Jump to content
Arquitectura.pt


xtamine

complexo de piscinas cobertas em betão

Recommended Posts

boa tarde, Sou um estudante finalista, cujo tema de tarbalho é a concepçao de um complexo de piscinas cobertas. Devido ao contexto onde se situa, desde cedo o betão foi a base de todo o projecto, sendo a ideia criar um ambiente natural como se de uma gruta se trata-se. Assim sendo, venho por este meio pedir ajuda para a sua "construção". Estou a propor paredes duplas em betão com isolamento no meio, tipo sandwich, mas não sei quais as dimensões adequadas. Neste momento tenho paredes com 25cm exterior, mais 5 de isolamento, 20cm interior, com impregnação a sikagard.Isto por causa da humidade... No entanto penso que o meu grande problema serão as lajes, uma vez que quero que tudo seja em betão aparente pelo interior, e ajardinadas com a possivilidade de serem acessiveis. As lajes dos vãos mais pequenos, com 7.5m, têm 25cm de espessura, e a laje da nave das piscinas, com um vão de 17.5m, tem 60cm.Isto pensando as lajes em betão armado. Gostaria de saber se é possivel, e se me poderiam ajudar com as dimensões e como posso fazer as coberturas ajardinadas. Atenciosamente, Antonio Fernandes

Share this post


Link to post
Share on other sites

boa tarde, Sou um estudante finalista, cujo tema de tarbalho é a concepçao de um complexo de piscinas cobertas. Devido ao contexto onde se situa, desde cedo o betão foi a base de todo o projecto, sendo a ideia criar um ambiente natural como se de uma gruta se trata-se. Assim sendo, venho por este meio pedir ajuda para a sua "construção". Estou a propor paredes duplas em betão com isolamento no meio, tipo sandwich, mas não sei quais as dimensões adequadas. Neste momento tenho paredes com 25cm exterior, mais 5 de isolamento, 20cm interior, com impregnação a sikagard.Isto por causa da humidade... No entanto penso que o meu grande problema serão as lajes, uma vez que quero que tudo seja em betão aparente pelo interior, e ajardinadas com a possivilidade de serem acessiveis. As lajes dos vãos mais pequenos, com 7.5m, têm 25cm de espessura, e a laje da nave das piscinas, com um vão de 17.5m, tem 60cm.Isto pensando as lajes em betão armado. Gostaria de saber se é possivel, e se me poderiam ajudar com as dimensões e como posso fazer as coberturas ajardinadas. Atenciosamente, Antonio Fernandes

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também estou na mesma situação que tu e o que te aconselho é contactares directamente as marcas e falares com engenheiros sobre esses problemas. Quanto mais certo estiveres do que fizeres melhor argumentarás o teu trabalho

Share this post


Link to post
Share on other sites

boa tarde... De facto, esse é um problema para o qual não tenho qualquer resposta... Pensei ter a laje de cobertura feita em "cocos" de betão, com paineis acusticos, mas a solução desejada será uma laje maciça de betão, com tirantes de aço. No entanto, a nivel acustico esta solução constitui um grande problema... será que me poderia dar algumas indicações? abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma hipotese para corrigir a reveberação, será utilizar a cofragem inferior, para imprimir um padrão/ padrões em alto relevo que façam a correcção desejada... Agora falta é modelar o espaço e simular qual o relevo ideal... Para isso servem os eng.ºs especialistas em Acústica.

