Jump to content
Arquitectura.pt


Paruma

Dúvidas sobre curso e profissão em si

Recommended Posts

Ora muito boa tarde! Eu sou um estudante do 12º ano e como cada vez o tempo está mais escasso, cada vez mais estou confuso sobre que curso tirar, por isso gostaria de ter uma pequena opinião e se pudesse ser que alguém me esclarecer algumas dúvidas! Ora bem, eu neste momento estou no curso de Ciências e Tecnologias, com Geometria Descritiva A, sei que o curso de Arquitectura tem outras cadeiras que para mim serão mais difíceis pois não tenho as mesmas bases que um estudante de Artes, como por exemplo História da Arte, Desenho, etc... Será isso algo a recear? Ou é "fácil" com algum trabalho e dedicação ultrapassar essas dificuldades? Outra questão que tenho é: eu sou um fascinado pela animação a 3 dimensões e tudo o que vem com ela, agora a minha questão é a seguinte: além de trabalhar com AutoCad em 2 dimensões, o arquitecto também trabalha com programas a 3 dimensões para realizar as suas apresentações como o Maya e Blender (por exemplo, sei que há muitos outros) correcto? Se sim isso tem grande importância no curso ou é apenas um anexo? A minha última pergunta seria: Em termos de ambiente e faculdade em si, como é o IST? Aconselham a ir para lá? E que outras faculdades aconselham? (Infelizmente a minha média não é das melhores, se conseguir um óptimo resultado nos exames talvez consiga ter 17.3/17.4) Desde já agradeço imenso e peço imensas desculpas se as minhas perguntas são triviais ou "parvas" demais, mas de momento estou tão confuso em relação aos cursos que mal sei como perguntar!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto das bases, não passa de três anos de ensino, nos quais se perde o contacto com a realidade e se vive o fim da adolescência (aquela velha coisa de, não se pode ser parvo para sempre!), nos dias de hoje, o Governo com as novas oportunidades, condensou as bases, nuns quantos meses... (?) uma coisa é ter a população activa a crescer em termos de nível escolar, outra é perceber se realmente estamos a melhorar em alguma coisa... o resultado, é meramente estatístico, nada mais do que isso. Não se preocupe com as bases! Não, um Arquitecto não é um Designer, os pontos mais importantes é ter um conhecimento adequado da lei (por mais irrelevante que seja neste País de *****), saber desenhar bem, seja em que meio for (Mão, PC... ou em todos se possível), adequado conhecimento dos materiais, saber construir e perceber desde logo que, o sistema de aprovação dos Projectos na CM´s é completamente viciado a todos os níveis, é tudo politiquice, amigos dos amigos, uma mão lava a outra, blá, blá, blá, blá... não se misture, há pessoas que são grandes e de facto não são grande coisa, mas as piores, são as pessoas pequenas como à *****. Não está a espera, que lhe deseje boa sorte pois não, só se gostar de comer palha!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Antes que percas a fé em ler a minha resposta, porque me parece que vai ser longa, deixo já aqui a minha opinião, apesar de não ter muito a ver com o que fazes ou queres fazer da tua vida. Estás num óptimo agrupamento, por favor, vê alternativas ao curso de Arquitectura, porque em Portugal, como se costuma dizer, somos mais que as mães. Se não tiveres um familiar que seja ou conheça arquitectos ou outros profissionais relacionados com a actividade, é melhor pensares noutra coisa com mais saída profissional. Só para teres ideia, somos cerca de 30 escolas de arquitectura no país, cada uma a "vomitar" por ano entre 20 a 100 arquitectos. Como podes deduzir, não à espaço para toda esta gente no nosso país, que é como quem diz, não há trabalho. Contudo, um arquitecto consegue abranger diferentes áreas de actividade que não seja o típico desenhar "casinhas" (deves estar preparado para isso). Mas bom, se efectivamente queres mesmo tirar vai para o IST. Eu andei lá e foi lá que me apaixonei por esta profissão magnífica. Os professores são excepcionais e apesar de estares numa escola de engenharia, os arquitectos já estão mais absorvidos e tolerados pelos outros estudantes todos. Quanto à tua formação base, não tens que te preocupar. Os meus colegas eram mais de Científico do que de Artes, posso te garantir, e não senti nenhuma diferença ou acrescida dificuldade nas diferentes matérias. Quanto à média, já me preocupava, se tivesses nascido uns anos antes, estava perfeito, já que entrei para lá com média de 16 (maldita matemática XD), mas pelo que soube, nestes últimos anos a média tem subido muito. A faculdade não te vai dar nenhuma formação em software, ou melhor, dá mas é muito mínima. O que quiseres usar para representação bidimensional, ou tridimensional dos teus trabalhos, não tem qualquer importância para os professores ou cadeiras. Deves usar o software em que te sentes confortável, mas essa formação é complementar, fazendo cursos extra-curriculares. E bom, se eu tivesse a sorte de estar no teu lugar agora e saber o que sei, não tirava arquitectura de certeza. Apesar de adorar a actividade e tudo o que envolve, não tirava. É muito difícil entrar no mercado de trabalho sem a bela da cunha. Ao contrário do ARK, eu desejo-te boa sorte. :p

