Jump to content
Arquitectura.pt


lllARKlll

Ota | Aeroporto Internacional de Lisboa | Eduardo Souto Moura

Recommended Posts

A Souto Moura Arquitectos integra um dos consórcios que apresentaram propostas para o concurso limitado por prévia qualificação para a prestação de serviços de desenvolvimento de arquitectura e engenharia com base no Plano Director de Referência do Novo Aeroporto de Lisboa.

Fonte: Ordem dos Arquitectos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conseguiu. Só podem concorrer ateliers que já tenham participado em projectos de aeroportos... o Souto de Moura nunca fez uma aeroporto... resta saber como é que é composto o consórcio? Quais são as conexões internacionais que ele tem... é uma ponta para a internacionalização do arquitecto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho uma tremenda estupidez quando nos concursos surge essa história do ter feito um projecto anteriormente com a mesma temática ou programa... Bolas, se somos licenciados e nunca fizemos um aeroporto simplesmente vamos investigar,vamos ver aeroportos, vamos ver bons exemplos de outros arquitectos e pronto...Nada de transcendente. Por esse modo de ideias,se um arquitecto nunca fez um aeroporto, nunca o vai fazer com estas condicionantes ridiculas a meu ver.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É uma questão de limitar e de julgar projectos. Imaginem analisar 50 mil projectos vindos de todo o mundo... e além disso um projecto destes requer muita mas muita qualidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É uma questão de limitar e de julgar projectos. Imaginem analisar 50 mil projectos vindos de todo o mundo... e além disso um projecto destes requer muita mas muita qualidade.



Que tal primeiro aceitar so projectos de portugueses?
Portugal não tem arquitectos... e bons?

E sempre o mesmo... o que é "nosso" nunca presta... No estrangeiro, os arquitectos portugueses fazem grandes projectos, mas para Portugal não prestam! Vergonha!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também temos o aeroporto da madeira feito por um engenheiro e bem feito por sinal...


Hoje em dia, este tipo de Projectos, especiais, complexos, gigantescos (em tamaho e em orçamento) são coordenados por equipes, ou empresas detidas por grandes grupos económicos... Existe um coordenador de Projecto, talvez nestes casos uma comissão de coordenação... o Trabalho não é, nem pertence a um indivíduo... é uma obra colectiva, complexa, em que participam várias equipes interdisciplinares, consultores externos e muita, muita subcontratação...

O Aeroporto da Madeira, é uma grande obra de Engenharia, mas estamos a falar da solução para ampliação da pista. O resto, é corrente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho uma tremenda estupidez quando nos concursos surge essa história do ter feito um projecto anteriormente com a mesma temática ou programa... Bolas, se somos licenciados e nunca fizemos um aeroporto simplesmente vamos investigar,vamos ver aeroportos, vamos ver bons exemplos de outros arquitectos e pronto...Nada de transcendente. Por esse modo de ideias,se um arquitecto nunca fez um aeroporto, nunca o vai fazer com estas condicionantes ridiculas a meu ver.


Permita que o subscreva na sua consideração, não sei se de algo que nos é tipico, se sintomático. Ainda não há muito tempo, constei a não adjudicação a uma empresa de construção civil, uma obra de construção civil (betão e tijolo), pelo simples facto de essa empresa nunca ter construído, no caso, um centro de saúde, isto apesar de ter larga experiência em construção de edifícios, inclusive de maior e mais complexo porte do que daquele que estava em causa.

Bem vistas as coisas, havendo como se sabe um período em que as coisas, empresa e pessoas vivem, um dia destes acabamos por não ter empresas qualificadas para construír o quer que seja, nem arquitectos aptos para projectar aeroportos.

Fica só esta nota, abraços cordiais.

Share this post


Link to post
Share on other sites


O Aeroporto da Madeira, é uma grande obra de Engenharia, mas estamos a falar da solução para ampliação da pista. O resto, é corrente.


Lamento informar mas da estrutura do aeroporto a unica coisa que se manteve inalterada foi a torre de controlo...logo não foi apenas o aumento do tabuleiro da pista e entrada do mesmo no mar...houve uma ampliação do check in, tapetes de bagagem loung room, cafetarias, etc...se me disserem que foi uma recuperação e modernização tudo bem...agora assumir como obra de engenheiria deixa um pouco a desejar...

Claramente uma obra da escala e complexidade de um aeroporto tem de ser feito por equipas e não apenas uma, multidisciplinar, coordenadas ai sim por uma pessoa...dai compreender que para a OTA pretendam equipas com experiência comprovada e não que se faça da OTA, um projecto de experiência pessoal e aprendizagem....pelo menos quando se fala num aeroporto de uma capital....

Share this post


Link to post
Share on other sites

aeroporto de uma capital....


A 30 minutos da mesma de comboio?
Já estou a ver... os turistas apanharem outro avião para a Portela. :clap: Jogada de mestre, para se ganhar mais dinheiro.


Mas concordo, já que vai ser o maior aeroporto do país, mesmo que seja na Ota, que seja um bom aeroporto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A 30 minutos da mesma de comboio?
Já estou a ver... os turistas apanharem outro avião para a Portela. :clap: Jogada de mestre, para se ganhar mais dinheiro.


