Jump to content
Arquitectura.pt


lllARKlll

Torres Vedras | Edifício Multifamiliar - "Edifício do Castelo" | Autor Desconhecido

Recommended Posts

Bolas este tópico é uma delicia, muitos dos que escrevem aqui já criticaram obras do SIZA, e elogiam esta construção dissonante e "banal", está tudo louco, e ainda dizem que esta obra é "uns furos acima do que industrialmente se produz", só se for os produtos chineses?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para concluir, observem as divisórias das varandas em madeira! os vãos que surgem no alçado sem qualquer estudo de composição, a diversidade de desenho sem estudo de proporção,os revestimentos...? as guardas no terraço,o vão com lintel em arco???..... Se ainda acham que é boa arquitectura........;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uns.....hummm.... devo ser eu. Digo e repito. Não sei bem em que cidade vive, mas se a maior parte do edificado que existe na sua cidade é superior a isto quero ir para lá morar. Deixemos as comparações com o grande génio da arquitectura que é o Siza e vamos ver que na realidade a maior parte da arquitectura, aquela a que me refiro de "industrial", não é projectada por arquitectos da estirpe do Siza. Dentro da banalidade, à banalidades que ferem mais à vista.;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu deus, os interiores sao de um gosto mesmo muito duvidoso, ao dinheiro que gastaram com aquilo deviam de ter algo muito melhor. a integracao tem diversas falhas, o edificio nao e capaz de manter a fraccionamento da envolvente com a qual se pretende emisquir, enquanto a pedra rivaliza com o proprio castelo, junto a tijoleira e como uma gravata as bolas com uma camisa as riscas. E assim um edificio que nao e carne nem a peixe, as madeiras sao a maior prova, tanto a nivel exterior como a nivel interior, mais valia terem posto aluminio em tudo e fazerem as divisorias das varandas em vidro fosco.

Share this post


Link to post
Share on other sites

se há respostas como "não sei em que país vive, mas no meu país isto é muito bom", ao autor do tópico que diz que a envolvente é horrível, um castelo, umas casas alinhadas, tenho que lhe perguntar se estamos a falar de portugal. na realidade o projecto não é bom, é demasiado banal, para não dizer obsceno (contribui em muito para estragar essa paisagem) para ser uma mais valia no panorama arquitectónico nacional, que por vezes, e sobretudo quando oiço reparos paternalistas dos moderadores, julgo que este fórum se propõe a investigar. os edifícios em frente são maus? é verdade, mas isso não é justificação para fazer o pior edifício da rua. tem o impacto do queen mary 2 no terminal de alcântara, e olhe que é difícil alguma coisa ter impacto ali. a única mais valia que vejo ali, e mesmo assim mal resolvida, é a ligação das duas cotas de rua. mas no fundo, qualquer aluno do primeiro ano o faz razoavelmente bem. os tiques de arquitecto não fazem arquitectura, sobretudo quando não se sabe utilizá-los.

Share this post


Link to post
Share on other sites

1. Óptimo, o próximo passo é fazer uma petição na assembleia da república, para demolir todos os edifício em Portugal, de qualidade inferior ou igual, eu sei que provavelmente muitos de nós ficaremos desalojados, mas, como é em nome da dor de cotovelo nacional, (porque de facto podia ter sido eu, eu, eu, eu a ficar com aquele cliente pá) todos os esforços não serão em vão! 2. Não publicitar Projectos de autores não consagrados, porque... primeiro não pertencem à Elite e portanto carecem de qualidade. 3. Miesogeno, qual é que acha que é o contexto do autor do Projecto? Orçamento ilimitado, carta branca no que diz a decisões estéticas e um projecto aprovado à primeira na instância camarária? Ainda tem dúvidas de que falamos de Portugal? Mas qual é que é a dúvida? De facto, idealismos da mocidade, só pode ser... descanse que isto passa, basta continuar a viver neste País.

