Jump to content
Arquitectura.pt


Tenaglia

Estudar em Londres

Recommended Posts

boas, ando no 4ºano de arquitectura na universidade lusiada de lisboa e estou a pensar ir acabar o curso em londres.. teria de fazer o 4ºano de novo lá porque nao deixam entrar directamente para o 5º..mas isso seria o menos..ficaria 2 anos em londres o que nao me parece nada mal..:) aperfeiçoaria muito bem o ingles que é um dos principais factores para esta escolha.. gostaria de saber opinioes e o que axam do ensino em londres... cumprimentos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que nesta area a maior escola que Londres pode dar é a nivel cultural/artistico... Nunca estive la... e muito menos a estudar... mas conheço algumas pessoas que já passaram por la a estudar e trabalhar. Dizem que é bom...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Formação, fica em Portugal, tens aqui os melhores professores, Cultura, vai para Itália, destino obrigatória nos ancestrais anos de formação em Artes.


Sinceramente... concordo a 100% com o ARK...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Melhores professores em Portugal? Bem essa é nova até para mim. Foram poucos até agora os bons professores que tive. Das duas uma, ou se perdem em pseudo teorizações absurdas, ou simplesmente não percebem nada de arquitectura. Eu próprio não percebo e acho que ainda tenho muitos anos pela frente para aprender. Mas em Portugal, regra geral os professores limitam-se a querer mostrar que sabem mais, e que são melhores, e a humildade é coisa que nem sequer existe. Não que lá fora seja sempre diferente, mas melhor é sem dúvida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então porque não colocar esses bons arquitectos a ensinar. No meu caso tive o que se pode considerar o pior professor de Projecto que tive na vida isto no ano passado. Este ano tenho um dos melhores que já alguma vez tive. O ano passado, para alem do senhor nem contas de somar saber fazer, dizia que a arquitectura é como a pintura e ou se gosta ou não se gosta. Bem acho que então tudo será como a pintura, ou se gosta ou não se gosta, mas é sempre possível dizer se uma coisa está bem executada ou não. Pessoalmente não gosto muito de pintura, por exemplo. No entanto estive recentemente no Tate e fiquei fascinado com alguns quadros pois sabia reconhecer a sua importância. Penso que existe muito em Portugal o arquitecto que fala muito, mas verdadeiramente não sabe nada de construção, evita falar sobre edifícios autosuficientes, focando apenas o seu discurso, em pseudo ideias do que deveria ser a arquitectura segundo algumas palavras caras que usa. A arquitectura é importante sem dúvida, muito mais importante do muitos pensam. Para quem projecta e para quem tem a sorte de ver as suas obras construídas, tem que o fazer para as pessoas e não para mostrar ao mundo o que consegue fazer. Existe uma lógica no que construímos e deveria-se evitar certas coisas como as que vejo no meu curso. Desde pessoas a fazerem edifícios que se assemelham a cubos mágicos, segundo uma lógica qualquer que nem eu compreendo, ou em anos já avançados a perguntarem espessuras de paredes de alvenaria de tijolo ou tamanhos de casas de banho. Cada vez mais me assusta quando vejo futuros arquitectos a serem formados desta forma. Eu pessoalmente tento contrariar este rumo errado que nos obrigaram a tomar, resistindo no entanto às coisas ridículas a que assisto todos os dias. Arquitectura é um curso e uma profissão como tantas outras, e deveria ser encarada como tal. Aliás nós sem o pedreiro nunca seriamos nada, e um arquitecto porventura deveria ser humilde ao ponto de compreender que nós apenas mandamos fazer. Temos é que saber bem como o fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu já estive numa faculdade de arquitectura em Londres (não sei se há mais que uma) mas achei completamente brilhante o sistema de ensino!! Na faculdade que eu fui, tu tinhas que te candidatar a um determinado professor com um determinado exercício de arquitectura. Cada professor tinha uma especialidade, um era mais ligado a estruturas, outro era mais teórico, outro mais conceptual. Pelo que percebi na altura, tu candidatavas-te ao professor que querias e ele e que escolhia os alunos que queria na sua turma (entrevistas, portofólio, etc). Depois a cena que me deixou mesmo estúpida com aquilo foram as oficinas! Tinham uma oficina para cada tipo de material: uma oficina de madeiras, uma oficina de metais, plásticos, etc. e o mais fantástico daquilo tudo é que tinhas um ou dois operários em cada oficina a ajudar-te a fazer as maquetas e protótipos. Fui lá eram umas 9h da noite e eles ainda la estavam com um pessoal. Não sei mesmo qual o nome da faculdade, tirando que era de arquitectura. Mas sei que é uma faculdade com alunos de quase todo o mundo (japoneses, holandeses, portugueses...). Fiquei mesmo apaixonada pelo ambiente e pelas condições da faculdade!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não me lembro mesmo do nome da faculdade. Nem sei onde era ao certo, porque fui lá com um grupo de colegas e andavamos sempre ao "molho" e eu só saia do metro quando me diziam :s Mas lembro-me que fui de metro até lá. Sei que saí numa estação muito grande, tipo... interface de linhas de metro e comboios. Mas pelo que já estive a ver no google map perto de quase todas as faculdades de arquitectura há estações de metro... portanto... não ajuda muito :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também tenho estado de olho nas universidades de Londres, porque também tenho algum interesse em fazer lá o 4º e 5º anos, mas a universidade que mais me falam é a South Bank. Sei que é possível fazer o 4º e 5º num "pacote" também de dois anos. No entanto numa resposta a um mail que lhes enviei não se mostraram muito aptos a colaborar no processo de transferência. =/

Share this post


Link to post
Share on other sites

nao sei se precisas de um processo de transferencia, se tens a licenciatura, candidatas-te ao mestrado ....

Por aquilo que vejo aqui, a nossa formacao e muito melhor, se calhar nao por causa da formacao unversitaria em si, mas pela formacao do secundario, que nos abre muito mais as vistas.

depois, parece-me que eles se tetam desenvolver muito artisticamente mas sem fundamentos teoricos, a Historia de Arte, Arquitectura e social parece-me insuficiente.

Tecnicamente parecem mais bem preparados, mas pelo sistema deles de 3 +1, 2+2. Ou seja eles ja levam um ano de experiencia quando passam ao mestrado. e depois destes, mais dois anos de expericenia ate que se possam candidatar ao exame da ARB (Architecs Registation Board)

esta e considerada uma das melhores universidades do mundo em arqutectura, mas nao penso que seja publica:

http://www.aaschool.ac.uk/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.