmo quando não pense trocar de carro nos próximos anos. De qualquer forma, qualquer coisa que queiram saber sobre o Allplan, na óptica (parece que agora se escreve ótica) do utilizador, estou ao vosso dispor.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sou utilizador a bastantes anos, e ou a demosntração não foi boa ou a ideia que ficou é errada. pq sempre trabalhei com Allpla e ArchiCad e posso dizer que a maior parte das vezes o allplan é masi produtivo. Qt aos conceitos de explodir vistas??? em Allplan todas as vistas cortes medições estão sempre associadas ao modelo, sem nunca perder o vinculo. Quanto ao interface eu trabalho em Expert Mode ouseja sem icones e janelas. Agora os mapas já desde a versão 12 que são interactivos.... em relação ao AC, será que os problemas que exixtem na liberdade de criação ou de união de paredes. de qql forma é sempre bom exixtir em PT mais uma ferramenta, apesar de ser do mesmo grupo ( segundo o que sei Nemetschek comprou 100% do AC, será que isto quer dizer alguma coisa..) Bom Trabalho. ArqXX

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fui assistir a uma apresentação do Allplan ao novo representante, e esta é a minha opinião:

http://architruques.blogspot.com/2008/09/allplan-allbosta.html

malhem à vontade...


Parafraseando um conhecido jogador da bola, eu disconcordo de tudo o que você disse.

Ou então tenho andado estes anos todos a pensar que estou a usar o Allplan e afinal é outra coisa...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá, Fazendo um ponto da situação,:rolleyes::(:) venho pedir a todos os intervenientes que quando se referirem a outros software's diferentes do que usam no momento, que por favor façam referência às versões que testaram na comparação, pois só assim poderemos ter informação tão correcta quanto possível. Por exemplo dizer que o software X tem problemas na intersecção de paredes e liberdade das mesmas, sem sabermos de que versão estamos a falar, parece-me o mesmo que comparar um smart com um Ford Cortina... E dizer aquilo não presta só tem caixa de 3 velocidades. Se queremos medir pilinhas, então façamo-lo com "tomates", em individuos com a mesma idade e ambiente social idêntico (dizem que os intelectuais a têm mais pequena e flácidaXDXDXD). Particularizando ainda mais, o que acham se eu comparar a minha versão actual do Archicad, a 13**, com a única versão que conheci bem do Revit, a 4, ainda antes de ser comprado pela autodesk??? Não seria justo pois não??!! Então solicito que façamos sempre referência às versões que estamos a comparar, só assim nos ajudaremos a nós e a outros que por aqui passem. Obrigado a todos, ** Era só para ver se estavam com atenção... ( AC 11 ) XD:P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lichado:
As lajes não têm apenas uma camada? É possível fazer lajes com mais de uma camada?


Eu costumo fazê-las em betão, ou madeira ou metálicas. Nunca precisei de lajes com várias camadas. A não ser que estejas a falar de revestimentos. Mas também não costumo fazer um projecto todo à escala 1:5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Opinando sobre a experiência do Miguel... Sem querer duvidar das palavras do Miguel, mas também me parece tudo demasiado mau para ser totalmente verdade. Sou levado a crer que a demonstração a que assististe deveria estar no mínimo desactualizada, ou então poderá ter sido uma grande falha do representante, por vendedores a fazer uma demonstração para labregos Autocadistas, desconhecendo que falavam com um BIMformado e doutorado na matéria. Ou seja menosprezaram a sabedoria do candidato a cliente. Por vezes quando trabalhamos demasiados anos com um software habituamo-nos de tal forma, que a lógica de trabalho dos restantes nos parece apenas uma grande falta dela. Trabalhei com o Autocad durante 12 anos (Também já fui labrego!!!:):rolleyes:) e quando mudei para o archicad (Vi a Luz) também afirmava que archicad a 2D era ArchiBosta. Hoje, embora não pense assim ainda vou tendo alguma dificuldade a 2D. O que quero dizer, Miguel, é se tiveste o cuidado de "tentar" libertar a tua mente destes preconceitos e vicios mentais!!?? E tentar ser mesmo imparcial, embora admita que para quem usa o Archicad isso pareça impossivel, aquilo é mesmo bom!! XDXD

