Jump to content
Arquitectura.pt


leonel1983

investimento imoveis..!

Recommended Posts

Antes de mais queria dar um olá a todos viste ser o meu primeiro tópico, e sendo um jovem(24 anos) peço que n me levem a mal se for demasiado ingénio em relação aos negócios e ao funcionamento da economia.
O que se passa é o seguinte,gostaria de saber se :

1-É rentavel comprar um T3 em óprimo estado de conservação,bem situado(em olhão) na casa dos 80.000 € recorendo ao crédito num prazo de 45/50 anos?

2-Pelos meus cálculos se o crédito me for concedido pagaria a volta de 150/200€ p/mês,a minha duvida é se existe alguma diferença nas taxas praticadas no crédito para quem quer comprar casa com intuito de arrendar e vender a longo prazo(daqui a 15/20 anos) e áqueles que compram para habitação?

3-Pagar crédito de 200€ e arrendar a 400€ é legal??

4-Quais são os outros encargos fiscais inerentes?

5-Será que a tendencia de mercado vai manter-se até 2025(a subir o valor do imovel)ou vai estagnar??


peço desculpas são muitas perguntas,porque as duvidas são muitas e vim aqui para ter opinião imparcial.

aguardo a vossa ajuda!
Um grande abraço e bons negócios!

Share this post


Link to post
Share on other sites

1- Não sei. Depende do valor do imobiliário em Olhão. Não sendo da zona é dificil de avaliar. 2 e 3- Não vejo o que a situação poderá de ter de ilegal, a não ser que tal venha previsto no contracto. normalmente isso só acontece quando se fala de programas especiais tipo EPUL e afins. Como tal também não vejo porque é que a taxa há de ser diferente. (mas atenção isto são perguntas que é melhor serem colocadas às entidades que fazem o empréstimo, e ou às entidades que fazem a venda, como por exemplo EPUL, se for compra a privados em principio não haverá qualquer problema.) 4- De repente estou-me a lembrar do IMI e do condominio. 5- Os imóveis sobem quase sempre, é preciso haver uma crise gigantesca ou um falhanço gigantesco ao nivel de investimento ou então uma necessidade de venda urgente para um imovel imobiliario descer de valor. Mesmo agora que o mercado está mais ou menos estagnado não se pode exactamente falar de uma descida de preço, mas sim de uma subida menos acentuada. O que tem subido imenso são os juros dos empréstimos bancários...

Share this post


Link to post
Share on other sites

parece-me mais uma pergunta do sector da economia, mas atenção que a nível de créditos e beneficios fiscais conta muito se é para 1ª habitação ou 2ª ou seja se é para sua habitação permanente ou como 2ª ( casa de férias, para arrendamento ou venda ). assim como é lógico terá de se informar no seu banco sobre essa questão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprar para arrendar julgo que não interfere em nada com as taxas cobradas pelos bancos. Esse cálculo de 150€/200€ por mês para 80.000€ está bem feito? Ou o empréstimo não é feito para os 80.000€, ou então de certeza que não dá uma mensalidade tão baixo...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Axo estranho ficar-se a pagar tão pouco por um emprestimo de 80000€... Daquilo que conheço do mercado, pois já à 2 anos que ando à procura de casa, o mercado dos alugueres fui chão que já deu uvas... isto devido a esse tipo de jogo que se fez muito na altura dos emprestimos especiais para jovens... Eu pessoalmente prefiro pagar x pelo emprestimo de uma casa do que x + y por uma renda po mesmo imovel! Falo tambem da minha zona (lisboa) em que se pede 600€ de renda por um T1 e se paga de emprestimo 600€ por um T2 que no fim é meu!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coment ao ponto 2. Atenção: compra para arrendamento não tem a mesma taxa que compra para habitação própria e permanente. Além do mais na compra para arrendamento não descontas no IRS os juros para aquisição própria e permanente (até 574 €). Por outro lado o arrendamento exige contrato (para ser legal...) e portanto o valor das rendas tem que ser declarado em sede de IRS. Conforme os teus rendimentos podes ter que pagar bastante. Além do mais tens que pagar o empréstimo e a diferença entre o que pagas de empréstimo mais o que tens que pagar às finanças e aquilo que recebes de renda, pode ser negativo e aí tens 2 problemas: tens que pagar ao banco e às finanças. Assim em vez de teres um saldo positivo todos os meses passas a ter um saldo negativo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.