Jump to content
Arquitectura.pt


Peter

Trabalho de Fernando Brízio é capa da revista britânica

Recommended Posts

O trabalho do designer português Fernando Brízio, em particular a instalação realizada numa exposição em Turim, foi escolhido para a capa da edição de Agosto da revista britânica «Icon», publicação de referência na área da arquitectura e design. Turim é este ano a Capital Mundial do Design, e de todas as iniciativas, exposições e eventos em curso, a revista elege a exposição «Flexibility - Design in a Fast-Changing Society», comissariada por Guta Moura Guedes, com a presença de 15 criadores portugueses, como «a mais interessante para visitar». Instalada numa antiga prisão de Turim, «Flexibility - Design in a Fast-Changing Society» (Flexibilidade - Design numa sociedade em rápida mudança), foi inaugurada em Junho, e centra-se na importância da flexibilidade para a sociedade contemporânea, em particular na área do design, reunindo obras de design, música, instalações em vídeo e textos sobre o tema. «Flexibility - Design in a Fast-Changing Society» ocupa um total de 3.200 metros quadrados, onde são apresentadas uma introdução ao tema e várias interpretações através de texto e de uma instalação-vídeo. No interior da prisão são mostrados diversos exemplos de design flexível, desde produtos e objectos a sistemas e serviços, com mais de 60 propostas. Entre os artistas portugueses e estrangeiros representados nesta exposição, a revista «Icon» destaca Bertjan Pot (Holanda), Patricia Urquiola (Espanha), e em particular o trabalho de Fernando Brízio, que criou uma instalação composta por vestidos coloridos. «Renewable Clothing» apresenta um conceito original em que os vestidos brancos podem ser pintados por quem os veste, apenas colocando feltros de canetas coloridas em pequenos bolsos e deixando a cor espalhar-se. O vestido pode ser lavado e pintado em diferentes combinações de cores. Nascido em Angola, em 1968, Fernando Brízio tem vindo a criar, ao longo da última década, projectos de design de produto, cenografia e exposições, nomeadamente, para a ExperimentaDesign, Details, Protodesign, Modalisboa, Die Imaginäre Manufaktur, e Intramurus. Os seus trabalhos já integraram exposições em diversas cidades na Europa, e também em Tóquio e São Francisco. Na edição de Agosto da «Icon» também há uma entrevista a Álvaro Siza, apresentado como «o primeiro arquitecto internacional a criar um museu importante no Brasil», para a Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, inaugurado em Maio. Fonte: Diário Digital / Lusa

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.