Jump to content
Arquitectura.pt


3CPO

Estudaste em que Universidade?

Andas / Andaste em que Universidade?  

778 members have voted

  1. 1. Andas / Andaste em que Universidade?

    • Faculdade de Arquitectura de Lisboa - FAUTL
      95
    • Faculdade de Arquitectura do Porto - FAUP
      73
    • ISCTE - Lisboa - Arquitectura
      21
    • Instituto Superior Técnico - Lisboa
      21
    • FCTUC - Coimbra - Arquitectura
      41
    • Universidade da Beira Interior - Arquitectura
      38
    • Universidade de Évora - Arquitectura
      19
    • Universidade Lusófona
      48
    • Universidade Moderna - Lisboa, Setúbal
      15
    • Universidade Autónoma - Lisboa
      14
    • Escola Universitária Vasco da Gama
      5
    • Universidade Fernando Pessoa
      7
    • ISMAT - Portimão - Arquitectura
      17
    • Escola Superior Artística do Porto
      34
    • ARCA / EUAC
      26
    • Escola Superior Gallaecia
      12
    • Universidade Católica
      3
    • Universidade Independente
      1
    • Outra Universidade
      24
    • Universidade Lusiada - Lisboa
      122
    • Universidade Lusiada - Porto
      102
    • Universidade Lusiada - VN Famalicão
      49


Recommended Posts

tal como vos indiquei antes aqui vai um exemplo de um anúncio onde parece q a universidade onde se tirou a licenciatura tem importancia..será legitimo este requesito? tratando-se de uma empresa privada acho q vale tudo ou quase,:icon_pistoles:, ele salve-se quem puder,hehe.

Vasco da Cunha, SA, sediado em Lisboa, admite 1 . Admissão Imediata.
Formados em: Arquitectura PELA Faculdade de Arquitectura da UTL
Tipo de Projecto: Habitação, Comércio e Serviços, Equipamentos Fase de Projecto: Estudo Prévio, Licenciamento, Execução
Domínio da Informática: Office (Processador de Texto/ Folha de Cálculo), AutoCAD, 3D Studio Max/Viz, Photoshop

Observações: Selecionamos arquitecto(a) criativo, com domínio de ferramentas de visualização,e exp. profissional min. 5 anos.Enviar CV e breve portfólio por e-mail.

Enviar Curriculum Vitae para:
Morada: Travessa da Ajuda, Lote B 7, piso (-) 2|1300-021 Lisboa
Telefone: 21.3617350
E-mail: lisboa@vascodacunha-projectos.pt
Anúncio colocado a 17/05/2007 | Exposto até 17/06/2007 Fonte: Ordem dos Arquitectos

Share this post


Link to post
Share on other sites

LOL!! joaoneves, não sei se isso foi ironia ou não, mas a verdade é que somos sim :) olha o premio secil por exemplo, ou o colega que "inventou" os tijolos ecologicos.....:)



digamos que a minha afirmação foi 50/50!:D:tired:

por um lado, somos mesmo bons profissionais, e principalmente, mercado de trabalho, ACREDITEM E INVISTAM EM NÓS!!

por outro... até que ponto é que estamos "bem posicionados" no próprio mercado de trabalho. Seremos realmente, umas pérolas do oceano? :) ((I hope so))

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como disse um colega outro dia num post qq (ja n me lembro quem foi, nem em q discussão foi), não é a escola q faz um arquitecto é a sua "cabeça".
E citando Einstein "a imaginação é mais importante que o conhecimento!" :)

Por isso rivalismos de "escolas" à parte, num mundo ideal uma pessoa deveria ser escolhida plas suas capacidades... mas cm isto n é nem p sombras um mundo perfeito, nem ideal... é o "salve-se quem puder"!

Share this post


Link to post
Share on other sites

fui eu que disse e volto a repetir, porqué tanta rivalidade, estamos todos a sonhar com a mesma coisa mas seguimos caminhos diferentes, será que alguma escola é melhor porque inventaram tejolos? a arca tambem tem um premio secil, se houvesse uma escola que fosse exelente, todos iamos para lá, quem é mao é mao na lusiada, na arca, onde for, se essa guerra das universidades acabasse todos ganhavamos com isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

claro que existem melhores universidades que outras e não vai toda a gente para a mesma porque nem todos conseguem :)


mas mm assim n é isso q dita quem irá ser melhor ou pior arquitecto no futuro...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá!
Parece-me que existe uma ligeira competição entre os alunos de privadas e públicas. E, pelo que consigo perceber, os alunos das privadas não querem ficar atrás a fazer o papel daqueles que não tiveram notas para entrar para uma pública (o que nem sempre acontece, pois ás vezes as privadas são escolhidas não em função das notas mas sim através de uma escolha pessoal).
O que acho é que a média não é tão importante quanto isso. Existem uns quantos factores que podem influenciar as notas e que, muitas vezes, as médias obtidas não são equivalentes aos conhecimentos/inteligência da pessoa.
:)