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há mais cursos! Estudar para quê? Eu sempre fiz esta pergunta a mim próprio e com os meus 28 anos (ainda não vi nada, o pior está para vir), vou dando razão a mim próprio... gozei bem a vida... esforço assaz no secundário... não passei noites amarrado a maquetas na Universidade, (uma ou duas!) tive uma paixoneta por este coisa da Arquitectura, mas... estúpido de *****, quanta palha engoli... quantos professores de ***** tive, (a maioria em Torres Vedras, eles que assumam!) não vale o esforço, já que você é julgado não pelo que é, mas pelo que aparenta ser... e é aí que esta ***** está errada, as pessoas são aquilo que fazem e não aquilo que aparentam.

Muitas pessoas, ainda pensam que são aquilo que não fazem... estúpidas... as pessoas são aquilo que fazem, essencialmente aquilo com o qual passam grande parte do tempo (o meu não é a rezar... certamente).

Nunca se esqueça disso, "as pessoas são aquilo que fazem", quem lhe disser o contrário, provavelmente brada muita palha e espera que você seja mais um, a engrossar fila no IEFP ou a trabalhar como caixa, num qualquer Hiper deste País, afaste-se desta gente, seja em Arquitectura ou em outra Profissão qualquer.

As pessoas são aquilo que fazem e não o que aparentam, acredite nisso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem desde já agradeço muito a ambos pela resposta, agora.. Sim, lllARKlll de facto embora não esteja dentro do "sistema" na parte da arquitectura, isto em Portugal está complicado. Uma coisa só , não querendo entrar em discussões (e peço imensas desculpas pela minha ingenuidade!) mas então se um arquitecto também faz o estudo dos materiais, entra um bocado no campo da engenharia Civil correcto? No que corresponde ao último ponto concordo plenamente, as pessoas não deviam ser julgadas pelo que são mas sim pelo que fazem, no entanto infelizmente nem sempre isso acontece Leonor Cício antes demais, não, eu não iria perder a fé! Muito pelo contrário fiquei ainda mais entusiasmado para ler o comentário! Sim, a média tem subido muito nestes anos, isso vê-se pela análise dos últimos 3 anos em que subiu 5 valores (na primeira fase) o que eu acho quase absurdo, mas é apenas uma opinião. Em relação às cunhas... Embora não seja justo (mas nos países latinos ultimamente tem sido muito assim) teria algo parecido com "cunhas" de uns amigos arquitectos (e não só), o que me iria ajudar imenso. De novo agradeço muito a ambos, estes últimos meses têm sido complicados para escolher o meu curso mas já fiquei mais esclarecido, contudo ainda há muito por decidir há muitos cursos ainda por ponderar! Não querendo ser muito chato, apenas gostaria de fazer mais uma pequena pergunta: além do IST, que universidade aconselhariam?

Share this post


Link to post
Share on other sites

A média mais baixa para a Pública deve ser em Évora, que deve rondar os 13/14/15 Valores. A FAUP, é de forma recorrente a referência em Portugal, basta ver a fornada de Arquitectos de mérito reconhecido, que formou ao longo deste últimos 50 anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.