Jump to content
Arquitectura.pt


Connecty

Sumo Granturista - atelierSUMO

Recommended Posts

Sumo Granturista
atelierSUMO

http-~~-//www.casadavizinha.eu/spp/architects/74/projects/55/1196860640_04_cv_gt.jpg

http-~~-//www.casadavizinha.eu/spp/architects/74/projects/55/1196860770_09_cv_gt.jpg

Para esta proposta foram ponderados diversos cenários de apropriação do espaço, exigindo à “casa de férias” uma adaptação funcional consoante o periodo do ano, diferente número de utilizadores e graus de proximidade.

A tipologia apresentada poderá servir a pelo menos duas familias, sendo constituidas duas unidades independentes que partilham uma sala/cozinha e parte da circulação. Na constituição destas duas unidades foram considerados “laços” de proximidade/relacionamento que poderão conduzir à partilha do espaço. Esta partilha poderá assumir o simples prazer de dividir e usufruir o tempo de férias em conjunto por uma grande familia, por um grupo próximo de amigos ou então satisfazer simples factores económicos, em que o espaço é repartido por “necessidade” e a coabitação é limitada a alguns espaços de utilização comum.

Considera-se que esta proposta poderá apresentar uma solução sustentável no que toca a ocupação e utilização e por isso uma alternativa às “convencionais” tipologias de férias.
A flexibilidade funcional é um dos grandes trunfos da SUMO GRANTURISTA.

De modo a responder a estas imposições funcionais pensou-se numa casa em que o mobiliário existisse de forma integrada, dotando-a de requisitos básicos de habitabilidade, reduzindo assim o investimento, o esforço e o transtorno do transporte de objectos. Esta é uma casa “pronta a habitar” que permite ao Granturista deslocar-se com pouca bagagem.

A existência de mobiliário integrado pretende criar um sentimento de elementariedade, onde prevalece o objectivo prioritário de descanso e descontracção. Estes elementos apresentam uma materialidade neutra que possibilita (se desejada) a sua fácil personalização, podendo esta ser feita com recurso a materiais de expressão e custo reduzidos: uma almofada, um lençol, uma colcha. Procura-se superar a noção de “construído à medida” dos gostos do fruidor para se alcançar a consciência de que o mobiliário/equipamento existe como responta às necessidades básicas do Granturista.

Ler mais sobre o projecto:
http://www.casadavizinha.eu/projectos/sumo-granturista-55.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.