Jump to content
Arquitectura.pt


JVS

Arquitecto vê futuro em cidade ecológica no deserto

Recommended Posts

Arquitecto vê futuro em cidade ecológica no deserto
--------------------------------------------------------------------------------
Internacional

27/01/2008 08:01:8


Imagine uma cidade de 50 mil habitantes sem carros, sem gás carbónico, sem lixo, uma cidade ecológica do futuro. Agora imagine essa cidade no deserto do Golfo, onde as temperaturas no Verão podem chegar a 50ºC e ar condicionado 24 horas é um estilo de vida.

O arquitecto britânico Norman Foster idealizou Masdar City, projecto com o qual o governo de Abu Dhabi espera diminuir as suas emissões de carbono.

"Estamos envolvidos em diversos projectos em Abu Dhabi, e este, sem dúvida, é o mais idealista. É provavelmente o projecto mais idealista hoje no mundo, e o mais relevante em qualquer conferência, de Kioto a Davos", disse Foster.

"Isto não tem a ver com moda, tem a ver com sobrevivência". O veloz crescimento económico dos Emirados Árabes Unidos e de países vizinhos do Golfo Árabe impulsionado pelos recordes nos preços do petróleo, ocorre num momento de crescentes temores internacionais sobre as mudanças climáticas.

Os Emirados Árabes estão entre os maiores emissores per capita de gases do efeito estufa, mas a capital, Abu Dhabi, anunciou que investirá 15 mil milhões de dólares no desenvolvimento de energias limpas e renováveis, incluindo Masdar City, que deve ser construída em sete fases, entre 2008 e 2018.

Fazer isso no clima desértico não é tarefa fácil, e o formidável Foster, cuja empresa está por traz de diversos projectos famosos, da Millennium Bridge de Londres à reconstrução do Reichstag em Berlim, diz que ter voltado às raízes para projectar a cidade ecológica de Abu Dhabi.

"Esta é uma resposta específica para um lugar onde há mais exigências climáticas quando se trata de reduzir a zero as emissões de carbono. É mais difícil no deserto no que em climas temperados. Seria mais fácil no Mediterrâneo ou no Norte da Europa," disse em entrevista telefónica.

"Mas acho que a questão é trabalhar com a natureza, com os elementos, e aprender com os modelos tradicionais."

Masdar será uma cidade murada, no estilo tradicional árabe. Com a proibição aos carros, será uma cidade compacta, com ruas estreitas e à sombra, agradáveis para caminhar, não muito diferente do modo como os espaços urbanos eram organizados tradicionalmente para abrigar consumidores e pedestres do sol do Oriente Médio.

Ela também terá um sistema de transporte ecológico, incluindo veículos sobre trilhos, incomuns nessa parte do mundo onde o transporte público é mínimo e as pessoas dependem de carros.

"Veja Veneza. Você não se sente privado de nada em Veneza porque não há carros. É bem o contrário. A cidade é tão atraente que corre o risco de virar popular demais", disse Foster. "Estamos falando de tecnologia para fazer mais com menos".


in Diario dos Acores

Share this post


Link to post
Share on other sites

Creio que já vi umas imagens deste projecto urbano, pelo menos sei que vi imagens de um projecto urbano do Foster para esta região, mas deverá ser o mesmo. É de louvar o espírito crítico e o descer às origens, onde sem carros e sem meios tecnológicos, também se vivia...

Share this post


Link to post
Share on other sites
GALERIA DE FOTOS

http-~~-//issmatblog.files.wordpress.com/2007/08/masdar1.jpg

http-~~-//issmatblog.files.wordpress.com/2007/08/masdar2.jpg

http-~~-//www.cpluv.com/www/medias/WSDIA/WSDIA_4642adc542632.jpg

http-~~-//www.building.co.uk/Pictures/316xAny/l/o/r/foster_masdar_3.jpg

http-~~-//www.carfree.com/cft/i046_foster+partners2.jpg

http-~~-//www.psfk.com/wp-content/uploads/s19031.gridserver.com/wp-content/uploads/psfk.com/images/2007/05/09/masdar2.jpg


PERSPECTIVAS AEREAS

http-~~-//www.vivercidades.org.br/publique222/media/Maratonicas_Masdar.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Masdar City, The Green City

Monday at World Future Energy Summit in Abu Dhabi will be announced a visionary city which is set to be the most ecological in the world. The conference is financed by the Abu Dhabi Future Energy Co.’s Masdar Initiave. They plan to begin the construction in February and will have a perimeter of six-square-kilometer.The city will be named Masdar City and it will be able to provide shelter for 47,500 people. The entire construction will be finalized in 10 years, but the first inhabitans will move in beginning with 2009. This project is designed by Foster&Partners, will have zero pollution-rate and zero waste.