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lichado Para mim, fazer um projecto 3d tem que me dar, pelo menos, a escala 1:20 automáticamente. Pela demonstração, não me pareceu que isso fosse razoávelmente realizável no Allplan. O facto de não permitir várias camadas nas lajes implica que os acabamentos das mesmas (isolamentos térmicos, pavimentos, tectos, etc.) não são representados em Corte. Para ter essa representação, temos que recorrer a entidades (equivalentes ás zonas no archicad) que apenas são visiveis em corte depois de este ser reduzido a 2D, ou seja, explodido. Pela demonstração que vi fico com a sensação que o Allplan será adequado para um projectinho à escala 1:100, o chamado "de licenciamento", e que a partir daí mais vale desenhar tudo à mão. São aliás esses os modelos que habitualmente se vê, casinhas a 1:100. Zorbatan O cuidado de me libertar de preconceitos leva-me a gastar uma tarde de trabalho e ir assistir a uma demonstração de um software que não faço planos imediatos em comprar, apenas com o objectivo de alargar o meu conhecimento. Quanto à imparcialidade. Se isso significa não ter ideias pré-concebidas, concordo contigo. Nunca antes tinha opinado numa direcção ou noutra sobre o Allplan, porque nunca o tinha visto a funcionar. Se, por outro lado, entendes imparcialidade por ser acéfalo, ou políticamente correcto, e não criticar algo que vejo demonstradamente que não presta, então prefiro não ser imparcial. Deixo isso para as alforrecas :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não faço só casinhas, e sei a diferença entre fazer projectos ao quilo e produzir a informação essencial para o empreiteiro. Quando chamas ao Allplan Allbosta e um texto cheio de falsidades, acho que não vale a pena estar a perder mais tempo nesta discussão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sem querer alargar a discussão, basta recordar que perante uma questão objectiva sobre a mudança, o Miguel afirmou que não mudaria de software de trabalho, já que seria penosa a mudança e provavelmente não faria mais do que aquilo que já produz no seu Arichicad... (não foi por estas palavras, mas foi este o conteúdo). Perante esta afirmação, foi de facto perda de tempo ir assistir a uma apresentação de qualquer outro software que não o Archicad, já que não está minimamente interessado em fazer um correcto juízo do produto, limitando-se a criticar porque sim... Faz lembrar os Mac Addicts ou fun boys, mas no Archicad - respeito isso, mas não se pode dar 100% de crédito a estes testemunhos (sem querer ofender é claro). Concordo que ao comparar versões, há que fazer comparações "comparáveis" e para isso há que comparar versões que sejam "contemporizais" (ou seja pertençam ao mesmo século, ao mesmo tempo). Eu apesar de utilizar o Revit, reconheço ferramentas nas outras ferramentas que não o mesmo. Já o disse aqui várias vezes e continuo a afirmar. E do que vi e conheço do Allplan, e do que testei (última versão) o que posso afirmar é que tem ferramentas de modelação muito poderosas e que não se encontram em mais nenhum BIM excepto no Vectorworks, que nesta área dá cartas. Estou a falar apenas de ferramentas de modelação não regular ou disforme (se quiserem). Ah, mas projectos com coisas empenadas não se fazem todos os dias - é verdade, mas prefiro ter como fazer as coisas se o quiser fazer. Já nas palavras do Miguel não consegui encontrar um único aspecto positivo do Allplan, e já agora de qualquer outro software de que tem falado (vectorworks, AutoCAD e Revit) - não me recordo de que tenha falado do Bentley... Neste caso e se me permites a crítica, sê mais objectivo e não salientes apenas os aspectos negativos. Fala dos aspectos positivos também, mesmo que não suplantem os negativos. Se eu quisesse fazer uma lista das coisas que não gosto (e que são aspectos muito fracos) no Archicad, também daria uma lista longa, de tal forma que quem a lesse ficava com a ideia que não há nada de bom no produto, quando não é verdade. O archicad, tal como todos os outros produtos tem aspectos positivos e negativos, e até o Miguel (se não for tendencioso e não quiser ocultar o sol com a peneira), poderia fazer uma lista com aspectos menos bons do archicad, ou pelo menos que gostaria que fizesse e não faz. Mas também isso eu nunca vi fazer, excepto quando num número da CADProject deu a entender que o Archicad não funciona da melhor maneira a fazer os desenhos de alterações (encarnados e amarelos), mas claro, que existe sempre como dar a volta. Lichado, não vale a pena entrar em discussões é verdade, mas vale a pena transmitir a tua experiência, e demonstrar que de facto é possivel fazer mais do que uma escala 1/100 no Allplan. Eu já vi potencial no produto e o que a minha curta experiência me demonstrou é que as coisas não são simples de executar e a organização do projecto é algo complexa, mas eu nunca usei o produto em produção de elementos e apenas em testes - por isso a minha opinião vale o que vale, já que é uma opinião comparativa a outros softwares, nomeadamente o Revit e o ArchiCAD, onde tanto um como outro (segundo a minha experiência) têm um melhor gestor de projecto (pisos, layers ou categorias, escalas, paginação, detalhe, etc).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.