Share this post


Link to post
Share on other sites

nem ao arquitecto ou arquitecta que vão ser no futuro! há é muito boa gente que se julga muito boa por terem médias melhores...quando na verdade pessoas com médias bem mais baixas, fazem bem melhor....eu acho que não é concorrência, é arrogancia, sinismo, falta de personalidade e acima de tudo medo....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se bem que uma pessoa com média elevada mostra conhecimentos, interesse ou quanto mais nao seja alguma responsabilidade... sei bem que as médias baixas por vezes nao mostram o quanto valemos, mas as altas raramente mentem;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

há é muito boa gente que se julga muito boa por terem médias melhores...quando na verdade pessoas com médias bem mais baixas, fazem bem melhor....


right :tired:


eu acho que não é concorrência, é arrogancia, sinismo, falta de personalidade e acima de tudo medo...


o que é arrogância e cinismo ? o facto das pessoas "fazerem bem melhor" e terem medias bem mais baixas?

bem não me vou alargar, mas eu sou do tempo do ditado implacável:
" cada um tem o que merece".

Share this post


Link to post
Share on other sites

concordo com o que foi dito anteriormente, mas gostava de dizer duas coisas:

1º - conheço exemplos de empresas que preferem empregar alunos com médias entre o 13 e o 15 pois é sinonimo de que esses alunos não só tem notas boas mas que tambem sabem ter vida pessoal, divertirem-se e nao veem só o curso à frente (isso faz com que haja um melhor ambiente no trabalho)
2º - cada vez mais, por exemplo, é necessario ter actividades extra curriculares para alem dos cursos que se está a tirar. exemplo disso é no ist, haver uma cadeira chamada portfolio, onde cada aluno tem de escolher uma actividade qualquer (tocar viola, natação, etc) e é necessario tambem PASSAR a essa cadeira (poder-se-á chaamar a isto, um "combate anti nerds" quem sabe....LOL)

no entanto concordo com essa máxima. "cada um tem o que merece.." mas não te esqueças de outra que diz "no convento só sabe quem está lá dentro" o que quer dizer que cada caso é um caso, onde cada vez mais "impera" o potencial de cada aluno.

Share this post


Link to post
Share on other sites

no entanto concordo com essa máxima. "cada um tem o que merece.." mas não te esqueças de outra que diz "no convento só sabe quem está lá dentro" o que quer dizer que cada caso é um caso, onde cada vez mais "impera" o potencial de cada aluno.


concordo contigo, mondrian. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

parece que alguem se picou....qual era mesmo a média do siza? engraçado e numa entrevista do Alvaro Leite Siza, a dizer que começõu antiga arvore, e depois teve de começar de novo quando foi para a FAUP, e o melhor de tudo é que dizia que se arrependia pk só tinha perdido tempo na transferência. " Cada um tem o que merece"_ o teu destino deve ser ******..... Já que és perita em proverbios, se calhar me podes dizer como é um, começa com algo do tipo, presunção e agua benta....... Quando te candidatares a um emprego mete a média na pagina da frente e o nome do papa na segunda....pareces ser desse tipo...........

Share this post


Link to post
Share on other sites

1º - conheço exemplos de empresas que preferem empregar alunos com médias entre o 13 e o 15 pois é sinonimo de que esses alunos não só tem notas boas mas que tambem sabem ter vida pessoal, divertirem-se e nao veem só o curso à frente (isso faz com que haja um melhor ambiente no trabalho)


Dessa realidade não a conheço mas ouvi falar. Acho perfeitamente válida, afinal as empresas são conscientes de saber o que filtrar, de bom ou de mau. È sua decisão...:)

2º - cada vez mais, por exemplo, é necessario ter actividades extra curriculares para alem dos cursos que se está a tirar. exemplo disso é no ist, haver uma cadeira chamada portfolio, onde cada aluno tem de escolher uma actividade qualquer (tocar viola, natação, etc) e é necessario tambem PASSAR a essa cadeira (poder-se-á chaamar a isto, um "combate anti nerds" quem sabe....LOL)