Share this post


Link to post
Share on other sites

1. Óptimo, o próximo passo é fazer uma petição na assembleia da república, para demolir todos os edifício em Portugal, de qualidade inferior ou igual, eu sei que provavelmente muitos de nós ficaremos desalojados, mas, como é em nome da dor de cotovelo nacional, (porque de facto podia ter sido eu, eu, eu, eu a ficar com aquele cliente pá) todos os esforços não serão em vão!

2. Não publicitar Projectos de autores não consagrados, porque... primeiro não pertencem à Elite e portanto carecem de qualidade.

3. Miesogeno, qual é que acha que é o contexto do autor do Projecto? Orçamento ilimitado, carta branca no que diz a decisões estéticas e um projecto aprovado à primeira na instância camarária? Ainda tem dúvidas de que falamos de Portugal? Mas qual é que é a dúvida?

De facto, idealismos da mocidade, só pode ser... descanse que isto passa, basta continuar a viver neste País.




antes idealismos da mocidade do que apologias da mediocridade.



a repetição de uma frase feita com intuito ingenuamente ofensivo, ao fim de umas vezes torna-se patética sobretudo quando se faz referência a características de alguém que se desconhece.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há coisas que eu não percebo.
Tem este forum espantosos edifícios a discussão e andam para aqui a perder tempo com um que é desinteressante, mal pormenorizado, com uma má articulação entre a cota baixa e a cota alta, com um arquitecto que acha que integrar um edifício num contexto consolidado é só usar granito parecido com o das ameias do Castelo.
Lá por ser melhorzinho que muitas das coisas que se fazem neste país, não faz deste um bom edifício, e não me parece que o objectivo dos arquitectos seja premiar a mediocridade só porque o parte do resto é pior.
Se for necessário, aqui vão exemplos tirados só das três primeiras páginas do forum de obras que merecem muito mais uma discussão honesta sobre o problema das intervenções em contextos urbanos consolidados e da recuperação de património:

Museu da Moeda, Lisboa, Gonçalo Byrne

Nova Praça de Lisboa, Porto, Nuno Merino

Lisboa, Novo Museu dos Coches, Paulo Mendes da Rocha

Museu de Sítio, Beja, Arquiespaço

Lisboa, Projectos, Vários autores

Lisboa, Edifício no Largo do Rato, Aires Mateus - Valsassina

Portalegre, Requalificação do Colégio de S. Sebastião, Arquiespaço

Lisboa, Recuperação do Capitólio, Alberto Souza Oliveira

Viana do Castelo, Biblioteca Municipal, Siza

Lisboa, Condomínio Sta. Catarina, Carrilho da Graça

Porto, Casa da Música, OMA

Cascais, Casa das Histórias e Desenhos Paula Rêgo, Souto Moura

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto aqui há lugar para todos, não há post´s cativos para determinados Arquitectos...
Muitas pessoas devem confundir este site com a OA, as mesmas pessoas que confundem este site com a OA, possuem aquela tendência típica do amiguismo, eu não ando aqui a benefeciar a lista vencedora das últimas eleições para o OA... este fórum muito menos, faz parte daquelas revistas de Arquitectura Portuguesa, onde muda a capa e o conteúdo repete-se ad nauseum (ref*1)...

antes idealismos da mocidade do que apologias da mediocridade.

Eu sei perfeitamente que não sabes balizar a mediocridade... é aquela fase do "eu", o "eu" cumpre padrões elevados, este "eu" faz sempre melhor, é um "eu" proprio de um recém licenciado.

Tem este forum espantosos edifícios a discussão e andam para aqui a perder tempo com um que é desinteressante, mal pormenorizado, com uma má articulação entre a cota baixa e a cota alta, com um arquitecto que acha que integrar um edifício num contexto consolidado é só usar granito parecido com o das ameias do Castelo.

É... a sério, reparou nisso também? Carrilho da Graça, nunca ouvi falar, Valssassina desconheço, Souto Moura... quém é este gajo? Obrigado por intervir e dizer aquilo que no fundo todo o frequentador deste fórum sabe...