The energy necessary for powering the city will be distributed with the help of a solar-photovoltaic power plant. Their vision includes the placement, near the sea and a protector-wall will defend the city from the desert’s hot air and from the disturbances created by the Abu Dhabi Airport.
In the city no car will circulate, so the transportation will be provided by an electric railway system which will be connected to the center of Abu Dhabi. In Masdar City, you will find the headquarters of the Masdar Institute of Science and Technology and they hope to bring there some of the most important green companies in the world.


This is huge step forward for saving the planet and we hope this will encourage all cities in the world to take measures against pollution.

Imagem colocada


www.ecofuss.com

Share this post


Link to post
Share on other sites

Abu Dhabi lança primeira pedra de cidade sem CO2


PATRÍCIA VIEGAS

http-~~-//dn.sapo.pt/2008/02/11/261279.jpg



Imagine-se uma cidade onde os carros não podem circular, onde o dióxido de carbono não invade o olfacto dos que nela vivem e trabalham, onde os desperdícios são reaproveitados e onde o petróleo, o ouro negro, não tem a mínima importância.

Esta cidade, utópica, vai tornar-se realidade já a partir de 2009. A sua construção começou ontem nos arredores de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, federação que, curiosamente, tem as quintas reservas de petróleo mundiais.

A construção da Masdar City, que em árabe significa a cidade fonte, vai ser feita em sete fases e tem um custo total de 22 mil milhões de dólares (15 mil milhões de euros), segundo a Abu Dhabi Future Energy Company (conhecida por Masdar).

A erguer num espaço de seis quilómetros quadrados, a cidade inspira-se no urbanismo árabe, acrescentando-lhe inovações do século XXI. O projecto da Masdar City, da responsabilidade do atelier do arquitecto britânico Norman Foster, terá um complexo residencial para um máximo de 50 mil pessoas. Os habitantes desta cidade serão incentivados a andar a pé ou a utilizar os transportes públicos (eléctricos). A zona habitacional daquela que pretende ser a primeira cidade do mundo sem CO2 será a parte que ficará pronta mais rapidamente. A totalidade do complexo só estará finalizada em 2015, o mais tardar, segundo disse à AFP o porta-voz da Masdar.

Além das habitações, a cidade contará ainda com um Instituto de Ciência e Tecnologia (em parceria com o MIT do Massachusetts), laboratórios a nível mundial, um museu de ciência, lojas, mais 1500 empresas que ali queiram instalar-se.

À volta da cidade haverá torres eólicas e painéis solares. Mais um campo de plantações e pesquisa, segundo o site da FosterandPartners, para garantir a auto-sustentabilidade. A Masdar City vai usar menos 75% de electricidade e menos 60% de água do que uma cidade convencional.

"Vamos converter em dinheiro as reduções de emissões [através da venda de licenças para emitir CO2]. Esta forma de financiamento nunca foi aplicada à escala de uma cidade", declarou no sábado o director executivo da Masdar, o Sultão al-Jaber, citado pelo Guardian on-line.

Os Emirados Árabes Unidos têm reservas de petróleo para 150 anos. Mas, tal como os outros produtores, procuram formas de diversificar as suas fontes de energia e de reduzir a dependência do ouro negro.|

Link:
http://dn.sapo.pt/2008/02/11/internacional/abu_dhabi_lanca_primeira_pedra_cidad.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Do site do Norman Foster (http://www.fosterandpartners.com/Practice/Default.aspx):

Masdar Development
Abu Dhabi, United Arab Emirates, 2007

The first project as a result of the Masdar Initiative is a new 6 million square meter sustainable development that uses the traditional planning principals of a walled city, together with existing technologies, to achieve a carbon neutral and zero waste community. Masterplanned by Foster + Partners, the initiative has been driven by the Abu Dhabi Future Energy Company, and will be a centre for the development of new ideas for energy production.


The first project as a result of the Masdar Initiative is a new 6 million square meter sustainable development that uses the traditional planning principals of a walled city, together with existing technologies, to achieve a carbon neutral and zero waste community. Masterplanned by Foster + Partners, the initiative has been driven by the Abu Dhabi Future Energy Company, and will be a centre for the development of new ideas for energy production. Masdar responds to the urban identity of Abu Dhabi while offering a sustainable urban blueprint for the future. Launched at Cityscape Abu Dhabi 2007, it is an ambitious project that will attract the highest levels of international expertise and commerce, providing a mixed-use, high-density city. The exciting programme includes a new university, the Headquarters for Abu Dhabi’s Future Energy Company, special economic zones and an Innovation Center.

The principle of the Masdar development is a dense walled city to be constructed in an energy efficient two-stage phasing that relies on the creation of a large photovoltaic power plant, which later becomes the site for the city’s second phase, allowing for urban growth yet avoiding low density sprawl. Strategically located for Abu Dhabi’s principal transport infrastructure, Masdar will be linked to surrounding communities, as well as the centre of Abu Dhabi and the international airport, by a network of existing road and new rail and public transport routes.

