Jump to content
Arquitectura.pt


Connecty

Concurso De Concepção - Praia E Frente De Mar Da Figueira Da Foz E Buarcos | Divulgação De Resultados

Recommended Posts

Concurso de Concepção - Praia e Frente de Mar da Figueira da Foz e Buarcos | Divulgação de Resultados

O Júri do 'Concurso Público de Concepção (Ideias) para a Requalificação e Reordenamento da Praia e Frente de Mar da Figueira da Foz e Buarcos', promovido pelo Município da Figueira da Foz, com Assessoria Técnica da OASRN, congratulando-se com a oportunidade de se confrontar com um vasto conjunto de ideias, de excelente qualidade, expressas nos 61 trabalho admitidos, deliberou pela seguinte hierarquização (correspondente aos trabalhos premiados e distinguidos):

1.º Classificado | RVDM – Arquitectos, Lda.
Conforme referido pelo Júri, trata-se de um trabalho que excedeu as expectativas face ao teor do presente concurso, cumprindo "(..) diligentemente com todos os requisitos (…)." Apresenta uma "Estratégia de intervenção clara e muito forte onde se destaca a consciência de trabalhar um território de fronteira, de expressiva dimensão natural. São criadas áreas distintas e diversificadas onde sobressaem um parque atlântico extenso e bem equipado destinado a receber arte, cultura, desporto, turismo e lazer. Destaca-se a proposta clara de criação do sistema dunar, o estabelecimento de um sistema de acessos hierarquizado que avança sobre o areal, bem articulado com o estacionamento proposto, e o facto deste sistema de acessos reperfilar toda a avenida marginal e o remate sobre a rotunda e jardim de Buarcos, e ainda, de organizar os programas como estimuladores de procura capazes de resolver os picos de intensidade sazonal, de forma ambientalmente sustentável. (…) Apresenta projectos âncora importantes (piscina atlântica e anel das artes) e distribui de forma equilibrada e diversificada no território, jardins temáticos e espaços de recreio e lazer infanto-juvenis e espaços para desportos radicais."

2.º Classificado | Atelier Rua – Arquitectos Lda.
Cumprindo "(…) diligentemente com todos os requisitos (…)", o trabalho apresenta uma "Estratégia clara de ordenamento do território com criação de áreas distintas de intervenção. Destaca-se, como estratégia, o ritmo de aproximação à linha de costa que define a zona balnear, a relação entre o ambiente construído e o ambiente natural, suportado por uma estrutura verde adequada e simultaneamente criativa, a acessibilidade sobre o território que cria áreas de estar e conforto, e a pertinência dos sistemas construtivos e materiais propostos. A relação custo/benefício entende-se equilibrada bem como o programa diversificado que é proposto ao longo da extensão da ante-praia", conforme de pode ler no Relatório do Júri.

3.º Classificado | Cláudia Patrícia Pinto Freitas / Vitor Hugo Esteves
O Júri no seu relatório, sublinhando a "(…) qualidade e flexibilidade dos espaços públicos propostos", destaca "(…) a coerência da estratégia em termos de programa, a criatividade no detalhe, enquadramento na envolvente, preocupação ambiental, alicerçado numa estrutura verde coerente e na adequação dos sistemas construtivos e materiais propostos." A intervenção, que "cumpre diligentemente com todos os requisitos (…)", "Permite uma circulação avançada sobre a frente marítima e areal, clarificando a zona balnear."

Menção Honrosa | Friedmann Rentsch / Rentsch Architekten
O Júri justifica a atribuição desta Menção, "determinada pela avaliação conceptual e gráfica aplicada ao conjunto dos conteúdos propostos."

Menção Honrosa | Miguel Figueira / Pedro Bandeira / Pedro Maurício Borges
Conforme expresso no seu relatório, a atribuição desta Menção pelo Júri foi "determinada pela originalidade e inovação da proposta."

Menção Honrosa | Miguel Figueira / Pedro Bandeira / Pedro Maurício Borges
Foi também este trabalho alvo de distinção pelo Júri, "determinada pelo carácter de manifesto ou provocação, e por assumir uma atitude de demonstração por absurdo de uma ideia, intervenção radical ou extrema."

Na sequência da decisão de selecção e de atribuição de Prémios da Entidade Adjudicante, serão atribuídos, aos concorrentes classificados nos 3 primeiros lugares, prémios no valor pecuniário de, respectivamente, €30.000,00, €20.000,00 e 10.000,00, e de €2.000,00 a cada Menção Honrosa.

O Júri foi constituído pelos seguintes elementos:
Presidente: António Tavares, Vereador do Urbanismo Ambiente e Cultura da CMFF;
Relator: Maria Manuel Ataíde, designada pela CMFF;
Secretário: Nuno Mendes, designado pela CMFF;
Joaquim Sotto Maior / Jorge Rua, designados pela APFF;
Fátima Alves /Luís Paulo Ribeiro, designados pelo Consórcio CEDRU-UA;
Paulo Machado/ Luísa Biscaya, designados pelo Instituto Nacional da Água;
Leonor Picão, designada pelo Turismo de Portugal;
Solange Pereira, designada pela DRCC; e por
João Paulo Cardielos, elemento designado pela OASRN.

Em declarações no relatório final, "os membros do Júri do concurso consideraram que a iniciativa (…) se reveste de um significado particularmente relevante, colocando em apreciação e debate público um amplo conjunto de ideias que poderão, futuramente, servir para a construção de um quadro mais alargado de pensamento estratégico para a cidade."

Imagens (cima para baixo) © direitos reservados:
1.º Classificado | RVDM – Arquitectos, Lda.
2.º Classificado | Atelier Rua – Arquitectos Lda.
3.º Classificado | Cláudia Patrícia Pinto Freitas / Vitor Hugo Esteves
Menção Honrosa | Friedmann Rentsch / Rentsch Architekten
Menção Honrosa | Miguel Figueira / Pedro Bandeira / Pedro Maurício Borges
Menção Honrosa | Miguel Figueira / Pedro Bandeira / Pedro Maurício Borges


In: Mensageiro OASRN #480

Marque a sua presença no Evento de apresentação aqui:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.