Realmente, este tópico tem 2000 e tal views, pensa que venho aqui todos os dias? Ou que ligo a isso?

Fadadolar, cresca!

*1 Beijinhos para vocês!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ark,Ark, Ark... Que falta de capacidade de encaixe.... Pois, isto é um forum, o que significa que quando põe um edifício aqui, está sujeito às opiniões dos restantes membros do forum, incluindo aquelas que dizem ser este edifício desinteressante. Chama-se a isso "democracia". Ainda bem que já ouviu falar nesses arquitectos todos, mas dou-lhe um conselho: olhe também para as obras. Não só desses, mas de muitos outros, dos que não andam a lamber as botas à OA e que têm obra construída muito boa por esse país fora, que questiona as convenções do habitar e das intervenções em zonas urbanas, porque este exemplo que arranjou não tem nada disso. Não sei se reparou, mas a pequena lista que fiz tinha primeiro a sítio, depois a obra e só no fim o autor, porque me interessam mais os edifícios que os nomes -que estão lá colocados porque ainda acho que a autoria deve ser identificada, para o bem ou para o mal. Lá por não ter azulejos de casa-de-banho na fachada não faz deste edifício melhor do que é -aqueles interiores, a incapacidade de integração da rampa... o facto de haver pior ao lado também não faz deste melhor. Sempre que alguém defende o contrário do ARK neste thread, atira-se ao ar e ataca logo, acusando as pessoas de serem infantis, pueris, académicas e outras coisas. Passo então a explicar outra coisa: nada do que é dito aqui é pessoal, é apenas uma discussão. Está à vontade para ir dizer o que pensa dos edifícios dos outros threads que ninguém fica magoado. A não ser que tenha sido o ARK a desenhar este edifício. Insultar os outros utilizadores só mostra que tem de ser o ARK a crescer... Posto isto, e voltando ao assunto: não há plantas?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto aqui há lugar para todos, não há post´s cativos para determinados Arquitectos...
Muitas pessoas devem confundir este site com a OA, as mesmas pessoas que confundem este site com a OA, possuem aquela tendência típica do amiguismo, eu não ando aqui a benefeciar a lista vencedora das últimas eleições para o OA... este fórum muito menos, faz parte daquelas revistas de Arquitectura Portuguesa, onde muda a capa e o conteúdo repete-se ad nauseum (ref*1)...

Eu sei perfeitamente que não sabes balizar a mediocridade... é aquela fase do "eu", o "eu" cumpre padrões elevados, este "eu" faz sempre melhor, é um "eu" proprio de um recém licenciado.



falou o "eu" abri este tópico e vou defendê-lo até ficar com as calças nos tornozelos.

para pôr fim ao teu moinho de vento, trabalho há 10 anos com clientes, câmaras e orçamentos a tender para zero, e nem por isso os dou como desculpa para a me rda que faço. o trabalho do arquitecto é moldar essa conjuntura para fazer aquilo que acha correcto, como o trabalho de qualquer gajo que trabalhe a sério, seja em que profissão for. o resto é tanga.

agora, apresentar um projecto, ficar irritado com as opiniões e acabar a dizer que somos todos arrogantes porque cumprir padrões elevados é difícil, é o mesmo que dar a mão à palmatória. eu é que não sei balizar a mediocridade?

sou muito mais do contra do que tu (não que seja algum motivo de orgulho), por isso não me metas ao lado da OA, nem dos tubarões de mercado, nem das amálias rodrigues. mas onde te posso garantir que nunca me meterei é ao lado dos patos-bravos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sabem o que isso é? Limite da saturação...

Já estou farto da Arquitectura de eleição!
Já estou farto de falar sempre dos mesmos!
Já estou farto de corrigir acentos gráficos!

Fadadolar, com um nick destes... você nem merece resposta neste fórum! Acha que recebo alguma coisa por andar por aí à procura de plantas?