Rooted in a carbon neutral ambition, the city itself is car free. With a maximum distance of 200m to the nearest transport link and amenities, the compact network of streets encourages walking and is complemented by a personalised rapid transport system. The shaded walkways and narrow streets will create a pedestrian-friendly environment in the context of Abu Dhabi’s extreme climate. It also articulates the tightly planned, compact nature of traditional walled cities. With expansion carefully planned, the surrounding land will contain wind, photovoltaic farms, research fields and plantations, so that the city will be entirely self-sustaining.

Client: Masdar-Abu Dhabi Future Energy Company
Consultants: Ctril Sweet Limited, E.T.A., Energy, Ernst and Young, Flack + Kurtz, Transsolar


Site do empreendimento:
http://www.masdaruae.com/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por um lado é muito bom existir uma iniciativa destas com esta amplitude e pelo modo como vai propiciar a invesitgação e a melhoria da qualidade de vida dos seus habitantes. Mas quais os verdadeiros objectivos desta cidade, para os que a financiam? Qual a quantidade de energia e recursos gastos para a construção desta cidade? Não estou a contestar, mas estou a questionar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

caro joão neves parece-me que os gastos de energia na construção da cidade têm retorno com o passar dos anos e se isso não chegar o meio ambiente agradece com a diminuição drástica de emissões de CO2. parece-me que o objectivo desta cidade é o mesmo que a construção do the world, a palm island, entre outras, no dubai... esta politica de construção apresentada pelo xeique, para além de cativante e de proporcionar grandes avanços na arquitectura e na engenharia está a fazer do dubai a capital do turismo, da arquitectónica, da economia, da vanguarda etc, etc... do mundo! dou os meus parabéns mais uma vez... esta obra está sem duvida do limiar da utopia. espero ansiosamente pela sua conclusão! :p

Share this post


Link to post
Share on other sites

O bom desta proposta é que será feita "lá no meio do deserto" e por isso vamos poder aprender aquilo que irá funcionar bem e o que irá funcionar mal. Será uma maquete à escala real. Será bastante importante para repensarmos o urbanismo futuro nos resultados que esta obra terá com o passar dos anos. Só é pena não estar já em funcionamento... Pois quando estiver concluída e habitada, esses resultados já virão atrasados... Mas em relação ao vídeo tenho algumas dúvidas. Se por um lado o conceito me parece bastante sustentado (e sustentável), por outro, para alimentar essa cidade com energias renováveis terão de criar hectares de campos de geradores eólicos , de paineís solares etc etc, estruturas que terão um enorme impacto ambiental mesmo situando-se no chamado deserto. Aliás, esta euforia pelas energias renováveis, por mais sensata e bem intencionada que seja está a deixar marcas profundas e irreparáveis na paisagem, veja-se o caso de portugal onde já poucas são as montanhas onde não se vejam uns postes ao alto. Penso que seria necessário pararmos um pouco para pensar de que forma é que esta corrida para baixar valores não implicará ao mesmo tempo um descontrolo sobre a forma como se está a implantar esta mega-operação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Masdar’s Solar Powered Rapid Transit System



In Arabic, Masdar means “the source,” and the the latest development to spring from the city’s upwelling of green tech is a futuristic transit system that will serve the city’s six square kilometers. Realizing a concept straight out of sci-fi, the system consists of a fleet of solar-powered programmable vehicles that seat six and keep streets congestion free.



It seems like Masdar makes the news every other week with it’s rapidly developing plans for a waste-free zero-emission city. Set to house 50,000 people, Foster and Partners‘ eco mecca is mobilizing a slew of high-tech projects that skirt the realm of utopianism.

Masdar’s ultra-efficient city plan makes no allowances for fossil fuel vehicles, favoring a new breed of mass transit - a personal rapid transit system. “You program what station you want to go to, and [the vehicle] will directly take you to that station . . . If you look at things like Blade Runner, etc., that we had 15 years ago, it’s really bringing that to the fore now,” says Scott McGuigan of CH2M Hill, the construction firm that’s building Masdar City.

The vehicles are set to run beneath the city like a subway minus the tracks, creating an aboveground infrastructure that is pedestrian-friendly and free from gridlock. Ease and efficiency are key features, since the programmable cars can take you anywhere you need to go, and energy won’t be expended running multiple railways on off-peak hours. Roughly 1,500 stations are planned, and no point in the city will be more than 200 meters from the system.




Link:
http://www.inhabitat.com/2008/05/27/masdar-personal-rapid-transit-system/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguns vídeos: [ame="

"]YouTube - Masdar[/ame] [ame="
"]YouTube - Masdar City Ariel Fly Through[/ame] [ame="http://www.youtube.com/watch?v=TA_Hkv42B4o"]YouTube - MASDAR Headquarters[/ame]

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.