Jump to content
Arquitectura.pt


Connecty

'As construções do Vinho' | Exposição de Arquitectura

Recommended Posts

'As construções do Vinho' | Exposição de Arquitectura
20 de Junho a 17 de Julho de 2011 | Edifício da Alfândega - Porto




Integrada no 34º Congresso Mundial da Vinha e do Vinho e Assembleia Geral da Organização Internacional da Vinha e do Vinho - OIV, que decorre de 20 a 27 de Junho, a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, FAUP, em parceria com a Ordem dos Arquitectos - Secção Regional Norte, OASRN, apresenta a exposição "As Construções do Vinho". Comissariada pelos arquitectos e docentes da FAUP, João Pedro Serôdio e Nuno Brandão Costa, a exposição integra as Comemorações do Centenário da Universidade do Porto.

A exposição reúne uma selecção de dez sítios e edifícios: Palácio da Brejoeira, Quinta do Portal, Adega Niepoort – Quinta de Nápoles, Quinta do Vallado, Caves de Gaia, Palácio do Bussaco, Adega Casa de Sarmento, Herdade do Esporão, Adega Mayor, Curraletas no Pico nos Açores.

Segundo os comissários "a exposição pretende retratar, de modo expressivo e simbólico, a grande vocação geográfica, paisagística e ambiental do nosso território para a produção de vinho de alta qualidade, em comunhão absoluta com a qualidade dos equipamentos arquitectónicos que vêm servindo esta indústria. Este retrato pretende abranger todo o território nacional e as diferentes épocas ao longo da história, representados nos diversos edifícios expostos, que se vão sucedendo em diversos estilos e tempos (do vernacular, passando pelo barroco, ao contemporâneo)."

Das mais significativas “Construções do Vinho” como a do Douro Histórico, a do Douro dos patamares ou a dos currais ou curraletas no Pico nos Açores, as caves de Gaia e a sua estrutura urbana ímpar, passando pelos exemplos imponentes do Palácio do Buçaco e da Brejoeira que caracterizam a importância da produção vitivinícola, e a sua presença no tempo e na história do nosso país, até aos edifícios contemporâneos expostos que centram-se na absoluta relação entre a obra e o território, a exposição reflecte o ponto inovador deste congresso ao promover um espaço de reflexão e discussão crítica, através da introdução da especificidade arquitectónica no debate sobre o sector da Vinha e do Vinho.

A montagem propõe um objecto estrutural de grandes dimensões que, por uma sucessão de espaços em nicho, construídos em alvenaria de bloco cortiça (evocação dos muros dos socalcos), vai retratando em fotografias de grande formato, da autoria do fotógrafo Luís Ferreira Alves, iluminadas em caixa de luz contínua, 10 sítios e edifícios representativos do tema. Constrói se um ambiente em panorama, visualizando os espaços que acolhem ao longo do território a produção de vinho nacional. Esta sucessão imagética complementa se por uma série de pequenos filmes em excerto, realizados pela arquitecta Cláudia Clemente, que completam a informação atribuída aos locais pelas fotografias, proporcionando outra visão interpretativa dos mesmos espaços e tempos.

Esta exposição possibilita a articulação de obras de autor com factos notáveis, associados a valores da paisagem e inovações no fabrico e armazenagem do vinho, e aborda também a temática através da finalidade ou da tipologia. Com a exposição, é lançado um catálogo com textos de Álvaro Siza, Eduardo Souto de Moura e Francisco Vieira de Campos, autores de alguns dos projectos, e dos comissários João Pedro Serôdio e Nuno Brandão Costa.


A arquitectura assume nesta 34ª edição do Congresso uma presença forte, sublinhando a relação, no Porto inegável, entre a construção da cidade e a cultura do Vinho e da Vinha. Esta presença é assinalada não só com a exposição 'As construções do Vinho', que ficará patente até 17 de Julho, mas também a 20 de Junho, na sessão inaugural, com a Conferência do arquitecto Álvaro Siza.

Pela primeira vez é integrado no Programa Científico do Congresso a área da arquitectura - "Arquitectura/Paisagem e vinho". Filipa de Castro Guerreiro, Francisco Vieira de Campos, João Pedro Serôdio e Nuno Travasso, docentes da FAUP, apresentam, a 22 de Junho, Comunicações Orais nos vários sub-temas: Desenvolvimento Urbano e Planeamento das Cidades, Vinho e Turismo, Concepção das Adegas, Aparelhos e Acessórios Vinícolas.


A mostra está patente no Edifício da Alfândega, Porto, de 20 de Junho a 17 de Julho, de Terça a Sexta das 10h00 às 18h00, Sábado, Domingos e feriados das 15h00 às 19h00 (entrada gratuita).


Mais informações: http://www.oiv2011.pt

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.