Jump to content
Arquitectura.pt


JVS

Massarelos, Porto | “Frigorífico Do Peixe” | Januário Godinho

Recommended Posts

Massarelos, Porto | “Frigorífico do Peixe” | Januário Godinho

O edifício conhecido como “Frigorífico do Peixe” de Massarelos vai ser transformado em hotel através do grupo Nelson Quintas, que já deu “luz verde” ao arquitecto para avançar com os “projectos de execução”, revelou esta sexta-feira o projectista.

“Já tive luz verde dos promotores para os projectos de execução avançarem”, afirmou o arquitecto José Carlos Cruz, adiantando que a empresa responsável pelo empreendimento é o Grupo Nelson Quintas.

O edifício modernista está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1977 e a intenção é preservar a sua arquitectura, garante José Carlos Cruz.

“A grande nave central, coberta com tijolo de vidro e, portanto, com bastante luz natural, onde antigamente existia a lota do peixe, será o lobby do hotel”, descreve.

As antigas “habitações e escritório do director da lota serão transformados em 4 suítes viradas para o rio”, acrescenta.

Os restantes 91 quartos ficarão concentrados na lateral do edifício, virada para “a Rua Fonte de Massarelos, com uma perspectiva lateral sobre o Rio” Douro, acrescenta

Nesse lado do imóvel (o lado direito, para quem está virado de frente para o edifício), será instalada a “porta principal do hotel” e será preservado “um portão com baixos relevos de granito, relacionados com a pesca”.

O arquitecto pretende ainda “recuperar o pé direito duplo” original do imóvel, uma vez que actualmente “existe um pé direito intermédio”.

No corpo do imóvel que faz gaveto com a Rua D. Pedro V haverá acesso directo para o restaurante.

Um edifício da década de 30

O imóvel da freguesia de Massarelos, situado na Alameda Basílio Teles, na esquina da Rua D. Pedro V, vai ter 95 quartos, um restaurante, um bar, ginásio e SPA.

O projecto de arquitectura já foi aprovado pela Câmara do Porto e recebeu “parecer positivo” do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (Igespar) do Estado.

Construído na década de 1930, o edifício modernista é a primeira obra referencial do arquitecto Januário Godinho e teve como objectivo “combater a carência e deficiência na qualidade de aquisição de peixe para consumo”.

Marcado: Arquitectura, hotéis, Massarelos, Porto


in http://porto24.pt/porto/13042012/hotel-vai-preservar-traca-do-frigorifico-do-peixe/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.