Share this post


Link to post
Share on other sites

boa noite Antes de mais, gostaria de agradecer a ajuda...um muito obrigado. De facto, alguns dos problemas que estou a encontrar nesta fase sao por mim criados, isto porque pretendo que a imagem do edificio seja coerente com o conceito do mesmo. E este é um dos grandes problemas que tenho vindo a adiar.No entanto tenho andado a pesquisar, uma vez que "quero" que o edificio seja todo em betão, e vi algumas soluções que poderiam ser utilizadas, como a utilização de betão celular na parede interior, ou usar um padrão na cofragem ou , como existem nas vias rápidas, recorrer a elementos pre-fabricados. No entanto, vou pesquisar mais sobre a hipotese sugerida pelo Pedro Barradas, porque parece ir ao encontro daquilo que pretendo...Já agora gostaria de pedir auxilio para as minhas duvidas, que motivaram este topico...se me pudessem ajudar agradecia imenso... Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por curiosidade um dos materiais que comercializamos para esse efeito é este aqui :

http://www.someacustica.com/someacustica/index.php?page=quietstone---absorcao-acustica-para-espacos-exigentes

Aqui o uso da cofragem interior é irrelevante, porque se o material for reflector continua o mesmo efeito (embora um pouco reduzido o tempo de reverberação)

Share this post


Link to post
Share on other sites

obrigado pela "dica", mas aquilo que pretendia era mesmo tudo em betão...se for possivel, claro.
Deixo aqui um link para uma foto que demonstra o que pretendo...no entanto, a partir da mesma nao é possivel ver se a cobertura também é em betão, mas pelo menos as paredes têm o aspecto que gostaria de obter...

http://www.dance.utah.edu/images/Altialt_01.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com painéis viroc podes ter o aspecto de betão e colocar os isolamentos entre a parede e o revestimento. Dá uma vista de olhos à piscina de Villanueva de la Cañada em Madrid pelos arquitectos Josemaria de Churtichaga e Cayetana de la Quadra-Salcedo. o acabamento apesar de ter o aspecto de betão é feito por painéis que revestem a estrutura do edifício e escondem os devidos isolamentos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Viroc é reflector, é usado para isolamento e não para correção acústica no interior.

O único bloco de cimento acústico que conheço é este aqui...

http://www.someacustica.com/someacustica/index.php?page=rpg-diffuser-box


Pois realmente não sabia... E quanto à obra que coloquei aqui sabe dizer que tipo de revestimento terá no tecto?

Share this post


Link to post
Share on other sites

boa tarde obrigado, asimplemind, pela dica...Tive a ver mais fotos desse edificio, e realmente tem algumas particularidades que se aproximam do que pretendo. E levanta-me algumas duvidas relativamente á questão acustica, já que todas as paredes interiores tem lambrim em azulejo, e na parte superior sao revestidas com outro material, que sinceramente também não faço ideia do que seja. No entanto parece que o problema acustico foi resolvido, porque não há, pelo menos visivel, nenhum outro acabamento que não sejam esses. será que os lanternins terão algum material que absorva o som???e se assim for, será que é suficiente?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao , nao será suficiente apenas a área dos lanternins. Nao sei como é a legislação em Espanha mas em Portugal tem que se cumprir um maximo de tempo de reverberação dependente do volume. Geralmente implica criar uma grande parte do tecto absorvente ou por debaixo do tecto de betao colocar um tecto acústico falso

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tenho fotocopias com a pormenorização deste projecto mas não consigo ler as legendas. No entanto parece-me que todo o tecto é composto por painéis com absorção de som. Aliás penso que também as paredes laterais são revestidas dessa forma havendo apenas algumas partes que não. No entanto o aspecto geral é da tonalidade do betão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois, de facto o problema é que temos legislação para cumprir. No entanto, sendo este trabalho um projecto académico, pretendo ser um pouco critico em relação á nossa legislação, já que as mesmas tipologias no estrangeiro têm soluções difentes para o mesmo problema, sem por em causa a qualidade do espaço. Enfim, será outra discussão... Relativamente ao sugerido, terei forçosamente que abdicar em algum aspecto por forma a cumprir os requisitos acusticos nesserários. Não será possivel utilizar o mesmo betão dos blocos de cimento, nas paredes interiores?

Share this post


Link to post
Share on other sites

É exactamente o que é feito numa das figuras que coloquei só que o material usado tem a vantagem de ser 100 % resistente à humidade. nao sei se será o caso da cortiça e também não sei qual a eficácia acústica da cortiça directamente aplicada no betão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.