JAG tu costumas viajar?

É que esse comentário é mesmo de quem não está habituado a utilizar aeroportos europeus. Achas mesmo que o aeroporto de Frankfurt é no meio da cidade como o da Portela?

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que esse comentário é mesmo de quem não está habituado a utilizar aeroportos europeus. Achas mesmo que o aeroporto de Frankfurt é no meio da cidade como o da Portela?


Sim eu sei isso!
Mas talvez as cidades como Frankfurt, não tem "tanto" espaço livre a volta como Lisboa tem. Acho que se podia muito bem fazer um areoporto de Lisboa mais perto. Como em Alcochete... Alverca... Loures... etc...
A minha opnião... nada de mais...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um dado que importa acrescentar à discussão, já que se falou do aeroporto de Frankfurt, é que ele está afastado da cidade, mas não naquilo que se poderia considerar periferia...
A cidade desenvolve-se essencialmente para norte do rio e o aeroporto fica na margem sul, a alguns quilometros do centro (à beira rio), é certo, mas com uma boa mancha de verde a separá-los... o que dá que pensar...
Do alto da "Main Tower" é possível ver o aeroporto a repousar no manto verde...

Ficam aqui algumas imagens para elucidar:

Imagem colocada

Imagem colocada
Ao fundo vê-se os altos edifícios do "skyline" da cidade...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Epa... mas sem teres montes de população à volta é complicado. Das hipoteses que dás só alcochete. e para ser em Alcochete obrigarias logo aà partida a uma data de despesas extra para ligação a Lisboa... Afinal tens que passar o rio para o outro lado, e a Ponte Vasco da Gama não tem comboios...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um dado que importa acrescentar à discussão, já que se falou do aeroporto de Frankfurt, é que ele está afastado da cidade, mas não naquilo que se poderia considerar periferia...
A cidade desenvolve-se essencialmente para norte do rio e o aeroporto fica na margem sul, a alguns quilometros do centro (à beira rio), é certo, mas com uma boa mancha de verde a separá-los... o que dá que pensar...
Do alto da "Main Tower" é possível ver o aeroporto a repousar no manto verde...

Ao fundo vê-se os altos edifícios do "skyline" da cidade...


Dreamer mas isso é normal, tal como é normal que daqui a 30 anos se veja o skyline da cidade de Lisboa a partir do Aeroporto da Ota, chama-se expansão urbana.
Há uma data de serviços que se vão desenvolver para ao pé do Aeroporto. A mesma coisa vai acontecer cá na Ota...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por mera especulação a lei que proibe ruido de aeronaves depois das 00:00 pode ter algum papel na escolha...ou a simples segurança no caso de uma falha grave de um motor...eu sinto na pele o problema da distancia, vivo na madeira e estudo em coimbra, gasto 1h e 20 minutos da madeira a lisboa e 2h e 30 minutos de lisboa a coimbra...para nao falar que tenho e ir do aeroporto pa estação ou rodoviaria... Mas nao encaro mal uma ligação de 30 minutos desde que directa e a preço relativamente razoavel... Uma coisa é certa acho a OTA muito cara, mas as pistas do actual são um caos...buracos é favor, das ultimas viagens andamos mais aos solavancos na pista do que na viagem....

Share this post


Link to post
Share on other sites

So acho que 52.56Km entre Lisboa e a Ota é bastante. Na europa é "raro" (entre aspas) haver voos depois das meia-noite, e se notarem o horario de todos os voos, levam em conta os fusos horarios para não se chegar depois da meia-noite.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dreamer mas isso é normal, tal como é normal que daqui a 30 anos se veja o skyline da cidade de Lisboa a partir do Aeroporto da Ota, chama-se expansão urbana.
Há uma data de serviços que se vão desenvolver para ao pé do Aeroporto. A mesma coisa vai acontecer cá na Ota...


Não sei há quantos anos está em funcionamento o aeroporto de Frankfurt, e tudo o que posso dizer pode pecar pelo pouco tempo que lá estive, mas a percepção com que fiquei é que a cidade desenvolveu-se sobretudo para norte, este e oeste em relação ao rio. Existe construção na margem sul, é certo, mas a densidade parece substanciamente inferior a qualquer outra zona da cidade, e é até nessa margem sul que se concentra uma boa parte dos museus da cidade, em edifícios que dificilmente passam os 4/5 pisos...
Razões para a cidade ter evoluido assim, não sei, até porque a margem sul tem muitos mais atrativos do que a mera e actual localização do aeroporto, nomeadamente o centro financeiro e histórico à distância de uma pequena ponte, mas o que é certo é que toda a região sul é marcada por um enorme pulmão verde, por entre o qual se vêm vias +/- rápidas...
Talvez a facilidade e rapidez de acesso ao aeroporto a partir de qualquer local seja uma razão forte para se conseguir preservar este espaço... talvez não...

PS: Quando falo de pulmão verde, é realmente uma floresta, que mesmo que seja "diminuida" por um qualquer "serviço", em pouco sofrerá...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Podemos notar que o aeroporto na Portela, quando foi construido não havia habitações ao seu redor. A politica de urbanização aplicada no local é que não foi a mais correcta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.