Bem dependendo das actividades extra curriculares.
Imposições depressa se tornam em actividades aborrecidas.
Deixava isso ao critério de cada um, quem quer ser NERd que o seja e quiser ser o contrário também é opção.
Afinal hà empresas para todos os feitios.:)

no entanto concordo com essa máxima. "cada um tem o que merece.." mas não te esqueças de outra que diz "no convento só sabe quem está lá dentro" o que quer dizer que cada caso é um caso, onde cada vez mais "impera" o potencial de cada aluno


...por isso mesmo, se o potencial impera, irá ter o que merece! Digo isto, de forma positiva, porque quando alguém é realmente bom naquilo que faz, depressa esse potencial sobe à superfície.

Share this post


Link to post
Share on other sites

parece que alguem se picou....qual era mesmo a média do siza? engraçado e numa entrevista do Alvaro Leite Siza, a dizer que começõu antiga arvore, e depois teve de começar de novo quando foi para a FAUP, e o melhor de tudo é que dizia que se arrependia pk só tinha perdido tempo na transferência


1- A vida dos outros não me interessa.
Nem vejo qual o interesse para o tópico de conversa.

" Cada um tem o que merece"_ o teu destino deve ser ******.....

Já que és perita em proverbios, se calhar me podes dizer como é um, começa com algo do tipo, presunção e agua benta.......

Quando te candidatares a um emprego mete a média na pagina da frente e o nome do papa na segunda....pareces ser desse tipo

2- Dei a minha opinião face a um assunto, não relativamente à vida de ninguem em particular.

3- Se foi tua opção fazê-lo a cerca de mim, enfim tu lá saberás o que se ganha para a discussão deste fórum e/ou para fundamentares o que pensas.

Não te vou sensurar por isso, e como tal, também não vou reagir do mesmo modo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

...por isso mesmo, se o potencial impera, irá ter o que merece! Digo isto, de forma positiva, porque quando alguém é realmente bom naquilo que faz, depressa esse potencial sobe à superfície.



sim claro!nesse ponto concordo perfeitamente contigo! não estava a censurar-te, simplesmente a mostrar-te o meu ponto de vista que em certos aspectos coincide com o teu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu estava a escrever a continuação mas vou ficar por aqui....quando entrei no forum havia algumas discussoes deste tipo e ninguem fica a ganhar é verdade, por isso as minhas desculpas publicas. Agora um comentário mais sereno: eu não quero tirar merito a ninguem pelas medias de secundário, acredito que são fruto de muitos factores, entre os quais, dedicação, inteligência, paixão e talento, da experiência que tenho, sei que muitas vezes isso nao se reflete no percurso na faculdade, e mais ainda no profissional. A escolha de faculdades é complexa, e engloba muita coisa, acho extremamente redutor estar a dizer os melhores vão para as publicas os outros para as privadas...não é assim tão linear. Ainda há um tempo atras num debate nos prós e contras vimos da parte de algumas pessoas um olhar sobre as privadas como se fossem uma raça inferior. Terminando com a bela frase " eu nunca metia um filho meu numa privada". Quando falei no Siza tentei de dar um exemplo de alguem que até ao quarto ano de faculdade nao queria estar ali, que só quando conheceu e teve aulas com o Tavora, ganhou vontade de fazer arquitectura. Conclusao: 1º as minhas desculpas pelo topico anterior 2º a meu ver, um portfólio é muito mais real na transmição do teu potencial do que numero. O Hans Hiblings (critico de arquitectura e director da revista A10) e o Pancho Guedes, numa conversa na xm em coimbra diziam que de toda a experiência que têm e dos conhecimentos a nivel mundial, as pessoas que melhores resultados tiveram na faculdade nem sempre se sairam melhor depois, e vice versa... Por ter melhor média que um colega será que sou mesmo melhor do que ele? não é tao simples quanto isso, cada caso é um caso....

Share this post


Link to post
Share on other sites
concordo contigo!
e é obvio que não nos podemos comparar com o ensino que se faz lá fora (ou será que podemos?), o que é certo é que temos sempre tendencia a puxar a brasa a nossa sardinha...para esse senhor que disse isso (que por acaso é professor no curso de eng informatica no IST e aos 29 anos, salvo erro, já era professor catedrático, e portanto tem todo o meu respeito) apresento-lhe 2 exemplos praticos, para ele cair em si, e reparar bem na bacorada que disse: Harvard e MIT :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.