O projecto em apreço não merece nenhum prémio municipal, mas também não faz parte do Pato-Bravismo Português mais genuíno... mediocridade, vocês ainda não viram o que é a mediocridade. Mas como a mediocridade também deve ser objecto de estudo, talvez se vá abrir um precedente neste fórum para este efeito...

P.S.

É óbvio que este projecto não é meu e nem sequer tenho qualquer afinidade com o autor do dito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sabem o que isso é? Limite da saturação...

Já estou farto da Arquitectura de eleição!
Já estou farto de falar sempre dos mesmos!
Já estou farto de corrigir acentos gráficos.


Não é o único, também eu estou de ver sempre os mesmos sete ou oito aparecerem a defender obras indefensáveis, permitidas apenas por um estatuto de estrela perpetuado pela OA e pelo discurso enviesado de auto-proclamados "críticos de arquitectura".
Se quiser discutir isso, estou à vontade, e se calhar até lhe ensino algumas coisas.
Só que isso não é, de forma alguma, motivo para se elogiar a mediocridade da maioria da arquitectura que se faz neste país, a maioria das vezes por arquitectos.
Apresentar um edifício que apenas tenta maximizar os indicadores urbanísticos permitidos, com soluções espaciais e de integração duvidosas não é, como o ARK acha, defender o pobre arquitecto que não tem divulgação.
Quer um conselho? Procure no Google por Prémios IHRU e vai ver muita boa obra de habitação desenhada por gente que não faz da auto-celebração na OA um modo vida, que cumpre com o ofício do arquitecto com dignidade e seriedade e, oh espanto dos espantos, consegue ter boas ideias.
Contrariamente à ideia que o ARK parece passar, a responsabilidade da qualidade do desenho dos edifícios é sempre, em qualquer momento, dos arquitectos, não dos donos de obra, nem do contrutor, mas de quem desenha.
Se o arquitecto não consegue ter um projecto construído de jeito, a responsabilidade é dele.
E isto o ARK, com todos os anos e conhecimento que arrogantemente afirma ter, já devia saber.

Fadadolar, com um nick destes... você nem merece resposta neste fórum! Acha que recebo alguma coisa por andar por aí à procura de plantas?


E pronto, quando não se tem mais nada para dizer, parte-se para o insulto.
Sabe, ARK, nesta coisa da...como é?...."democracia", só se responde a quem se quer quando se quer e, pelos vistos, mesmo com o nick que tenho, você continua a responder.
Não sei de recebe ou não, estava apenas a indicar que seria interessante ter aqui umas plantas do edifício, e já que foi o ARK a mostrá-lo....enfim, parece que o nosso amigo JVS foi mais eficiente na busca de informação e encontrou o site.
Aqui jaz um dos cernes da questão: o ARK mostra um edifício no fórum, apenas acompanhado por algumas fotografias, não se dá ao trabalho de encontrar mais informação sobre um exemplo da arquitectura sobre o qual está, pelos vistos interessado, mas não o suficiente para arranjar informação mais detalhada, e assim que alguém defende um ponto de vista contrário ao seu, ataca através do insulto.
A isso chamo desonestidade intelectual e falta de capacidade argumentativa.
Se acha que não tem nada para defender, então mais valia não ter dito nada.

mediocridade, vocês ainda não viram o que é a mediocridade. Mas como a mediocridade também deve ser objecto de estudo, talvez se vá abrir um precedente neste fórum para este efeito...


ARK, já estou metido nisto há anos suficientes para não aceitar lições de ninguém sobre a qualidade ou falta dela e ter visto muita coisa má mas, dou de barato, este edifício não é dos piores, mas também não é bom. É banal, desinteressante, com soluções espaciais duvidosas e roçando o mau gosto em termos de acabamentos.
De qualquer das formas, o ARK não começou este thread com um exemplo da má arquitectura que se podia estudar; começou com aquilo que achava um bom exemplo.
O paradoxo do seu argumento reside nisto: está farto de ver os mesmos autores e as mesmas obras mostradas ad nauseam, mas o edifício que apresenta, não desenhado por esses mesmos de quem diz estar farto, não é um bom exemplo, reforçando a ideia (falsa, de qualquer forma) que a boa arquitectura só existe dentro desse mini-universo do Clube Amigos Disney da Ordem.
Há muito boa obra feita por esse país fora por arquitectos desconhecidos, que não aparece nas revistas nem nas entrevistas, este edifício não é um deles.
Se quiser abrir um thread sobre má arquitectura, até o posso ajudar e com muita obra de arquitectos conhecidos.
Se também quiser abrir um thread sobre a promoção dos amiguinhos da OA, também estou à vontade e até lhe conto histórias de arrepiar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Edifício do Castelo" que achei algo singular e na minha modesta opinião, com algum interesse.

Fadadolar (que vontade de rir ;)), foi apenas isto que asseverei acerca do edifício.

P.S.

Tire daqui a sua varinha de condão!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fadadolar (que vontade de rir ;)), foi apenas isto que asseverei acerca do edifício.


Se da primeira vez o insulto não pega, tenta-se uma segunda, juntando uns pós de paternalismo.

Primeiro afirmou que era um edifício que achava interessante, depois recusou-se a arranjar mais informação e a seguir chamou de arrogantes todos os que disseram estarmos diante de um banal exercício de arquitectura, com opções espaciais e de construção muito duvidosas.
Apelidou de "idealismos da mocidade" defender o ambiente construído tem de primar pela excelência e não pela mediocridade usando uma falácia: a de que só com "carte blanche" dos promotores e bolsos muito fundos é que conseguimos desenhar belos edifícios, coisa que neste caso não se teria passado.
Sendo o ARK um arquitecto experimentado já devia saber que é precisamente desse equilíbrio de forças entre dono de obra, arquitecto e construtor que nascem a maioria, e algumas delas magníficas obras de arquitectura.
De qualquer das formas, não tendo nós informação sobre o processo de projecto, estamos sempre a extrapolar.
Tanto pode ter havido dificuldades em transformar esta obra em algo melhor por pressões do promotor, como se pode dado o caso do arquitecto ser limitado nas suas referências formais e funcionais. Não sei eu, nem sabe o ARK.
Não obstante, isso não o impediu de não explicar porque é que considerava este edifício interessante, e teria sido construtivo para o debate tê-lo feito. Ainda bem que acha este edifício interessante, e então? Eu também posso achar interessante a preferência por alvenaria de tijolo furado, mas não abriria um thread a dizer isso sem pelo menos explicar porquê.
O ARK não o fez porque nunca esteve interessado em que se gerasse uma discussão à volta do edifício.
Não é por ser difícil levar um edifício a bom porto que os arquitectos devem desistir, pelo contrário, cabe-nos, enquanto classe profissional, lutar sempre pela excelência do ambiente edificado e pela consciencialização da sociedade para os problemas do mesmo.
Como já lhe disse, estou tão interessado quanto o ARK em mostrar projectos de ateliers que não costumam aparecer nas revistas da moda, mas quero pensar que as que conseguir trazer a este fórum terão alguma qualidade que ajude a avançar o debate sobre o papel da arquitectura na sociedade.
Tal como o ARK, não acho que se vá lá através do papel que esta Ordem que nos calhou em sorte, já que a divulgação assenta só num grupo restrito de amigos que se auto-promovem, deixando de fora muito e bom arquitecto com obra tão boa ou melhor que a dos que têm direito a parangonas de jornal.

Quanto à varinha de condão: estamos em pleno choque tecnológico e foi substituída por uma Braun Minipimer esterilizada para não propagar doenças.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só queria adiantar que esse prédio é ainda mais feio ao vivo do que nas fotos... Sinceramente não tem ponta por onde se pegue... E o interior, que ainda não conhecia, é, incrivelmente, ainda pior que o exterior! Peço desculpa mas é a minha sincera opinião!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.